LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Depois de trazer novidades para o Meet, Google limita chamadas de usuários gratuitos

14 de julho de 2021 4

Atualização (14/07/2021) - HA

Conforme o aumento da demanda por apps de videochamadas durante a pandemia, o Google estendeu o Google Meet gratuitamente para todos, inclusive disponibilizando recursos a princípio pagos para os usuários gratuitos comuns. E, apesar de terem sido anunciadas como mudanças temporárias, sua validade estava sendo renovada desde o final do ano passado. Mas tudo que é bom chega, alguma hora, ao fim.

Informações do portal 9to5Google mostram que a empresa trouxe novamente o limite de duração de chamadas em grupo para usuários do Google Meet com contas gratuitas. Se você não paga pelos serviços do Workspace, suas reuniões virtuais ficarão limitadas a 60 minutos.

Ao atingir 55 minutos, os usuários serão notificados do fim próximo daquele link, exigindo que seja criado um outro para que a conversa continue.

Até janeiro de 2022, o Google estará dando um desconto fixo para os planos individuais do Workspace. Com direito a 14 dias de teste, o serviço está com o valor promocional de US$ 7,99 por mês (cerca de R$ 41) e, depois desse período, passa para US$ 9,99 — na faixa dos R$ 50.

No Brasil, há as opções empresariais que começam em R$ 24,30 mensais por usuário para o Business Starter, R$ 48,60 mensais para o Business Standard e R$ 81 para o Business Plus.


A assinatura remove a limitação das chamadas em grupo e dá acesso a recursos como cancelamento de ruído, gravação de chamadas, salas de descanso, enquetes e mais.

Vale dizer que ligações individuais (apenas entre duas pessoas) não serão afetadas por esse limite, podendo durar 24 horas seguidas sem interrupção, seja em contas gratuitas ou corporativas.

E aí, a novidade vai atrapalhar o seu dia a dia? Conte para nós!

Google Meet

Desenvolvedor: Google LLC

Grátis

Tamanho: Varia de acordo com o dispositivo

Atualização (08/07/2021) por PM

Com as videochamadas fazendo parte de uma realidade pandêmica global, muitas empresas estão começando a se focar mais no desenvolvimento de apps que trabalham com este recurso, melhorando a experiência de uso e, algumas vezes, até introduzindo novas funções.

Uma delas é o Google com seu app Meet, um serviço usado por milhões de usuários diariamente e que, agora, recebeu uma atenção especial sendo contemplado com novidades interessantes.


No início da semana, a gigante das buscas já havia anunciado que vários novos recursos desembarcariam no Meet e, a partir de agora, usuários do app no Android e iOS poderão fazer videochamadas com gatos, astronautas, e diversos outros filtros e máscaras divertidos.

Diversos destes foram importados do Google Duo e podem, diga-se de passagem, ser encontrados na experiência de uso integrada com o Gmail.

Atualização (20/06/2021) por LL

Mais organização! Google Meet anuncia melhorias para função de levantar a mão durante reuniões

O Google Meet cresceu nada menos que 275% em popularidade no Brasil após lançar a versão gratuita da plataforma; um aumento exponencial de reuniões online impulsionado também pela pandemia de coronavírus. Com esse aumento de público, muitas melhorias foram introduzidas na ferramenta: integração com o Workspace, modo poupança de dados e muito mais.

Nas próximas semanas, o Google vai trazer mais aprimoramentos para um recurso em particular que é bastante útil nas reuniões via Meet: a ferramenta de "Levantar a mão".

Quando um participante seleciona a opção de Levantar a Mão no Google Meet, o administrador recebe uma notificação no canto inferior esquerdo e dá voz ao solicitante para este fazer comentários ou perguntas, sem causar interrupções no curso da reunião.

No entanto, em ocasiões com muitos participantes ou mesmo vários usuários interessados em tecer comentários, o administrador pode facilmente perder de vista uma "mão levantada" ou não saber quem fez a solicitação primeiro.


