LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Só Gcam salva! Xiaomi Mi 10 Pro decepciona e perde para Mi Mix 3 em teste de selfies do DxOMark

02 de julho de 2020 18

Celular mais avançado lançado pela Xiaomi em 2020 – até agora – o Mi 10 Pro apresenta especificações premium em todas as áreas, com destaque para seu chipset, o Qualcomm Snapdragon 865 e uma tela Super AMOLED de 6,67 polegadas curva com resolução Full HD+. Na traseira, conta com câmera principal de 108 MP que chegou a liderar o ranking DxOMark por algum tempo. Ele também é líder em áudio.

Ficou a curiosidade para saber quais seriam os resultados da câmera frontal, equipada com um sensor de 20MP de 1/3 polegada e lente de foco fixo com abertura f/2.0, que em vídeos, grava em 1080p a 30 fps. Contudo, parece que as coisas não foram tão animadoras nessa análise.


Com 83 pontos no total, o Mi 10 Pro ficou 20 pontos distante do Huawei P40 Pro, líder do ranking, e conseguiu uma posição intermediária no ranking geral, empatado com o Galaxy A71 e ficando abaixo de modelos como o Mi Mix 3 e Huawei P30 Pro, do ano passado, e Galaxy Note 9, de 2018.

Nas subpontuações, o Mi 10 Pro fez 84 pontos, um pouco menos que o P40 Pro, mas que mostra uma capacidade fazer fotos decentes em boas condições. A câmera frontal, conta com boa exposição ao alvo nos rostos e a profundidade de campo também recebeu elogios dos analistas, gerando uma nitidez aceitável ao detalhar outras pessoas. Como crítica, os engenheiros destacam faixa dinâmica limitada, que gera problemas em fotos com alto contraste, e a reprodução de cores também pode ser melhorada.


74.8 x 162.58 x 8.96 mm
6.67 polegadas - 2340x1080 px
Ir para página de comparação

Há subexposições com pouca luz, e planos de fundo e tons de pele geralmente mostram áreas cortadas em condições de luminosidade. A saturação nas imagens também é baixa, gerando tons de pele artificialmente avermelhados com pouca luz. O modo retrato, ou efeito bokeh, não é um dos pontos fortes da câmera, segundo o DxOMark.

Em vídeos, o desempenho também foi intermediário, com 81 pontos. Os principais pontos fortes da câmera em imagens também podem ser vistos nesse quesito, e as críticas também. Quando os níveis de luz caem, a exposição fica menos precisa, com imagens gravadas com baixa exposição, e há problemas também no alcance dinâmico.

Como conclusão, o DxOMark aponta que, apesar de ser um dos melhores aparelhos em qualidade de câmera traseira, a câmera frontal não consegue acompanhar a novidade. Vale para imagens ocasionais em redes sociais, mas aponta que há opções de melhor qualidade na mesma faixa de preço.

Mais Notícias
O Xiaomi Mi 10 Pro ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

18

Comentários

Só Gcam salva! Xiaomi Mi 10 Pro decepciona e perde para Mi Mix 3 em teste de selfies do DxOMark
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 97.288 mortes em 2.858.872 casos confirmados | Relatório diário

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo