LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Xiaomi: Scooter, Mi Box S, headset, roteador e outros produtos são encontrados na Anatel

24 de abril de 2019 85

Atualização em 24/04/2019 - por CM

Dando continuidade às homologações de produtos da Xiaomi, hoje (24) encontramos por lá muitas novidades que devem animar os mais diferentes Mi fãs brasileiros.

Os maiores destaques sem dúvidas são a Mi Electric Scooter e a Mi Box S. A primeira, bem, é a scooter da companhia, que pode chegar ao mercado em um momento em que Grin e Yellow popularizam o segmento de patinetes elétricos em alguns capitais. A segunda é um set-up box capaz de levar apps como YouTube e Netflix para televisores não-smart.

Outras novidades são a Mi Electric Tootbrush, bem, uma escova de dentes elétrica; Mi Bluetooth Headset Classic, um fone sem fios; o Mi WiFi Repeater 2, um roteador da chinesa; e o Mi Wireless Mouse. Bastante novidade, e isso porque ontem (23) já havíamos apurado as homologações da Mi Action Camera 4K e um segundo pedido de liberação pro Pocophone F1.


Ou seja, como podemos perceber ao acompanharmos essa linha do tempo, o retorno que a chinesa planeja ao Brasil deverá ir bem além de smartphones mesmo. Se se isso tudo estiver sendo pedido por ela, claro...

Some aí o fato dela estar buscando os direitos do nome "Mi Store" no país e temos pistas valiosas do que ela anda pretendendo. E cá entre nós, tudo isso seria um belo chute na porta, diferente da sua primeira passagem por aqui, apenas com o lançamento do Redmi 2 e Redmi 2 Pro e alguns acessórios, por muito tempo vendidos apenas em vendas temporárias exclusivas.

O que vem por aí?

Atualização em 23/04/2019 - por CM

Não é de hoje que vários produtos da Xiaomi têm surgido misteriosamente nos sistemas da Anatel. Por enquanto apenas aqueles da parceria com a DL tiveram documentação liberada, enquanto os outros seguem envoltos em um mistério no mesmo momento em que a chinesa anuncia sua intenção de voltar ao país.

Ao longo dessa linha do tempo que estamos desenhando há alguns meses você pode conferir tudo que já encontramos por lá e que podem ser um aperitivo do que a fabricante deseja proporcionar ao mercado brasileiro. E bem, se somando a esses produtos, pode ser que vejamos a Mi Action Camera 4K como um dos destaques da companhia por aqui, já que ela está nos sistemas da Agência Nacional de Telecomunicações.

Assim, para além de alguns smartphones incluindo o top de linha Mi 9, a Mi Band 3 e alguns smartwatches, alguém está com intenções de vender também as câmeras da empresa. Quem será?


Quando o assunto é telefonia novamente, é possível encontrar na Anatel uma segunda homologação para o Pocophone F1, já comercializado na Ricardo Eletro pela mineira DL. Fica difícil não desconfiar que seja a própria Xiaomi quem tenha feito o pedido dada sua vontade de voltar ao Brasil, mas documentos ainda não foram liberados para confirmarmos isso.

Seguimos no aguardo por mais novidades!

Atualização em 22/04/2019 - por CM

Essa é para começar bem a segunda-feira.

A essa altura do campeonato já é evidente que a Xiaomi prepara terreno para voltar a atuar no país, por mais que atualmente os Redmi Note 6 Pro e Pocophone F1 sejam comercializados oficialmente pela DL. As redes sociais da chinesa instigam mesmo um possível lançamento de uma Mi Store por aqui, mas por enquanto só confirma os planos de trazer diversos produtos para além dos seus smartphones ao Brasil.

Pois bem: por isso, talvez os Redmi 7, Redmi GO e Redmi Note 7 estivessem passando por homologação na Anatel. Apesar de que, ainda não é possível afirmar que a solicitante é a fabricante, e não sua parceira comercial mineira, a DL.

Agora, juntam-se a esses três aparelhos ainda não oficializados aqui os Mi 8 Lite e Mi 9. Sim, mesmo a linha Mi deverá ter sua chance por aqui, e com opções desde o econômico modelo mais simples do top de linha de 2018, assim como o modelo regular flagship de 2019.

Para além desses, ainda estão em vias de liberação os acessórios Amazfit Bip, Amazfit Pace, e a Mi Band 3.

Se isso tudo estiver sendo solicitado pela Xiaomi, parece que ela não vai deixar a Huawei brilhar sozinha no seu retorno ao Brasil.

A essa altura do campeonato algo é bem óbvio: as chinesas estão animadas com o público consumidor brasileiro. Será que os preços das concorrentes irão cair? Conte para a gente nos comentários!