Pensando nisso, o Google irá deslocar o símbolo de levantamento da mão para frente, para torná-lo mais visível entre as outras faces da grade de visualização, e disponibilizará uma notificação clicável para o administrador acompanhar a lista de espera da função. Além disso, haverá uma notificação sonora todas as vezes em que uma mão for levantada.

Caso várias pessoas decidam levantar a mão ao mesmo tempo, a ferramenta produzirá uma única notificação sonora seguida de notificações pop-up na tela, cada uma nas respectivas janelas dos solicitantes.

Há ainda uma pequena mudança que promete poupar tempo: anteriormente era necessário que o administrador desativasse a "mão levantada" manualmente, mesmo após a finalização da participação do solicitante. Agora, assim que o participante começar a falar, o pop-up visual da função sumirá automaticamente.

Junto com essas melhorias, a animação e design da função "levantar a mão" ganhará melhorias para aparecer nas janelas de vídeo. Não será preciso realizar instalações ou procedimentos do tipo: assim que a atualização for disponibilizada pelo Google, as novidades devem ser automaticamente introduzidas na experiência de todos os usuários.

Você utiliza o Google Meet? O que achou dessas novidades?

Na última quarta-feira (21), o Google anunciou que planeja implementar diversas melhorias no Meet, que começarão a ser liberadas para os usuários. O aplicativo já ganhou algumas novidades nos últimos dias, mas, a Gigante das Buscas ainda deve liberar várias novas funções para seu aplicativo de videochamadas a partir de maio.

Vale lembrar que a empresa também adiou o limite de chamadas grátis de 60 minutos até o dia 30 de junho, portanto os usuários ainda terão um tempo para testar, de graça, as novas funções.

Vamos, agora, conhecer um pouco de cada uma das novas funções que serão liberadas pelo Google a partir de maio para o Meet.

Uma das novidades permitirá que o usuário selecione vários blocos para serem fixados ou desafixados da tela de chamada. Dessa forma, será possível focar melhor em vários participantes ao mesmo tempo. Do mesmo modo, o app também permitirá que vários alto-falantes também sejam fixados, para casos em que há vários palestrantes em uma única conferência.

Além disso, a partir da nova versão, também será possível manter o nome de todos os participantes da videochamada visíveis em uma única tela, para que o usuário possa verificar todos que estão presentes.

Outro recurso que será implementado é a opção para redimensionar, reposicionar ou até mesmo ocultar completamento o bloco de seu próprio vídeo —o que permitirá ao usuário economizar mais espaço no aplicativo para focar nos demais participantes.

O Google Meet também receberá uma nova opção que será útil para quem mora em países em que o consumo de dados móveis é muito alto, como no Brasil, por exemplo. A partir da nova versão, o aplicativo receberá o modo Data Saver, que permite limitar a quantidade de dados móveis que o app pode utilizar.

A parte visual das videoconferências também receberá mais melhorias e novas opções de wallpapers serão adicionadas ao app — uma sala de aula, uma festa e uma floresta. As novas opções chegarão ao aplicativo para que o usuário possa alterar o plano de fundo de seu vídeo.

Por fim — mas não menos importante — um recurso auto zoom chegará à plataforma de videochamada e poderá focar e centralizar melhor o usuário na câmera para que ele receba mais destaque no ambiente em que está.


4

Comentários

Depois de trazer novidades para o Meet, Google limita chamadas de usuários gratuitos
  • Agora começa a busca de um outro gratuito, a pena é que os outros gratuitos possuem falhas dependendo do usuário, enfim, esse tipo de coisa em grupo não tem jeito, terá que pagar se quiser algo de qualidade, mas esse preço que é um incômodo.

      • Pq acha q perdeu qualidade? Se vc não consegue resolver um assunto em 1 hora, esquece amigo. Até mesmo aulas tem duração de 1 h. Caso oresice só fazer outro link é recomeçar. Não entendi sua reclamação...

          • Procura um chamado Jitsi Meet. Limite de 24 horas por link. Mas o limite de parcitipanetes 100. Ele possibilita fazer transmissão pro youtube direto. E ele e opensource.

            • Já tem uns 5 meses que esse app, junto com o Classroom não roda mais no iOS 12...

                Android

                Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

                Android

                Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

                Especiais

                Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas