LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Longe do topo! Galaxy Z Flip passa pelo DxOMark selfie e empata com intermediário Galaxy A71

03 de junho de 2020 3

O Galaxy Z Flip foi lançado em fevereiro deste ano como o segundo dobrável da história da Samsung. Em vez de um smartphone que vira tablet, a aposta é em um celular cuja tela (AMOLED de 6,7 polegadas) dobra ao meio, com design em primeiro lugar. O modelo conta com chipset do ano passado, 8 GB de RAM e 256 GB de memória interna.

Sua câmera frontal, alocada na parte interna do aparelho, conta com um único sensor de 10 MP com abertura f/2.4 e lente de foco fixo equivalente a 26mm. Ele ainda grava vídeo em 4k a 30 fps. O dispositivo já teve suas câmeras traseiras testadas pelos analistas do DxOMark, com um consistente desempenho de 105 pontos, e dessa vez os analistas analisaram sua capacidade de fazer selfies.

Foram 83 pontos na análise do DxOMark, 20 pontos distante do líder P40 Pro e na metade inferior da lista de melhores selfies. Ele curiosamente empatou com um intermediário da própria Samsung, o Galaxy A71, e fica apenas um ponto à frente de modelos como o iPhone XS Max e o Galaxy S9 Plus, ambos de 2018.

Há críticas ao modelo em alguns dos quesitos analisados pelo DxOMark, como exposição, foco, textura e bokeh, além do contraste, que gera ocasionalmente uma coloração quente ou amarelada, e baixo nível de detalhes. Por outro lado, elogios às imagens produzidas com boas condições de luz, que garantem exposição precisa do rosto, faixa dinâmica ampla, cores agradáveis e bem saturadas.


Nas subpontuações, foram 82 em foto e 86 em vídeo. Em imagens estáticas, o modelo ficou bem distante dos melhores já testados. Ainda em fotos, há problemas na profundidade de campo, com perda ocasional de detalhes no fundo e no rosto até acertar o ponto ideal de foco.

Os analistas elogiam o bom controle de ruído, que aparece mais em fotos internas do que externas. Mas com pouca luz as coisas pioram. O efeito bokeh é visto como ponto fraco, já que ocasionalmente não é ativado quando o usuário tenta. Há problemas nos contornos também, e o desfoque não é realista.

73.6 x 167.3 x 7.2 mm
6.7 polegadas - 2636x1080 px
Ir para página de comparação

Em vídeo, o desempenho é melhor do que o visto em fotos. Oferece altos níveis de detalhes em 4K, especialmente em ambientes externos ou com pouca luz, mas com bom desempenho em ambientes fechados, embora haja ruídos nas cores e na luz, e há problemas com o foco fixo.

Como conclusão, o DxOMark avalia que o Galaxy Z Flip está bastante distante do desempenho de outros flagships na mesma faixa de preço, e salienta que se o objetivo é a tela dobrável, o usuário deve estar preparado para sacrificar a qualidade das câmeras.

Mais Notícias
O Samsung Galaxy Z Flip está disponível na Americanas por R$ 5.999. Para ver as outras 16 ofertas clique aqui.
(atualizado em 03 de julho de 2020, às 07:58)

3

Comentários

Longe do topo! Galaxy Z Flip passa pelo DxOMark selfie e empata com intermediário Galaxy A71
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 63.174 mortes em 1.539.081 casos confirmados | Relatório diário

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Junho 2020