LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Versões finais do iOS e iPadOS 14 começam a ser liberadas aos aparelhos da Apple

17 de setembro de 2020 41

Atualização (17/09/2020) - BB

Durante o dia de ontem, 16 de setembro, a Apple começou a liberar, gradativamente, a atualização para a nova versão dos seus sistemas operacionais para seus celulares e tablets, o iOS e o iPadOS 14, respectivamente.

Como é lançada por fases, a atualização levará alguns dias para chegar para toda a base de usuários, mas dentro de pouco tempo, todos os aparelhos listados deverão estar atualizados. Para conferir se o seu aparelho será atualizado, confira a lista de aparelhos compatíveis com a nova versão abaixo:

iPad

Como atualizar

O método mais prático para atualizar é aquele realizado direto pelo aparelho, sem a necessidade de se conectar a um computador. Para isso, vá para as configurações do dispositivo, navegue até “Geral” e depois “Atualização de Software”. Após alguns segundos deverá aparecer a tela com a nova atualização. Clique em “Download” e depois em “Instalar”.

É importante que, durante todo o procedimento, o celular ou tablet esteja conectado à uma rede estável de internet. Como é uma grande atualização, ela também deverá levar algum tempo, portanto se certifique também que o aparelho tenha uma quantidade considerável de bateria.

Esse procedimento não apaga nenhum arquivo do dispositivo nem remove as configurações salvas nele. De qualquer forma, é recomendável que faça um backup antes de atualizar, só por precaução.

Os recursos da nova versão do software podem ser vistos na publicação original deste artigo.

Texto original (15/09/2020)

iOS 14 é oficializado com widgets, gaveta de apps, PiP e outras novidades

E finalmente ele foi oficializado: o novo iOS 14 deu as caras no evento da Apple, mostrando os planos da Maçã para seus dispositivos ao longo dos próximos meses. Mesmo com a ausência da linha iPhone 12, o evento cai como uma luva para quem desejava conferir novidades do ecossistema. Detalhamos a atualização de software a seguir.

Widgets e personalização

Talvez um dos recursos mais chamativos do iOS 14 seja sua nova área de trabalho, finalmente capaz de lidar com atalhos de aplicativos e widgets de forma conjunta. Isso permitirá um novo grau de personalização da área de trabalho nos celulares da Apple. Será possível também tirar alguns apps da tela principal, que ainda serão acessíveis por uma gaveta, no estilo Android.

A gigante de Cupertino meio que já havia antecipado essa importante mudança com o lançamento do iPadOS 13, que implementou widgets nos iPads. O sucesso dessa solução a fez lançar as novidades para os iPhones também.

Outra novidade bem-vinda em termos de multi-tarefas é (finalmente) a implementação do modo picture-in-picture para o Facetime algumas plataformas de vídeo, como o YouTube. Mas lembre-se que o Google só libera essa ferramenta para assinantes YouTube Premium.

Acessibilidade

Acessibilidade também sempre foi um tópico muito importante para a companhia. Um dos destaques do iOS 14 nesse sentido é a melhoria do VoiceOver, agora mais independente para ler a tela. Por exemplo, o recurso se torna capaz de identificar texto dentro de imagens, mesmo que o artigo não tenha inserido texto alternativo para texto-descrição. Mesmo que um conteúdo em imagem não tenha texto, o VoiceOver pode interpretá-lo com algumas palavras-chave que ajudarão o usuário deficiente visual a entender o contexto.

Outra novidade interessante em termos de acessibilidade, mas também útil para quem simplesmente deseja um novo atalho, é o toque configurável duplo ou triplo na traseira do iPhone, que serve como gatilho para uma ação configurável. Vale desde programar uma captura de tela, até a execução de algum aplicativo, como o de câmera.

Ainda sobre democratização da comunicação, podemos destacar o tradutor embutido da companhia que tenta fazer um contraponto ao Google Translate. Idioma não será uma barreira com o novo recurso de tradução em tempo real de falas, que funcionará para adaptar falas para os nativos do nosso idioma também.

Serviços sem burocracia

Uma inovação bem interessante que chega com o iOS 14 visa desburocratizar o mercado de serviços. Imagine que você está em um restaurante ou desejando alugar aquela bicicleta, mas tudo isso precisa ser realizado via app? Nem todo mundo dispõe de um pacote de dados bom para o download de aplicações de 50 ou 100 MB no meio da rua, e o AppClips vem para resolver isso.

Em um trabalho conjunto com diversas marcas do mercado de serviços digitais, uma etiqueta QR Code estará disponível para ser escaneada pela câmera, e tão logo isso seja feito, uma versão "lite" do aplicativo será executada, mostrando apenas o básico necessário para você confirmar uma compra através daquele serviço.

Melhorias para AirPods

Também com a chegada do iOS 14 os AirPods ficam mais poderosos: os modelos de primeira e segunda geração, além do Pro, Powerbeats (comum, Pro e Solo) ganham multi-conexão inteligente. Por exemplo, o iPhone será capaz de compreender caso você execute a Netflix em um iPad próximo que o áudio dos fones deverá ter como fonte o tablet. Basicamente o ecossistema fica ainda mais amarrado e intuitivo para o uso pelo usuário comum, que economiza boas etapas comumente burocráticas de configuração e remanejamento de fonte sonora.

Privacidade e segurança

Privacidade sempre foi outro tópico prioritário para a Apple. Vimos já nos últimos meses o recurso de login com conta Apple, que permite anonimizar seu correio eletrônico principal e se desvincular de serviços abusivos que mandam muitas mensagens de forma prática.

Com o iOS 14 é implementado também um novo recurso de GPS que permite ao usuário repassar de forma imprecisa sua localização. E se você se questiona sobre a utilidade dessa função, é bem simples: permitir que aplicações nas quais você não confia totalmente permitam seu uso pleno, ao mesmo tempo em que elas saberão no máximo a cidade na qual você está no momento.

Ainda sobre segurança, o iOS 14 permitirá que o usuário decida se uma aplicação terá acesso completo à sua galeria na hora de, por exemplo, realizar um upload para o Instagram, ou se o acesso será limitado a uma espécie de imagens já filtradas previamente.

Além disso, como já estamos vendo desde as versões beta, o iOS 14 dedura quando alguma aplicação está tentando usar seu microfone ou câmera em segundo plano. Mesmo o Linkedin já se envolveu em problemas judiciais por conta disso!

Outras novidades

Alguns pormenores envolvem a integração do Apple Music ao Snapchat, uma nova tela inicial para o Apple Maps, e interfaces menos intrusivas para notificações. Por exemplo, chamadas já não tomam mais toda a tela, o que comumente interrompe a utilização do smartphone pelo usuário. Agora, uma discreta barra aparece na parte superior da interface, e ela pode ser descartada através do botão vermelho de encerramento de chamadas, ou simplesmente se for "jogada" para cima.

Compatibilidade

Imagina comprar um iPhone em 2015 e ainda em 2020 receber a maior atualização de software da sua fabricante? Tem coisas que só a Apple faz, e aqui ela é digna de elogios pelo suporte prolongado que promove. Sendo assim, todos os iPhones a partir do 6s recebem o iOS 14, incluindo aí o iPhone SE (2016) também.

Lançamento

O iOS 14 será lançado... amanhã (16). Falta pouco para que os usuários da Maçã conheçam esse universo de novidades pelo canal oficial de atualizações. Certifique-se de ter espaço livre no seu smartphone e aguarde o aviso de disponibilização no seu iPhone!

E você, ficou empolgado com essas novidades? Está ansioso para baixar a atualização no seu celular? Conte para a gente nos comentários!

(atualizado em 21 de setembro de 2020, às 20:40)

41

Comentários

Versões finais do iOS e iPadOS 14 começam a ser liberadas aos aparelhos da Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

iPhone XR vs iPhone SE: vale comprar o mais novo, mesmo mais simples? | Comparativo

iPhone SE vs iPhone 8: qual celular menos caro da Apple você deve escolher? | Comparativo

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até novembro de 2019