LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Mais velha que o Big Bang? Matusalém, estrela mais antiga do universo, tem idade redefinida

19 de setembro de 2017 13

Matusalém, nome que a estrela HD 140283 recebeu por ser incrivelmente velha, tem sido um grande mistério para astrônomos. Afinal, como uma estrela pode ser mais velha do que o próprio universo?

Estamos falando de uma estrela sub-gigante pobre em metais, com uma magnitude até então aparente de 7,223. Essa vizinha esquisita é conhecida há cerca de um século, destacando-se por sua altíssima velocidade, mas muito a seu respeito é motivo de discordâncias entre teorias.

Segundo métodos de cálculos tradicionais, ela teria 14,5 bilhões de anos, e essa informação fica bem estranha quando você sabe que a estimativa é de que o Big Bang aconteceu há 13,8 bilhões de anos.

Então, quem veio primeiro? O ovo ou a galinha?

A pergunta é retórica. Não faz muito sentido uma estrela existir quase 1 bilhão de anos antes de ocorrer o fenômeno que deu origem a tudo. Então, ou o método de cálculo pode ser o problema aqui, ou as informações obtidas até então foram imprecisas.

Mas parece que agora os cientistas conseguiram encontrar um caminho para buscar respostas, conforme indica o estudo publicado na revista Solar and Stellar Astrophysics.

Cálculos

Para determinar a idade de uma estrela, são consideradas as suas propriedades físicas - temperatura, luminosidade, quantidade de metal, massa, etc. Mas para determinar a idade do universo, considera-se outras características, como temperatura e a pressão da radiação de fundo de microondas cósmicas. Essa radiação é a luz mais distante que somos capazes de detectar.

Há outra forma de calcular a idade do universo, que é estudando a formação de estrelas, aglomerados estelares e a criação e desenvolvimento de galáxias, e os cientistas no geral concordam que a margem de erro aqui é de 100 milhões de anos.

Por isso, não é a suposta idade da Matusalém que mudará as informações que tínhamos sobre o universo, e sim o contrário. A comunidade científica não vê indícios de que o universo tenha 14,5 bilhões de anos, então a solução mais lógica é recalcular a idade da estrela. Claro, para isso é necessário uma investigação meticulosa.


Com o telescópio espacial Hubble, os astrônomos buscaram reavaliar primeiro a distância da HD 140283 em relação à Terra. Com uma abordagem diferente - usando o princípio Paralaxe - eles determinaram que Matusalém está a 190,1 anos-luz de distância de nós. Outros fatores descobertos é que ela se move a uma velocidade 1,3 milhão de km/h, e tem uma órbita excepcionalmente longa.

A equipe também buscou avaliar melhor a taxa de queima da HD 140283, e aparentemente ela tem uma alta relação de oxigênio para ferro. Isso significa que ela pode ser mais jovem do que os absurdos 14,5 bilhões.

Com essas novas informações, os pesquisadores puderam então recalcular seu brilho e, por fim, reavaliar sua idade.

Então, afinal, quantos anos tem a Matusalém?

De acordo com Howard Bond, professor do departamento de astronomia e astrofísica da Universidade da Pensilvânia (EUA), há um nível de incerteza, que poderia somar ou subtrair 800 milhões de anos da idade suposta da estrela. No caso de subtração, a estrela passa a ter uma estimativa de idade inferior à idade do universo: 13,7 bilhões de anos.

Os novos cálculos parecem ainda incertos, mas os pesquisadores estão bastante confiantes de que, com novas informações, conseguirão no futuro reduzir mais um pouco a idade da estrela.

Matusalém está a caminho de esgotar seu núcleo de hidrogênio e se tornar uma gigante vermelha. Depois de se expandir por um tempo, a estrela diminuirá para se tornar uma anã branca, ou uma supernova.


13

Comentários

Mais velha que o Big Bang? Matusalém, estrela mais antiga do universo, tem idade redefinida
  • A ciência séria e comprometida com a verdade é, antes de mais nada, humilde. Sabe reconhecer seus erros e trabalhar tanto para corrigí-los quanto para divulgá-los.
    A ciência sabe que é uma vela na escuridão, iluminando o caminho para a verdade e dissipando as trevas da ignorância e da superstição.

      • O legal desses cientistas é que não se envergonham em assumir que não está lá muito certos disso ou daquilo.
        Alias, adoram quando descobrem que estavam engados, pois isso se torna um combustível para mais e mais estudos e assim mais e mais descobertas.

        Chupem essa manga conspiradores da ciência das coisas.

          • Legal esse texto, mas só eu percebi que para não por em cheque a teoria do big bang eles resolveram mudar a forma de calcular somente esta estrela???

              • Entrei achando que ia ter a turma do supletivo desconfiando dos cientistas
                Ah mas como eles podem saber kkkkkkk

                XD

                • Mas como uma estrela pode durar tanto tempo, se ela vai virar uma supernova quando morrer, significa que a massa dela é umas 15 vezes maior que a do sol, e estrelas dessa magnitude definitivamente não vivem tanto tempo porque queimam seu combustível muito depressa. Talvez ela seja uma estrela bem anômala porque o Universo guarda muitos segredos.

                  Brincadeira, pessoal. A resposta é simples: Essa estrela não existe porque estrelas não existem, a não ser o Sol, porque a Terra é plana, e não existe nada além do Domo. Fact.

                  Android

                  Ranking TudoCelular: gráficos com todos os testes de desempenho e autonomia

                  Android

                  10 melhores smartphones top de linha para fotos e vídeos | Guia do TudoCelular

                  Android

                  TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular

                  Android

                  TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular