LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Opinião: o iPad mini foi o melhor lançamento da Apple no último evento

15 de setembro de 2021 11

Já faz algum tempo que a Apple nos surpreende em relação às habilidades fotográficas dos iPhones, e a cada ano, ela consegue entregar um resultado ainda melhor, graças ao novo hardware e à otimização via software.

Mas a tecnologia chegou a tal ponto que, para o usuário comum, que gosta de tirar algumas selfies e enviá-las para redes sociais ou compartilhar alguns vídeos com a família através do WhatsApp, o que temos, já atende a uma boa parte do público.

Pensar em desembolsar até R$ 15.499 em um iPhone, em pleno cenário atual com o dólar nas alturas, inflação cada vez maior, criminalidade crescente devido à falta de empregos e muitos outros aspectos é algo, para muitos, impensável.

Ainda mais levando em consideração que, venhamos e convenhamos, as melhorias trazidas pela nova série de celulares da maçã são mais internas, com o design sendo praticamente idêntico ao da geração passada.

Quando falamos do novo Apple Watch e sua tela 10% maior, outro espanto — todos os rumores apontavam para um redesign radical com laterais planas e até mesmo a possibilidade de incompatibilidade das pulseiras de gerações prévias e, pelo visto, todos estavam errados.

Durante o evento eu tenho certeza que não fui o único a pensar "tá, mas o que me motivaria a trocar o meu Apple Watch Series 6 por esse?" — a tela cresceu só 10% e a bateria pode ser carregada ligeiramente mais rápido, mas continua com a mesma autonomia. Será que vale a pena?


Antes de pegar o Series 6, eu estava muito feliz com meu Series 4, a não ser por um arranhão na tela que me incomodava bastante — e já que a Apple não repara apenas a tela do relógio, me vi "obrigado" a fazer o upgrade para me livrar desse risco.

Honestamente, não fosse isso, possivelmente ainda estaria com o Series 4 até hoje, sem problemas. O ciclo de updates dos relógios não parece ser tão rápido quanto o dos outros produtos, e isso é um fato incontestável.

E por falar em outros produtos, para mim, a estrela deste evento mais recente foi, sem sombra de dúvidas, o novo iPad mini. A Apple conseguiu unir o melhor de dois mundos na nova geração do seu tablet miniatura, que foi o design do iPad Pro e a portabilidade do mini.


Pesando menos de 300g, o painel de 8,3" do novo tablet será o suficiente para muitos usuários, especialmente para aqueles que precisam de ainda mais produtividade no seu Home-office.

O iPadOS 15 traz diversos recursos focados em produtividade que serão capazes de transformar aquele pequeno tablet em uma ferramenta de trabalho para aqueles que precisam.

O hardware interno que já traz o novo processador Apple A15 Bionic deve lidar com qualquer tarefa sem problemas, e até, se calhar, pode oferecer experiências incríveis com jogos e consumo de conteúdo, para aqueles momentos de lazer.

Mais Notícias

Em uma época onde estamos nos reaproximando cada vez mais dos tablets, o iPad Mini 6 iPad mini (2021) veio como uma atualização muito necessária, afinal de contas, seu antecessor ainda trazia bordas gigantescas e um design cruelmente ultrapassado.

Apesar de os preços do mini no Brasil não estarem muito convidativos, ainda assim, para muitos ele será um companheiro ideal em inúmeros cenários. As novas cores também vão ser muito bem recebidas, especialmente pelo público mais jovem.

O que mais me surpreendeu foi que, além de dar ao novo mini o mais recente tratamento externo, a Apple também investiu em novas câmeras e agora temos até mesmo a presença de um flash LED na traseira. Tablets não são comumente ferramentas de fotografia ou vídeo, mas, levando em consideração a portabilidade do iPad mini, diria que este pode até entrar na lista de exceções.

Uma coisa é certa: o novo iPad mini já estreou chamando muita atenção e, com certeza deverá inspirar muitas outras marcas a investir no lançamento de tablets compactos nos próximos meses.

O problema é que, apesar de muitas poderem copiar o design, a experiência em software, suporte a atualizações por muitos anos, acessórios e ecossistema integrado ainda são algo difícil ou quase impossível de se alcançar.

Os R$ 6.199 cobrados pela maçã pelo iPad mini no Brasil não são justos — talvez, nem metade deste valor fosse justo, mas tendo em consideração a cotação atual da moeda brasileira, dá para entender o motivo por trás do preço inflado.

Para os que puderem importar, os US$ 499 (R$ 2.618) me parecem um ótimo investimento, caso um tablet caiba no seu uso cotidiano. Por esse valor, aqui no Brasil a gente tem acesso a tablets mais básicos, que nem de longe vão entregar a mesma experiência de uso (especialmente em software).

O Apple iPad Mini ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

11

Comentários

Opinião: o iPad mini foi o melhor lançamento da Apple no último evento

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

iPhone XR vs iPhone SE: vale comprar o mais novo, mesmo mais simples? | Comparativo

iPhone SE vs iPhone 8: qual celular menos caro da Apple você deve escolher? | Comparativo

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho