LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Zenfone 4 com Snapdragon 630 imita variante mais potente apenas na autonomia

31 de julho de 2018 18

O Zenfone 4 já ganhou sua análise completa no TudoCelular, e até refizemos nossos testes de bateria e desempenho com ele após a chegada do Android 8.0 Oreo. Em todos esses casos, porém, usamos a versão que nos foi cedida pela Asus, contando com o poderoso Snapdragon 660 ao invés do já mais modesto Snapdragon 630.

Resolvemos fazer então os testes com esta versão mais simples do aparelho, para ver se vale a pena economizar um pouco e ainda ter uma experiência bacana ou se é melhor partir logo para a variante mais robusta e cara, sendo usado aqui já o Android Oreo.

Autonomia

Para saber como o ASUS Zenfone 4 com Snapdragon 630 realmente se sai em autonomia, realizamos um teste simulando um uso mais real com o aparelho durante todo o dia seguindo a metodologia abaixo:

  • 6 minutos de navegação no site do Tudo Celular usando o Chrome, vídeos no YouTube, vídeo no MX Player, streaming no Spotify, músicas no PowerAMP, WhatsApp e jogos;
  • 4 minutos de chamadas via 3G;
  • 2 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps.
  • Foram repetidos vários ciclos com intervalos de 30 minutos até esgotar totalmente a bateria do aparelho. Desta forma, tivemos uma ideia mais precisa da real autonomia.

Após um dia inteiro de testes, chegamos aos seguintes resultados:

  • Foram necessárias 13 horas e 25 minutos para esgotar totalmente a bateria do Zenfone 4 com o brilho da tela em 200 lux (próximo de 40%).
  • A tela permaneceu ligada por 6 horas e 40 minutos.
  • Realizamos 9 ciclos de testes que incluíram:
  • 320 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp, Chrome, MX Player e YouTube (54 minutos cada);
  • 54 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Asphalt 8, Modern Combat 5, Candy Crush e Injustice);
  • 54 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (20 minutos cada);
  • 36 minutos de ligações conectado em rede 4G
  • Temperatura da bateria ficou entre 26 e 36°C.
  • O aplicativo que mais devorou a bateria foi o Asphalt 8.
Desempenho

O Zenfone 4 com Snapdragon 660 é, até agora, o rei de nosso teste prático de velocidade dentre os intermediários vendidos oficialmente no Brasil, perdendo na categoria apenas para o Mi Note 3 da Xiaomi.

Assim como aconteceu com seu concorrente direto, o Zenfone 4 (SP630) passou bem pela primeira volta de nossa lista de apps, abrindo todos os 12 aplicativos e retornando ao cronômetro em 1 minuto e 25 segundos.

Já na segunda volta os 3 GB de RAM se mostraram completamente insuficientes para que a ZenUI conseguisse gerenciar os processos, fazendo todos os aplicativos serem novamente carregados e o tempo praticamente se repetir, com 1 minuto e 24 segundos.

Isso colocou o Zenfone 4 com um total de 2 minutos e 49 segundos, ultrapassando a já ruim marca de 2 minutos e 33 segundos encontrada no Moto X4, e ficando muito atrás do Xperia XA2 Ultra e outros rivais com a mesma plataforma

Benchmark

Não podemos deixar de fazer também os testes de benchmark, já que muita gente ainda se baseia neles para comparar o desempenho bruto de aparelhos. Nossa lista inclui as quatro principais opções, então veja agora os resultados alcançados pelo Zenfone 4 no AnTuTu, GeekBench, GFXBench e 3D Mark.

Como era de se esperar, tivemos basicamente os mesmos resultados que já havíamos visto no Moto X4 e no Xperia XA2 Ultra, ambos com o Snapdragon 630 como plataforma. Isso coloca o Zenfone 4 pouco acima dos dispositivos com Snapdragon 626, mas um pouco abaixo daqueles com o Snapdragon 636.

Jogos

Depois de ver como o Zenfone 4 se saiu ao executar apps em geral, seja no desempenho ou na autonomia, chegou a hora de descobrir se a versão mais simples do aparelho dá conta de executar alguns jogos. Como sempre, foi usado o GameBench para medir a estabilidade e o consumo, e o link para baixar o app está na descrição.

No Asphalt 8, Clash Royale, Subway Surfers e Injustice 2 tivemos a taxa máxima possível no aparelho da ASUS, o que deixa a jogatina bastante divertida.

Já no Modern Combat 5, Vainglory, e PUBG Mobile a situação não foi a mesma, sendo alcançados 33, 52 e 25 fps, respectivamente.

Sobre a autonomia, considerando Asphalt 8, Modern Combat 5, Subway Surfers, Injustice 2, Vainglory e Clash Royale, tivemos a média de 5 horas e 45 minutos de jogatina, o que fica bem atrás das 8 horas em média alcançadas pela variante com Snapdragon 660, além de também perder para todos os rivais com o mesmo chip.

Ao menos no fenômeno PUBG Mobile tivemos uma média razoável de 5 horas e meia, que pode não ser o que muita gente iria querer mas ao menos é suficiente para jogar algumas partidas antes de precisar correr até a tomada.

Isso demonstra que apesar de lidar bem com a maioria dos títulos em termos de desempenho, o Zenfone 4 mais simples acaba ficando no limite ao executar jogos pesados, e com isso a sua bateria é quem paga a conta.

GameBench

Desenvolvedor: GameBench Ltd

Preço: grátis - oferece compras no app

Tamanho: Depende do dispositivo

Conclusão

Todos estes testes nos mostraram que a diferença de R$ 400 no preço oficial do Zenfone 4 entre as versões com Snapdragon 630 e 660 realmente é justificada, sendo encontrado um desempenho bem inferior e até mesmo uma autonomia de bateria não tão legal na versão mais básica.

Além disso, na faixa de preço do Zenfone 4 mais simples temos aparelhos como o Moto Z2 Play, que ainda nos dias de hoje continua como uma ótima opção em termos de desempenho e duração da bateria, não deixando em nada a desejar e ainda permitindo uso do Snap para estender ainda mais seu tempo longe das tomadas.

Transmissão encerrada!

31/7/2018 - 21.15

Obrigado pela companhia até aqui e nos vemos nos testes do Zenfone 5 em breve.

31/7/2018 - 21.14

Foram 9 ciclos, com 6 horas e 40 minutos de tela para um tempo total de 13 horas e 26 minutos longe da tomada. Os dados dos demais testes de bateria e também desempenho estarão na pauta acima, bem como o vídeo.

31/7/2018 - 21.13
31/7/2018 - 20.30

E o Zenfone 4 acaba de morrer.

31/7/2018 - 20.12

Estamos de volta para ver até quando o Zenfone 4 fica ligado e quanto tempo de tela renderá, mas dificilmente conseguirá completar mais um ciclo com apenas 7% de carga.

31/7/2018 - 19.42

Nono ciclo encerrado e pelo que vemos, dificilmente teremos um décimo ciclo completo. Até agora foram 6h e 20min de tela ligada.

31/7/2018 - 19.41
31/7/2018 - 18.20

Fechamos o oitavo ciclo com o Zenfone 4 indo a 18% de carga.

31/7/2018 - 18.19
31/7/2018 - 17.25

Já estamos no oitavo ciclo, agora com 29%.

31/7/2018 - 16.49

Fechamos o sétimo ciclo e agora o Zenfone 4 conta com 32% de carga.

31/7/2018 - 16.48
31/7/2018 - 15.30

Zenfone 4 agora está com 42% após o sexto ciclo. Acumulou 4h de tela até aqui, com o Asphalt 8 ainda na liderança negativa de app gastão.

31/7/2018 - 15.26
31/7/2018 - 15.25

Nós unimos os resultados de dois ciclos (por conta do intervalo para o almoço).

31/7/2018 - 13.06

Quinto ciclo em andamento.

31/7/2018 - 12.30

Depois de fechado o quarto ciclo, temos agora 64% de carga no Zenfone 4. O sistema aponta o Asphalt 8 como o vilão do consumo, com 2h e 51min de tela.

31/7/2018 - 12.29
31/7/2018 - 11.30

Quarto ciclo na ativa, ainda com 75%.

31/7/2018 - 10.57

Fechamos mais um ciclo, restando agora 75% de carga e a contagem do tempo de tela continua bugada.

31/7/2018 - 10.57
31/7/2018 - 10.06

Já estamos no terceiro ciclo, iniciado com 84% de carga.

31/7/2018 - 09.43

E aí temos a verdade aparecendo. Aparentemente o bug dos 99% nos enganou após o primeiro ciclo. O GSam também bugou de alguma forma, já que o tempo de tela não contabilizou corretamente.

31/7/2018 - 09.41
31/7/2018 - 08.33

E já estamos no segundo ciclo, ainda com 95% de carga.

31/7/2018 - 08.06

E o Zenfone 4 inicia o teste muito bem, com consumo de apenas 5% da bateria no primeiro ciclo.

31/7/2018 - 08.06
31/7/2018 - 07.07

Primeiro ciclo rodando.

31/7/2018 - 07.07
31/7/2018 - 07.02

Bom dia, estamos com o Zenfone 4 (Snapdragon 630) a postos para iniciar o teste de bateria.

O Asus ZenFone 4 está disponível na Pontofrio por R$ 1.495. O custo-benefício é médio mas existem 4 modelos melhores. Para ver as outras 72 ofertas clique aqui.
(atualizado em 20 de agosto de 2018, às 04:37)

18

Comentários

Zenfone 4 com Snapdragon 630 imita variante mais potente apenas na autonomia
Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor autonomia | Guia do TudoCelular