LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Pensados para o Brasil? Conheça VOGA V e Gionee A1, os "primos" de Quantum V e SKY

30 de agosto de 2017 61

A companhia brasileira Quantum realizou na noite de ontem (29/08) em São Paulo um evento para oficializar a chegada de seus novos smartphones ao mercado nacional, sendo ambos focados no nicho intermediário. Durante o evento, a empresa destacou o quanto procurou entender o perfil do consumidor tupiniquim para definir as características de seus aparelhos, mas pelo visto a história não foi exatamente como se deixou transparecer.

Logo após o anúncio dos novos Sky e V muita gente começou a perceber uma certa "semelhança" do primeiro deles com o Gionee A1 apresentado no início deste ano na MWC 2017. Isto, porém, parece ir muito além do que se imaginava, pois foi descoberta também a "inspiração" para o lançamento do modelo com projetor integrado, demonstrando que ambos não foram em momento algum pensados para o público brasileiro.

Este aparenta ser mais um caso do chamado "white label", que consiste em buscar produtos prontos no mercado internacional e fechar uma parceria com aquela fabricante para uso de sua própria marca na comercialização dos mesmos, algo especialmente comum no mercado chinês e que ajuda a reduzir consideravelmente os custos para se colocar um dispositivo à venda.

Vamos conhecer então os "primos distantes" de Quantum Sky e Quantum V.

Quantum Sky, Gionee A1 ou BLU Vivo 8?

Começando pelo mais potente dentre os dois modelos apresentados pela Quantum, temos exatamente o mesmo visual, dimensões e especificações técnicas do Gionee A1. O dispositivo chinês teve seu preço de lançamento fixado no mercado internacional em US$ 369, ou algo em torno de R$ 1.167 em conversão direta na cotação atual, não sendo assim um valor tão diferente do que vimos em sua chegada ao Brasil pelas mãos da Quantum.

Para deixar tudo ainda mais estranho, tivemos a estadunidense Blu Products lançando o Vivo 8 quase que exatamente da mesma forma, o que dá a entender que todas foram na mesma companhia para comprar o produto que levaria suas marcas. Além disso, Gionee e BLU investiram em uma conexão USB-C para transferência de dados, enquanto a Quantum optou pelo microUSB tradicional.

Considerando que o A1 vem fazendo relativo sucesso no mercado asiático, principalmente por causa de sua boa bateria e câmera frontal com diferenciais bacanas para selfies, não será estranho caso o mesmo ocorra por aqui com o Sky.

Ragentek ou Quantum?

Passamos então para o mais curioso dos dois, que chamou atenção por trazer de volta um conceito que muitos pensavam ter morrido com a descontinuidade da linha Galaxy Beam da Samsung. Pelo que foi possível descobrirmos, o Quantum V na verdade foi apresentado ainda durante a última MWC 2017 Shanghai ao final de junho sob o nome de VOGA V, sendo fruto de uma parceria entre a fabricante de projetores MicroVision e a companhia chinesa Ragentek.

"Ragentek fez um trabalho incrível projetando o smartphone VOGA V. É um dispositivo móvel elegante e de alto desempenho que aborda o desejo do consumidor por smartphones compactos e finos, ao mesmo tempo que maximiza a funcionalidade para assistir a um vídeo com uma imagem grande e projetada." - Alexander Tokman, CEO da MicroVision

Assim como no caso do Sky com o Gionee A1, o Quantum V possui exatamente o mesmo visual, especificações técnicas e demais características do VOGA V, sendo incluída apenas a marca da companhia brasileira para sua comercialização em solo nacional. Como pode ser visto na imagem acima, porém, o modelo da Ragentek é vendido em uma série de cores que não são encontradas no Brasil.

Então a Quantum mentiu?

Ainda vamos aguardar por um comunicado oficial por parte da Quantum para que a companhia possa explicar de maneira mais detalhada o acordo comercial com as empresas orientais para a venda de seus produtos no Brasil, porém o fato é que realmente "pegou mal" todo o marketing realizado em cima da pesquisa de gosto do público brasileiro.

Isto não significa que a empresa inventou a pesquisa para embasar as características dos produtos, sendo possível que ela tenha escolhido justamente trazer Gionee A1 e Ragentek VOGA V após analisar que seriam opções que se encaixavam com o que as pessoas estavam buscando, mesmo que isto não tenha ficado claro durante a apresentação de Sky e V.

Ambos os dispositivos podem ser encontrados no site da Quantum, com o Sky custando R$ 1.499 e o V sendo vendido por R$ 1.999, sendo estes os valores para pagamento parcelado em até 10 vezes sem juros.


61

Comentários

Pensados para o Brasil? Conheça VOGA V e Gionee A1, os "primos" de Quantum V e SKY
  • boa noite estou querendo comprar um QUANTUN V porem vi que tem as mesmas caracteristica do VOGA V .... só estou querendo comprar por conta do projetor a laser do quantun v. Gostaria de saber se o VOGA V tambem tem o projetor a laser?

      • Quantum?? o cel pode ate ser aceitavel, mas um pos venda lixo, normal da Positivo, nao recomendo por melhor que seja o aparelho, pois mais valioso que um cel bom, e um otimo pos venda, nao fui bem coberto pela empresa apos problema num quantum go. coloquei no procon, e nem por isso, foram para a audiencia kkkkk como da fe numa empresa como esta? veja ai minha situação https://www.youtube.com/watch?v=bNFLg60_Lpk

          • A Quantum se posicionou a respeito dessa história:
            http://www.androidpit.com.br/quantum-importando-celulares-chineses

              • Parabéns Rafael, você falou com conhecimento de causa. A Quantum não fez nada de errado, essa prática White Label é comum no mundo inteiro. Na verdade, trata-se de uma empresa corajosa em produzir smartphones em um país com a maior carga tributária do mundo e que só penaliza fabricantes e consumidores, mas que facilita a vida de todo tipo de ladrão. A Xiaomi vem imitando outros desde seu início, só veio a criar de verdade com o seu excelente Mi Mix, mas isto não quer dizer que seus produtos não prestam, pelo contrário, são muito bons, e tudo indica que será, em 10 anos, a maior fabricante neste setor de telemóveis. Não tenho celular Quantum mas pretendo ter, sem medo de errar
                ...

                  • o empregado da quantum,pelo menos eu acho isso,a xiaomi pode copiar os design de outros celulares mas ela não faz white label,que nem a quantum,que tem a cara de pau de falar que o celular é feito pro brasileiro,sendo que nem foi ela que fez o celular e o white label que a quantum tá fazendo só prova que ela não sabe fazer celular

                      • Uso o primeiro celular dele o Quantum Go e nunca me deixou na mão,obvio que hoje em dia tem celulares que deitam e rolam nele e esse é o motivo para que eu queira trocar por um honor 9 mas não por ser um celular ruim, pelo contrário.

                        • Ba nunca vi tantos comentários

                          • Nossa que chocante, nem desconfiava zzzzz

                              • Mas não é de hj q a Quantum faz isso, o Quantum muv, por exemplo, tem a aparência e o hardware idênticos ao do Geotel note!! O Go e a réplica dos Xperia's!! Essa patacoada, vem desde os primórdios da empresa !!!

                                • Não me surpreende, a apple ,nao é apple, e sim fox corn, já que quem fabrica,seguindo este raciocino é a fox corn. se no mundo de hoje pai é quem cria , quem faz o celular ,é a fox corn, tanto quando este, quem faz a gionne , ou seja , bah. ninguem é de ninguem

                                    • Isso é bem diferente. A Apple projeta o seu hardware e software. A Foxcom apenas fabrica/monta os aparelhos. Se fosse projeto da Quantum não teria nada o que se falar. A questão é que a única coisa que a Quantum fez foi colocar a logo na carcaça do aparelho.

                                      • Isso e um caso bem diferente. A produção e feita pela Foxcon, e a cria desenvolvimento e criação feito pela apple. Como se ver a quantum não fez. Nem desenvolvem nem componentes, a unica coisa que pode ter customizado e o Android. Du vido que tenha feito isso tambem foi feito fabricante.

                                        • RIDÍCULO, HIPÓCRITAS SE FOR PRA VENDER CELULAR IMPORTADO Q VENDA POR UM VALOR BOM, EMPRESA FULERA, FRANCAMENTE DAQUI A POUCO IMPORTAM O MI MIX E BOTAM O NOME QUANTUM X

                                          • Logo a Quantum vai comprar lotes de aparelhos já conhecidos no Gearbest ou Banggood, colocar um adesivo atrás e dizer que lançou, por exemplo, o "primeiro aparelho sem bordas desenvolvido no Brasil, pensando nos brasileiros.".

                                            • Tô vendendo um Mi note 2, 3 meses de uso por 1499,00, ou um Vernee Mars Pro novo por 999,00. Quem se interessar.....

                                                • As duas máximas de fabricantes BRs:
                                                  - O aparelho nunca é dela, e sim de fabricantes gringas. Ela apenas estampa a sua marca e, no máximo, customiza sua própria ROM do Android para ele.
                                                  - Atualizar o Android? Isso não faz parte dos planos delas. A não ser que o aparelho venda horrores. Por isso o Positivo Octa X800 e o Quantum Go receberam, mesmo depois de muito tempo.

                                                  • Já que a positivo está importando smartphone pelo menos importasse um que presta, tipo um oneplus

                                                    • Galera, foi uma análise MUITO superficial do assunto. Pelo amor de Deus, parem de comparar smartphone homologado no Brasil com importado da China, são coisas completamente diferentes. Vender de modo oficial é custoso. Não existe a mínima possibilidade de uma empresa brasileira, ainda mais pequena, criar algo do 0. Não fizeram nada de errado.

                                                      Se você gosta de importar, que bom, é uma EXCELENTE opção. Mas nem 1% da população faz isso.

                                                      • Esses caras são burros, por que não fizeram uma parceira com Xaiomi, para trazer pelo menos os Redmis 4 e rebatizar com o nome que quisesse?

                                                        • Pra quem não sabe é igual a marca brasileira DL que copiou descaradamente o smartphone da MICROMAX e lançou na eletrolar desse ano...os smartphones são DL HORIZON H8 e MICROMAX EVOK DUAL NOTE o tudocelular podia fazer uma matéria também a respeito as marcas brasileiras não tem um pingo de criatividade aff

                                                            • Mas isso não é novo.
                                                              É só pegar a Gradiente, que lançou o iphone C600, mas que na verdade, era um Gigabyte GSmart Simba SX1.

                                                                • a questao nao er criatividade a questao é q nossas marcas nao tem orçamento pra fzr um produto do zero soq o q mais deixa agente puto é elas falarem que foi feito pra nos pensados pra nos e tal

                                                                  • Não é novidade, lembro da Stella do Eu Testei falar q os outros smartphones da Quantum tbm tinha sido caso de "white label"

                                                                      • Como a quantum fez isso? Como se reproduzem?
                                                                        De onde vem?
                                                                        Do que se alimentam?
                                                                        Descubra no globo reporte a verdade por de trás da mentirosa quantum.

                                                                          • maior cagada da quantum foi falar que o aparelho foi criados por eles pensando nos brasileiros

                                                                            • Aí depois vem com papo furado, que ele é montado aqui, que tem que colocar software da marca, que dá trabalho!!
                                                                              Desse jeito até eu lanço um celular, comprando pronto aí pago os royalties da Google e coloco o Android nele e pronto!!!

                                                                                • não vc nao lança por que nao tem dinheiro

                                                                                    • A informação sobre a parceria com a Gionee está no press-release do produto, distribuído ontem no evento. Então não é segredo nenhum. Assim como não é segredo que a Quantum trabalha com ODMs internacionais em todos os seus produtos, infelizmente é impossível para uma empresa pequena arcar com os custos de desenvolvimento de algo "do zero". Agora, existe desenvolvimento sim. Os produtos são fabricados em Manaus (vide etiqueta na embalagem), então existe transferência tecnológica em todo o processo de produção. No caso do SKY o software é o Android puro da Quantum, completamente diferente do Amigo OS da Gionee (que se parece MUITO com o iOS). Além disso existe a adaptação de toda a parte de telefonia para funcionar da melhor forma com as redes daqui, além da certificação do aparelho e das baterias na Anatel.Sem falar em todo o trabalho de estabelecer uma estrutura de suporte e atendimento ao cliente, distribuição aos varejistas, manutenção e treinamento de equipes nos pontos de venda...Falar é fácil, quero ver fazer melhor

                                                                                        • Olá Rafael, então, a questão foi o discurso da quantum. O evento não foi pro público e sim para mídia especializada. Se houve a informação no release, pior ainda, pois o erro saiu das costas da empresa e foi para as mãos dos jornalistas que receberam a informação e omitiram a mesma.

                                                                                        • HUEUHEUHEUHEUHUHEUH SALTO QUANTICO NO PREÇO

                                                                                            • kkkkkkkkkkkk; Recentemente comprei um celular na gearbest com MTK 6750T e os mesmos 4/64GB por R$ 455,00.

                                                                                                • O povo acha que a gente nao conhece os smart chineses.

                                                                                                    • Mesma coisa que a Positivo faz com os notebooks... Que coincidência kkk

                                                                                                      • Sim a Quantum mentiu, obviamente o design foi copiado de outros smartphones chineses e paraguaios.

                                                                                                        • na verdade agora o aparelho ta mais barato, pode ser encontrado na amazon da india, sai algo entorno de 750 reais.

                                                                                                            • Ah, as empresas...
                                                                                                              Todas elas...
                                                                                                              Por isso nada de entregar meu coração despedaçado para nenhuma delas.

                                                                                                                • Ixxi, que feio Quantum! kKkKKkKKkK

                                                                                                                    • KKKKKKKKKKKK , que vergonha , pq não falou de cara ? não seria mais bonito ? pq não pega outros modelos da xiaomi por ex ?

                                                                                                                        • HEHEHEHEHEHEHEHEHEHEE Acho que sei quem escreveu essa...

                                                                                                                            Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

                                                                                                                            Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia

                                                                                                                            10 melhores smartphones top de linha para fotos e vídeos | Guia do TudoCelular

                                                                                                                            10 melhores smartphones de entrada para fotos e vídeos | Guia do TudoCelular