LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Detetive TudoCelular: saiba se carregamento de 50W do Xiaomi Mi 10 Pro pode danificar bateria

13 de fevereiro de 2020 13

Na manhã desta quinta-feira (13), a Xiaomi revelou a sua nova família de smartphones tops de linha, composta pelos modelos Mi 10 e Mi 10 Pro. Um dos destaques do aparelho mais sofisticado é o seu carregamento de 50W, o que permite ficar menos tempo na tomada até ter 100% da sua bateria de volta.

Contudo, uma dúvida antiga sobre o uso de recargas rápidas desperta a curiosidade dos usuários quanto a possíveis danos à bateria do celular, de forma a reduzir sua vida útil. Isso procede? A coluna Detetive TudoCelular investigou os motivos para o medo e se realmente há algum prejuízo em utilizar o recurso Quick Charge. Entenda mais a seguir:

Motivos da preocupação

O receio de muitos usuários quanto a danos na bateria surge devido a maiores tensões – de 5V para até 20V – e correntes – de 0,5 ou 1 A para 2 ou 3 A – aplicadas ao aparelho, para encher a bateria com um tempo menor.

Com o passar dos meses, acredita-se que a autonomia baixaria, em comparação a situações nas quais apenas a carga normal é aplicada. O entendimento é que o dispositivo seria “forçado” a algo acima do seu normal.

Carregamento em duas fases

O carregamento rápido em si não causa qualquer dano à bateria do seu celular. No final do ano passado, o engenheiro do site de reparos iFixit, Arthur Shi, chegou a comparar o processo como uma esponja: quando você põe água no objeto enquanto seco, ele vai absorver mais rápido. Caso você mantenha o ritmo, o líquido irá se acumular na superfície e poderá derramar para outros lugares.

O recurso do Quick Charge consiste em duas fases para encher a bateria. A primeira, a qual vai até entre 70% e 80%, consiste em acelerar o processo, para chegar mais rápido até essa parte.

Já a segunda – os últimos 20% ou 30% – conta com um gerenciamento mais cuidadoso e lento, para evitar que um excesso de carga não seja absorvido e resulte em curtos ou outros problemas que – aí sim – podem resultar em prejuízos mais sérios à bateria.

O que reduz a vida útil da bateria?

Dois casos principais são comprovadamente fatores de redução da vida útil da bateria. Um deles se trata das altas temperaturas. Portanto, controlar os graus do seu smartphone é algo de extrema importância.

Não somente enquanto carrega, como também evitar exposições ao Sol ou deixar o aparelho perto de locais mais aquecidos – como fornos, churrasqueiras e outros objetos que emitem calor.

Outro ponto que pode danificar a bateria é deixá-la chegar a zero. O descarregamento completo dela pode gerar reações químicas que diminuem sua “validade”. A recomendação é colocar o celular na tomada quando estiver em torno de 30%.

Sobrecarga afeta?

Outro ponto que gera dúvida consiste em saber se deixar o celular na tomada depois de atingir os 100% impacta negativamente. Os smartphones mais modernos possuem um sistema de gerenciamento o qual corta a carga elétrica quando está completa, segundo o pesquisador do assunto no Argonne National Laboratory, Vankat Srinivasan. No entanto, manter o celular ligado faz aumentar o gasto de energia da sua residência.

“A menos que algo dê errado com o circuito, você não pode sobrecarregar um telefone moderno, eles têm proteção embutida para impedir exatamente que isso aconteça.”


Vankat Srinivasan

Pesquisador de bateria no Argonne National Laboratory

Em outras palavras, você poderá usufruir tranquilamente do carregamento de 50W do Mi 10 Pro, sem se preocupar que o recurso poderá drenar a autonomia a médio e longo prazo. Porém, é importante manter os devidos cuidados para evitar superaquecimentos e descarregamento completo do seu dispositivo.

E aí, qual é a sua avaliação sobre o carregamento ultrarrápido presente no novo flagship da Xiaomi? Comente conosco!


13

Comentários

Detetive TudoCelular: saiba se carregamento de 50W do Xiaomi Mi 10 Pro pode danificar bateria
  • tem até de 65W da xiaomi !; D

      • Será que não é 10v 5a ?
        Pq o Galaxy Note 10 é 15v 3a

          • Temperatura diminui a vida util....Quando se carrega quickcharger ele aquece muito mais o aparelho,agora no verão então....Eu ainda não me convenci....acho que esse aquecimento excessivo no carregamento prejudica a bateria.

            • O mi 10 poderia ter as mesmas especificações de câmeras. Poderiam apenas ter tirado o carregamento sem fio e reverso e a tela de 90hz

                • O povo é ignorante... Uso o Quick Charge 3.0 em mais de 1 ano e não mudou em nada a autonomia.

                    • fator de redução da vida útil da bateria, um deles se trata das altas temperaturas.

                      Aqui nesta parte eu me pergunto, então para que diabos inventaram a porcaria do carregamento por indução, erroneamente chamado "sem fio", esta joça tem fio e tem um dispositivo maior que o carregador, é algo inútil, esquenta demais o aparelho.

                      Meu carro tem uma trolha dessa por indução, se tento usar os celulares parecem que vão explodir, o Moto Z2 Force com snap de carregamento por indução é o que menos esquentava, já o S10 e o Mi 9, creem deus pai, esquentam que dá medo.

                      Nunca mais usei, comprei um carregador de celular veicular quick-charger 3.0 com duas saídas e pronto, carrega tranquilamente e ainda deixo os aparelhos dentro do porta-luvas refrigerado.

                        • Sim, sem fio porque não tem conexão diretaE sim, há utilidade para ele. Carregadores sem fio podem ser instalados em mesas de restaurantes por exemplo, em que basta o cliente por o telefone sobre a mesa que o mesmo será carregado. Há pontos em locais turísticos em Toronto.Não é porque algo não se aplica a sua necessidade que ela será algo inútil.

                          • Olha a merda ....meu galaxy a70 vou desativar 25 watz.....para não perder bateria pois a mesma gastava 8% em 1 hora hoje ....ele gasta 12% em 1 hora....na minha opinião seria os 18 watz ....

                              • O problema é ser Samsung, não carregamento.

                                  • Atualização de software, atualização de aplicativos ou algo do tipo, dê uma olhada no que está consumindo e tenho certeza que não é hardware e sim o software

                                      • Meu A70 começou a gastar um pouco mais de bateria ultaimamente também. Acho que pode ser a ultima atualização

                                          • Olha, eu tive um Positivo S440
                                            Ele consumia bateria certinho até sair uma atualização de software que mudou o agendamento da CPU.

                                            O celular entregava mais desempenho porém consumia mais.

                                            Na última atualização o celular não mais "descansava" à 380Mhz e sim a 700Mhz.
                                            Botei também que houve a liberação de 200Mhz no clok de processador.

                                            Ele passou de 1.1Ghz para 1.3Ghz.

                                            Depois dessa experiência fiquei mais experto com atualizações de software e atraso por ao menos 1semana as minhas.

                                        Android

                                        Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Fevereiro 2020

                                        Especiais

                                        Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

                                        Android

                                        TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

                                        Android

                                        TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular