LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Xiaomi Mi 11 Ultra melhora em análise de tela, mas não chega ao TOP 10 do DxOMark

20 de julho de 2021 7

O Xiaomi Mi 11 Ultra leva o título de “rei do DxOMark” por ultrapassar as expectativas do público com seu conjunto poderoso de câmeras, que levaram o celular top de linha à liderança do ranking global de fotografia do portal francês.

Retornando aos laboratórios de teste, o smartphone chinês ganhou uma análise de tela que apontou os prós e contras de seu grande display AMOLED de 6,81 polegadas e taxa de atualização de 120 Hz, além da resolução QHD+ distribuída na proporção de 20:9.


No ranking global do DxOMark, o aparelho obteve a pontuação geral de 87, empatando com o iPhone 12 Pro e Galaxy S20 Ultra, mas superando o ROG Phone 5 da ASUS. O modelo não chegou ao TOP 10, mas ocupa posição respeitável em 12º lugar.

Os engenheiros do portal ressaltam a boa uniformidade e difusão de brilho do display, especialmente em reprodução de conteúdo com HDR10, facilmente superando o OnePlus 9 Pro com idêntica tecnologia AMOLED. A renderização de cores entrega resultados precisos e esperados para seu nível e sua legibilidade é aceitável, veja abaixo:

Ambiente interno: Mi 11 Ultra, Mi 11, OnePlus 9 Pro e Galaxy S21 Ultra 5G (Exynos), respectivamente.
Ambiente externo: Mi 11 Ultra, Mi 11, OnePlus 9 Pro e Galaxy S21 Ultra 5G (Exynos), respectivamente.

O Mi 11 Ultra obteve a segunda melhor pontuação em termos de renderização de cores, logo abaixo do TCL 20 Pro 5G, o líder do ranking. Embora imperfeito, dado que as cores podem aparentar mais saturadas e com desvios para tons amarelados e esverdeados, os engenheiros ainda consideram esse atributo como vantagem.

Mi 11 Ultra, Mi 11, Galaxy S21 Ultra 5G (Exynos) e OnePlus 9 Pro, respectivamente.

Estreando entre os dez melhores smartphones desse quesito, o flagship apresenta brilho ideal em reprodução de vídeos em HDR10 e fornece uma “visualização agradável”, segundo os avaliadores. Tons médios bem renderizados fazem com que o contraste da tela sejam destacáveis, mas pode haver uma perda expressiva de detalhes mais escuros.

Mi 11 Ultra, Mi 11, Galaxy S21 Ultra 5G (Exynos) e OnePlus 9 Pro, respectivamente.

Em termos de experiência de uso, especificamente a maneira em que o smartphone lida com o toque, não há grandes vantagens sobre o Mi 11 Ultra. Ligeiros travamentos em reproduções e jogos à taxa de 30 FPS puderam ser observadas, mas a 60 FPS, o modelo pôde administrar as falhas mais precisamente.

Assim como o Xiaomi Mi 11, o modelo “Ultra” da linha de sucesso da Xiaomi desempenhou avanços significativos de desempenho na tela em relação aos seus antecessores, mas outros aspectos podem ser revisados, como precisão e suavidade no toque e melhor gerenciamento de detalhes escuros.

Veja mais!

O que achou dos resultados? Concorda com a análise do DxOMark? Comente!

O Xiaomi Mi 11 Ultra ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

7

Comentários

Xiaomi Mi 11 Ultra melhora em análise de tela, mas não chega ao TOP 10 do DxOMark
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020