LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Lindinhas: após polêmicas, governo pede remoção de filme do catálogo da Netflix

21 de setembro de 2020 51

Desde que foi inserido no catálogo da Netflix, no começo desse mês, o filme francês “Lindinhas” começou a receber uma enxurrada de críticas, acusado de sexualizar crianças de 11 anos.

Agora, o título pode estar com os dias contados no catálogo da Netflix no Brasil. Isso porque o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH), liderado por Damares Alves, encaminhou para a Coordenação da Comissão Permanente da Infância e Juventude (COPEIJ) um pedido de suspensão para o filme. O documento foi assinado pela Secretaria Nacional de Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA).

No texto, Maurício Cunha, que é secretário da SNDCA, afirma que o filme apresenta cenas que oferecem riscos à proteção das crianças: “[O filme] apresenta pornografia infantil e múltiplas cenas com foco nas partes íntimas das meninas enquanto reproduzem movimentos eróticos durante a dança, se contorcem e simulam práticas sexuais. A SNDCA vê com extrema preocupação a perpetuação do conteúdo que afronta e fragiliza a normativa nacional de proteção à infância e adolescência".

A ministra Damares também já se posicionou sobre a produção francesa e destacou que o governo do presidente Jair Bolsonaro irá lutar contra o filme, que sexualiza os menores:

Crianças e adolescentes são o bem mais precioso da nação e o mais vulnerável. É interesse de todos nós botarmos freio em conteúdos que coloquem as crianças em risco ou as exponham à erotização precoce. O governo do presidente Jair Bolsonaro não vai ficar parado nessa luta. Vamos tomar todas as medidas judiciais cabíveis. A nossa luta é para direitos humanos para todas as crianças do Brasil.

Tanto a Netflix quanto a diretora do filme, Maïmouna Doucouré, já se defenderam das acusações e justificaram que a produção visa alertar as pessoas quanto aos riscos que as crianças estão vulneráveis. A Netflix recomendou, ainda, que as pessoas que se preocupam com a pressão que os menores sofrem devem assistir ao filme para entender sua mensagem:

Atualização (21/09/2020 às 16:39) - BB

A Netflix enviou seu posicionamento oficial sobre este assunto ao TudoCelular:

Mignonnes é um comentário social contra a sexualização de crianças. É um filme premiado e uma história poderosa sobre a pressão que jovens meninas enfrentam nas redes sociais e também da sociedade. Nós encorajaríamos qualquer pessoa que se preocupa com essas questões importantes a assistir ao filme”


51

Comentários

Lindinhas: após polêmicas, governo pede remoção de filme do catálogo da Netflix
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 153.214 mortes em 5.200.300 casos confirmados | Relatório diário

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Setembro 2020

LG

Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review