LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Muito populares? YouTube limita acesso a lives de canais pequenos

09 de fevereiro de 2022 3

O YouTube aplica restrições a determinados tipos de vídeo a depender da região geográfica do usuário, infração a direitos autorais, ou mesmo quando o canal decide deixar o vídeo privado ou excluí-lo da plataforma. Mas nas últimas semanas, um novo tipo foi identificado por usuários: a restrição a vídeos "populares".

"Esse vídeo é popular! Devido ao histórico limitado do criador, estamos limitando o número de espectadores. Inscreva-se neste canal para ajudar este criador a alcançar um público mais amplo", aponta o aviso.

Mensagem de bloqueio do YouTube em vídeos "populares" (Imagem: Reprodução)

Apesar de parecer uma limitação para canais que possam estar espalhando conteúdo nocivo a respeito de Covid-19 e manifestações da extrema-direita — e não faltam teorias de conspiração rolando no Reddit ou no Twitter, como se o YouTube estivesse implementando um novo tipo de "censura" —, mas, segundo o portal Mashable, é uma resposta a uma política da plataforma implementada em setembro.

Ela trata sobre transmissões ao vivo em dispositivos móveis, em particular, ao alcance limitado para canais com menos de 1.000 inscritos.

"Para ajudar criadores menores e aspirantes, ao mesmo tempo em que evitamos o abuso de transmissões ao vivo em dispositivos móveis, criamos proteções para limitar a disseminação de conteúdo potencialmente nocivo. Se um canal tiver menos de 1.000 inscritos, limitamos o número de espectadores em transmissões ao vivo em dispositivos móveis", respondeu o YouTube à reportagem do Mashable.

Evidência disto foi um vídeo de corrida de trenó com cachorros, transmitido em 8 de janeiro, e que, na ocasião, apresentou o mesmo aviso.

A plataforma reconhece que a mensagem pode parecer confusa e vai atualizá-la. Afinal, sugere que, ao se inscrever no canal, o vídeo ficará disponível — o que não acontece. Ainda assim, é um recurso interessante para bloquear canais que façam transmissões de conteúdos sobre os quais não têm direito, nem que canais banidos criem contas rapidamente e façam "vídeos de vingança".

E você, o que achou dessa atitude do YouTube? Deixe seus comentários!


3

Comentários

Muito populares? YouTube limita acesso a lives de canais pequenos
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos