LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

iPhone 11 Pro Max supera autonomia de todos os rivais em 2019 | Teste de bateria oficial

07 de outubro de 2019 186

O iPhone 11 Pro Max é o sucessor direto do iPhone XS Max, agora com melhorias relevantes nas câmeras, desempenho e, claro, bateria. Tivemos um pulo de 3174 mAh para 3969 mAh, tornando possível entregar uma autonomia muito melhor, pelo menos teoricamente ao consideramos apenas os números.

Esse incremento de carga para autonomia no iPhone 11 Pro Max teve como efeito colateral o aumento na espessura e peso do novo aparelho, além de alterar também um pouquinho da altura e largura. A tela segue com tamanho e resolução iguais (mas com melhorias na qualidade), enquanto o desempenho entregue pela nova plataforma Apple A13 Bionic foi melhorado, mesmo que a RAM continue em 4 GB.

Mais Notícias

Mas estamos aqui para responder uma dúvida de muitos. Será que a bateria maior do iPhone principal da nova geração entrega realmente muito mais que seu antecessor e até mesmo que alguns rivais? Vemos nesta live com teste padrão do TudoCelular se é possível ficar um dia inteiro de uso mais intenso longe da tomada.

O teste é padronizado como nas edições anteriores com todos os dispositivos já avaliados em nossas bancadas, sendo executados vários apps, jogos e serviços durante todo o dia em ciclos cronometrados para ver quanto tempo o aparelho aguenta até desligar. Temos ainda intervalos para conferir o consumo em standby. Lembrando que a tela é ajustada para 200 lux, permitindo ter uma ideia mais precisa na comparação com os demais resultados que já registramos.

Depois dos testes de bateria com os irmãos iPhone 11 (resultado aqui) e iPhone 11 Pro (resultado aqui), abaixo você confere os resultados do iPhone 11 Pro Max.

77.8 x 158 x 8.1 mm
6.5 polegadas - 2688x1242 px
77.4 x 157.5 x 7.7 mm
6.5 polegadas - 2688x1242 px
Ir para página de comparação
Resultados

Após um dia inteiro testando a bateria do iPhone 11 Pro Max, chegamos aos seguintes resultados:

  • Foram necessárias 24 horas e 53 minutos para esgotar completamente a bateria.
  • A tela permaneceu ligada por 12 horas e 25 minutos.
  • Realizamos 18 ciclos completos :
    • 108 minutos de navegação no Chrome;
    • 540 minutos de WhatsApp, Spotify, música offline, vídeo offline e YouTube (72 minutos cada);
    • 108 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Candy Crush, Modern Combat, Injustice, Asphalt 8);
    • 108 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (36 minutos cada);
    • 72 minutos de chamadas de voz via rede móvel;
  • O consumo em standby ficou próximo de 1%;
  • Google e Youtube foram os apps que mais consumiram carga.
Conclusão

Estamos diante de um marco que dificilmente alguém apostaria para 2019, a Apple, apesar dos dispositivos com design de gosto duvidoso, consegue entregar não apenas um desempenho matador (algo que já era comum) como também a melhor autonomia entre todos os smartphones top de linha no mercado. O único resultado a encostar na bateria do iPhone 11 Pro Max é o Huawei P30 Pro (resultado aqui).

O incremento na capacidade da bateria em relação ao XS Max, aliado com a otimização do iOS, garantiram que mesmo tendo mAh a menos que os rivais Galaxy Note 10 Plus (resultados aqui) e Huawei P30 Pro, a autonomia fosse maior. É justo lembrar que a resolução de tela no dispositivo da Apple é menor, mas pela qualidade oferecida esse detalhe passa despercebido para a maioria dos usuários.

77.8 x 158 x 8.1 mm
6.5 polegadas - 2688x1242 px
77.2 x 162.3 x 7.9 mm
6.8 polegadas - 3040x1440 px
73.4 x 158 x 8.41 mm
6.47 polegadas - 2340x1080 px
Ir para página de comparação

Transmissão encerrada!

7/10/2019 - 08.01

Obrigado a todos que acompanharam, a pauta terá a atualização com os resultados. Até a próxima!

7/10/2019 - 07.57

Foram 24 horas e 53 minutos de uso, com um total de 12 horas e 25 minutos de tela.

7/10/2019 - 07.53

E o iPhone 11 Pro Max acaba de desligar.

7/10/2019 - 07.25

Dezoito ciclos na conta e agora apenas conferindo quanto tempo mais de funcionamento terá com o 1% que restou após a rodada completa.

7/10/2019 - 07.20
7/10/2019 - 06.30

Décimo oitavo ciclo em curso, iniciado ainda com 6% de carga.

7/10/2019 - 06.02

Concluídos os ciclos 16 e 17, com 6% de carga restante para garantir 18 ciclos e autonomia recorde entre os dispositivos top de linha.

7/10/2019 - 06.00
7/10/2019 - 04.15

Fizemos duas pausas seguidas e agora vamos para dois ciclos seguidos.

7/10/2019 - 03.13

Quinze ciclos completos e ainda com 17% de carga.

7/10/2019 - 03.11
7/10/2019 - 02.19

22% de carga e iniciando o décimo quinto ciclo.

7/10/2019 - 01.51

Décimo quarto ciclo fechado (junto com os de número 11 e 12) e temos agora 23% de carga restante.

7/10/2019 - 01.49
6/10/2019 - 23.14
Com 39% nós estamos agora nos ciclos de números 12, 13 e 14.
6/10/2019 - 21.46

Mais um ciclo para a conta (décimo primeiro). Temos ainda 40% de carga. Nesse momento a ideia é fazer uma pausa maior para um descanso que permitirá levar o teste até o final sem parar (já passamos de 12 horas de teste sem parar por mais que 30 minutos). Serão 2 ou 3 pausas conectadas, com os respectivos ciclos logo na sequência.

6/10/2019 - 21.41
6/10/2019 - 20.49

Com 45% de carga, iniciamos o décimo primeiro ciclo.

6/10/2019 - 20.22

Após dez ciclos, temos 46% de carga restante, com acumulado de 7 horas de tela.

6/10/2019 - 20.17
6/10/2019 - 19.26

Décimo ciclo iniciado, ainda com 52% de carga.

6/10/2019 - 18.59

Nove ciclos contabilizados e ainda nem passamos dos 50% de carga. A ideia é virar a noite para termos o resultado já na manhã de segunda.

6/10/2019 - 18.55
6/10/2019 - 18.04

E já estamos de volta para o nono ciclo, ainda com 58% de carga.

6/10/2019 - 17.36

Oito ciclos completos na conta, aparentemente o consumo pode ser menor um pouco com a redução da temperatura ao longo do dia, vamos acompanhar no decorrer da noite.

6/10/2019 - 17.33
6/10/2019 - 16.42

Iniciamos o oitavo ciclo, agora com 62% de bateria.

6/10/2019 - 16.15

Sétimo ciclo na conta com 63% de carga. Consumo de 6% por rodada permanece.

6/10/2019 - 16.13
6/10/2019 - 15.23
Ciclo de número sete em curso, iniciado com 69%.
6/10/2019 - 14.52 Finalizamos o sexto ciclo e temos ainda 70% de carga.
6/10/2019 - 14.00
Iniciando o sexto ciclo. Sem consumo relevante no standby.
6/10/2019 - 13.31

Mais 6% de carga consumidos no quinto ciclo. Mais uma pausa, agora com 75% restando de bateria. Se continuar assim, teremos entre 18 e 20 ciclos. Um grande feito para a Apple.

6/10/2019 - 13.29
6/10/2019 - 12.37

Ainda com 81% de carga iniciamos agora o quinto ciclo.

6/10/2019 - 12.06

Quarto ciclo concluído e vimos uma média de consumo se formar. Foram necessários 6% da carga para a rodada completa. Façam suas apostas.

6/10/2019 - 12.05
6/10/2019 - 11.12

De volta para o quarto ciclo, agora com 87% de carga.

6/10/2019 - 10.43

Temos agora 88% de carga após três ciclos completos. Navegação no Chrome aparece como principal consumo de bateria.

6/10/2019 - 10.42
6/10/2019 - 08.58

De volta para dois ciclos seguidos (após um imprevisto que causou pausa dupla). iPhone 11 Pro Max agora com 98% de carga.

6/10/2019 - 07.59

Primeiro ciclo na conta, bateria marcando ainda 99% (bug?). Teremos agora a primeira pausa de 30 minutos.

6/10/2019 - 07.56
6/10/2019 - 07.02 Teste iniciado.
6/10/2019 - 06.56 Já estamos a postos para iniciar os testes com o iPhone 11 Pro Max.
O Apple iPhone 11 Pro Max está disponível na Zoom por R$ 6.488 e na Magazine Luiza por R$ 6.999. Para ver as outras 23 ofertas clique aqui.
(atualizado em 04 de dezembro de 2020, às 12:52)

186

Comentários

iPhone 11 Pro Max supera autonomia de todos os rivais em 2019 | Teste de bateria oficial

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

iPhone XR vs iPhone SE: vale comprar o mais novo, mesmo mais simples? | Comparativo

iPhone SE vs iPhone 8: qual celular menos caro da Apple você deve escolher? | Comparativo

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até novembro de 2019