Atualização em 01/04/2019 - por CM

Xiaomi ou DL? Redmi Note 7 passa pela Anatel, se juntando aos Redmi 7 e Redmi GO

A cada nova checagem nos sistemas da Anatel é possível perceber que 2019 promete, cada vez mais, ser um ano animado no mercado de smartphones no Brasil.

A Samsung tem quase uma dezena de celulares para anunciar, enquanto a Huawei dá os primeiros passos para lançar os P30 Lite e P30 Pro. Além disso, a DL já tem dois Xiaomi no mercado, mas um movimento recente nas suas redes sociais vem sugerindo um possível investimento mais incisivo no Brasil.

Fato é que seja através da DL ou dela mesma, três novos smartphones dela estão em vistas de terem a documentação da homologação liberada. Já havíamos reportado as novidades Redmi 7 e Redmi GO. Porém, hoje surgiu por lá o potente Redmi Note 7 com sua câmera de 48 megapixels.

Assim sendo, possivelmente teremos nos próximos meses cinco smartphones dela nas prateleiras. Como será feita a distribuição desses três últimos é que segue sendo o maior mistério. Mas como a chinesa anda atualizando suas redes sociais diariamente, não é exagero cravar de que teremos novidades em breve!

Artigo original de 14/03/2019

Enquanto o público aguarda ansioso o lançamento do Pocophone F1 e do Redmi Note 6 Pro de forma oficial no Brasil graças à parceria da Xiaomi com a brasileira DL, novidades na Anatel indicam que a dupla poderá ganhará companhia em breve.

Os novíssimos Redmi 7 e Redmi GO estariam a caminho do Brasil. Os dispositivos aparecem nos sistemas da Anatel, mas ainda não é possível afirmar que se trata de um pedido realizado pela representante oficial da fabricante no Brasil, por mais provável que isso seja.

Assim, em breve poderemos ter quatro smartphones da chinesa no varejo, inicialmente restrito às lojas da Máquina de Vendas (Insinuante, Ricardo Eletro, e outros). Seria uma aposta forte, tendo em vista que quando a própria Xiaomi atuou diretamente no país, não fez mais que vender um único smartphone: o Redmi 2.

Para além desses, vale lembrar que o Mi 6x também está em processo de ser homologado por aqui.


Talvez a maior dúvida do público interessado nesses lançamentos no momento seja o preço: a DL, que confirmou a venda dos Poco F1 e Redmi Note 6 Pro, já informou que está importando os aparelhos, e sendo assim não conseguirá competir com o valor chinês que tanto faz os olhos dos interessados brilharem.

Outra dúvida do consumidor nesse momento gira em torno da data de lançamento dos produtos: mesmo os dois já confirmados seguem sem um lançamento oficial até o momento.

Vale lembrar, o Redmi 7 é a segunda aposta da Redmi enquanto submarca da Xiaomi. A primeira foi a linha Redmi Note 7, que trouxe dois dispositivos com câmeras que alcançam incríveis 48 megapixels. Esses ainda não foram avistados na Anatel.

Redmi 7

  • Tela de 6.26 polegadas com resolução Full HD+ (1520x720 pixels) e proporção 19:9
  • Processador Qualcomm Snapdragon 625
  • 2 GB, 3 GB ou 4 GB de memória RAM
  • 16 GB, 32 GB ou 64 GB de espaço para armazenamento interno
  • Câmera traseira dupla sendo a principal de 12 megapixels
  • Câmera frontal de 8 megapixels
  • Dimensões: 158,65 x 76,43 x 8,47 mm
  • Peso: 180 gramas
  • Bateria de 4.000 mAh
  • Android 9.0 Pie sob a interface MIUI 10
Redmi GO

  • Tela LCD de 5,0 polegadas com resolução HD (1280x720 pixels) na proporção 16:9
  • Processador Qualcomm Snapdragon 425 de até 1,4 GHz
  • GPU Adreno 308
  • 1 GB de memória RAM
  • 8 GB ou 16 GB de armazenamento interno (expansível via MicroSD)
  • Câmera traseira única de 8 MP (f/2.0)
  • Câmera frontal de 5 MP (f/2.2)
  • Bateria de 3.000 mAh
  • Android 8.1 Oreo (Go Edition)
  • Conector microUSB
  • Dimensões de 140,4 x 70,1 x 8,35 mm

E você: dentre os possíveis Xiaomi que veremos no mercado em breve, qual estaria mais propenso a comprar? Conte para a gente nos comentários!

(atualizado em 24 de maio de 2019, às 06:16)

85

Comentários

Xiaomi: Scooter, Mi Box S, headset, roteador e outros produtos são encontrados na Anatel
Android

Melhores smartphones: TOP 5 do TudoCelular para você | Abril 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular