LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Vendas de iPhone despencam e participação da Apple cai para menos de 5% no Brasil

26 de julho de 2016 124

A Apple está em uma situação crítica no mercado brasileiro; após divulgar uma queda nos lucros para o primeiro trimestre do ano, não é de se surpreender que o mercado brasileiro, com toda a crise econômica que vem enfrentando nesses últimos anos, tenha sido um dos que mais apresentou redução nas vendas do smartphone da maçã.

Segundo um artigo recém-publicado pela Folha de São Paulo, no primeiro trimestre desse ano, as vendas de iPhone caíram em 40% em terras tupiniquins quando comparado ao mesmo período do ano passado, com cerca de 498 mil unidades vendidas, de acordo com os dados publicados pela empresa de consultoria Gartner.

Vendo seu reinado sucumbir, a empresa de Tim Cook agora abocanha menos de 5% de participação no mercado, enquanto sua principal concorrente, a Samsung, viu seu marketshare crescer mais de 42% em nosso país (mesmo ainda apresentando uma queda de 15% nas vendas se comparado ao primeiro trimestre de 2015).

Vendas (em milhares) de cada fabricante no Brasil

Mas não é só a Apple que tem sofrido com a crise econômica brasileira, a LG, por exemplo, foi a empresa que mais perdeu clientes este ano, com vendas 58,4% menores do que as do ano passado.

O irônico disso tudo, é que o iPhone representa uma oferta para um dos segmentos de smartphone que mais ganha mercado em nosso país — o dos aparelhos mais caros que R$3.000.

Enquanto no ano passado esse nicho de smartphones representava apenas 1,7% dos dispositivos vendidos, este ano o número cresceu para 5,3%, algo que só prova que, apesar da crise, os consumidores estão ficando cada vez mais exigentes (e experientes) no que diz respeito ao aparelho em que investirão seu tão suado dinheiro.

Não é só o preço

Além do fator “preço”, outro motivo que pode ter levado à queda de vendas do iPhone no mercado tupiniquim é simplesmente a tão comentada ”falta de inovação”.

O analista Diego Silva, por exemplo, comentou que a Apple sempre teve essa imagem de “artigo de luxo“, quase como se oferecesse sua marca à frente de funcionalidades; no lançamento do iPhone 6s, por exemplo, antes da abertura oficial da Apple Store (conhecida por ter filas gigantescas em suas portas), haviam mais funcionários na loja do que clientes interessados em comprar o aparelho.

iPhone SE, o possível 'salvador da pátria'

Silva acredita que para o segundo semestre desse ano os resultados podem ser um pouco melhores para a maçã, primeiro devido à uma recuperação do mercado como um todo, e segundo por causa do lançamento de uma versão com o preço mais acessível, o iPhone SE, que é oferecido no Brasil por R$2.700, valor muito abaixo dos R$3.999 cobrados pelo iPhone 6s.

O Apple Watch parece ser outro produto que tem caído no conceito dos usuários de smartwatch, com a redução de suas vendas causando uma queda de 32% no mercado para gadgets nessa categoria.

Queda Global

A maçã parece estar em queda livre ao redor do mundo, isso refletiu diretamente na queda recente de suas ações, que agora são vendidas a um valor abaixo de US$95.

Na China, por exemplo, a Gigante de Cupertino também viu sua participação de mercado encolher, graças à preferência no país por marcas locais como, por exemplo, Xiaomi, Vivo, Oppo, dentre outras.

Nos EUA, sua terra natal, a fabricante hoje vale menos do que a fabricante taiwanesa ASUS, tendo conseguido apenas 4.4 milhões de vendas no último trimestre, contra 4.5 de sua concorrente asiática.

(atualizado em 20 de setembro de 2018, às 15:36)

124

Comentários

Vendas de iPhone despencam e participação da Apple cai para menos de 5% no Brasil

OnePlus 6 e Redmi Note 5 entram na lista dos 15 aparelhos mais radioativos

Huawei no Brasil fará diferença? Positivo fecha trimestre no vermelho

Samsung Galaxy J7 Pro ou Motorola Moto G5S Plus? Comparativo TudoCelular ajuda a escolher

Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia até junho