LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Hacker que desbloqueou o PlayStation 3 pede demissão do Twitter

22 de dezembro de 2022 8

Atualização (22/12/2022) - GS

Cerca de um mês desde que Elon Musk anunciou a contratação de George Hotz, um hacker conhecido por desbloquear o PlayStation 3, para ajudar a corrigir a barra de buscas do Twitter, o desenvolvedor anunciou seu pedido de demissão da plataforma.

Em seu perfil no Twitter, Hotz revelou que, apesar de agradecer a oportunidade que Musk lhe deu, ele acredita que não conseguiu causar um impacto real na função a qual foi designado. Em seguida, ele disse não se arrepender do tempo que passou na empresa e que está torcendo pelo futuro da rede social.

Ele também afirmou que não ofereceria uma "entrevista de saída" pública discutindo suas observações de seu tempo na empresa, insistindo que "já fez isso com as pessoas apropriadas".

Quando anunciou sua contratação, Hotz revelou que Musk lhe deu um período de 12 semanas para tentar corrigir a barra de busca do Twitter, que abre um pop-up de login sempre que você rola um pouco a página sem ter entrado em sua conta.

O grande problema é que Hotz aceitou trabalhar voluntariamente, sem receber uma remuneração, o que causou revolta entre os profissionais da área.

Além de não ter conseguido resolver o problema, o hacker também deixou o cargo bem antes de seu prazo se encerrar, o que mostra que talvez ele não tenha tomado uma boa decisão.

Desde que Elon Musk assumiu o Twitter, o executivo tem realizado uma série de mudanças controversas na plataforma, sendo amplamente rejeitado pelos usuários. Recentemente, Musk revelou que o caixa do Twitter está muito abaixo do que se imaginava, o que pode explicar algumas das medidas desesperadas que ele tem adotado nos últimos meses.

Texto original - 24/11/2022

Desde que Elon Musk assumiu o comando do Twitter, o magnata tem causado uma série de polêmicas por conta de suas decisões controversas para a rede social e remanejamento de funcionários.

Esta semana, Musk fez mais um movimento controverso ao anunciar a contratação de George Hotz, conhecido por desbloquear o PlayStation 3.

George Hotz é mais conhecido por burlar o bloqueio de operadora do iPhone e hackear o PlayStation 3, mas esta semana, Elon Musk o colocou em seu desafio técnico mais importante: consertar o Twitter em três meses. Mais especificamente, Hotz tentará resolver os problemas com a barra de buscas da rede social, algo que provavelmente precisaria de uma equipe inteira de engenheiros.

O histórico de Hotz e Musk é antigo, já que o magnata tentou contratar o programador no passado para a Tesla em diversas ocasiões no passado, mas nunca chegaram a um acordo quanto aos termos de trabalho.

A aproximação entre os dois começou quando Hotz elogiou Musk por dispensar quem não quisesse trabalhar em um Twitter “hardcore”. Um usuário do Twitter apontou que ele estava defendendo o sistema de atrabalho abusivo de Musk, e Hotz respondeu oferecendo seus serviços em troca do financiamento dos custos de vida em São Francisco, o que provavelmente deve ficar bem abaixo do salário de um engenheiro com tamanha responsabilidade.

Musk ficou interessado na proposta tão acessível e a contratação aconteceu.

Hotz tem grandes planos para suas 12 semanas no Twitter. Ele quer se livrar do pop-up de login que aparece se você está rolando o feed por muito tempo. O desenvolvedor também pretende melhorar a relevância dos resultados da pesquisa, mas o fato de ter oferecido seus trabalhos por uma remuneração tão baixa causou revolta em outros profissionais da área.

Já há sinais de que Hotz pode não conseguir substituir uma equipe inteira. Alguns veículos especializados também destacam que Hotz é apenas um personagem que está sendo usado pela parte técnica do Twitter para impulsionar uma campanha de incentivo para engenheiros que queiram trabalhar como voluntários na plataforma. Como alguns apontaram, não é uma boa ideia para uma das maiores empresas de tecnologia do Vale do Silício pedir mão de obra voluntária, especialmente depois que Musk demitiu vários engenheiros em tempo integral que poderiam ajudá-lo nesse projeto.

O que você acha dessa nova iniciativa de Elon Musk?

Twitter

Desenvolvedor: Twitter Inc.

Grátis

Tamanho: Varia de acordo com a plataforma


8

Comentários

Hacker que desbloqueou o PlayStation 3 pede demissão do Twitter
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos