LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Apple anuncia M2 Pro e M2 Max como novos processadores para Mac com GPU de até 38 núcleos

17 de janeiro de 2023 6

A Apple anunciou nesta terça-feira (17), sem muito alarde, a nova geração do Mac mini, seu desktop compacto, e novos modelos de MacBook Pro. A característica em comum entre os computadores inéditos são o M2 Pro e M2 Max, os novos processadores de alto desempenho da marca projetados com foco em aplicações profissionais mais complexas.

Os chips têm mesma configuração de até 12 núcleos de seus respectivos antecessores, M1 Pro e M1 Max, mas com uma CPU de “nova geração” que promete melhorias no desempenho bruto do hardware. Por outro lado, há aumentos significativos na contagem de núcleos gráficos, capacidade de memória unificada e muito mais.

(Imagem: Divulgação/Apple)

Ambos os processadores são fabricados com uma nova litografia de 5 nanômetros que garante mais eficiência de energia e, por consequência, melhor desempenho. Veja detalhes de cada um dos novos processadores a seguir.

M2 Pro

Opção de entrada para o MacBook Pro de 14 e 16 polegadas, mas equipando o modelo mais poderoso de Mac mini, o M2 Pro é um processador com 40 bilhões de transistores produzidos com processo de 5 nanômetros de “segunda geração”, garantindo ainda mais eficiência e desempenho que a primeira versão da litografia utilizada no M1 Pro.

Além de ostentar 20% mais transistores, o M2 Pro promete ser 20% mais veloz em multithread que seu antecessor graças à sua arquitetura híbrida que combina até 8 núcleos de alto desempenho com 4 núcleos de alta eficiência, permitindo que os notebooks alimentados por esse hardware tenham autonomia ainda maior.

(Imagem: Divulgação/Apple)

A GPU, que pode ser configurada com 16 ou 19 núcleos, tem desempenho bruto melhorado em até 30%, resultando em processamento de imagem e jogos muito mais rápido que o modelo anterior. Dados da Apple mostram que o novo processador consegue ser 40% mais rápido que o M1 Pro em tarefas no Adobe Photoshop.

M2 Max

Para os profissionais que demandam o melhor desempenho em um dispositivo portátil, o M2 Max é o atual processador mais avançado da Apple. Estamos falando de uma plataforma com 67 bilhões de transistores — três vezes mais que o M2 — que garante o dobro de largura de banda de memória unificada do M2 Pro.

O M2 Max também possui 12 núcleos de CPU, mas sua GPU pode ser configurada com 38 núcleos. A memória unificada desse hardware é 50% maior que a do M1 Pro, portanto, é possível configurá-lo com até 96 GB de RAM. O Neural Engine, que gerencia as tarefas de aprendizado de máquina, segue com 16 núcleos.

Assim como o M2 Pro, o M2 Max possui mecanismos de codificação e decodificação de vídeo para acelerar tarefas de renderização e processamento dedicado. Entre os codecs acelerados pelos chips, há o H.264, HEVC, ProRes e o ProRes RAW. O ProRes tem a vantagem de possuir codificação e decodificação nativa, garantindo mais eficiência de energia.

Veja mais!


6

Comentários

Apple anuncia M2 Pro e M2 Max como novos processadores para Mac com GPU de até 38 núcleos

Apple apresenta o novo Mac Studio de alto desempenho e monitor Studio Display; veja os preços

Apple TV Plus vai transmitir jogos de beisebol ao vivo, inclusive no Brasil

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

iPhone XR vs iPhone SE: vale comprar o mais novo, mesmo mais simples? | Comparativo