LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Whindersson Nunes volta ao boxe em luta transmitida pela Netflix

21 de maio de 2024 2

Mike Tyson não será o único a retornar ao boxe: o humorista e youtuber brasilerio Whindersson Nunes, que não pisa no ringue desde julho de 2023, voltará a praticar a “doce ciência” em 20 de julho de 2024, quando enfrentará Neeraj Goyat, atualmente o primeiro lugar no ranking de boxeadores da Índia e ex-tricampeão meio médio pela World Boxing Federation (WBF).

Caso você tenha estranhado a data, sim, é o mesmo dia em que Mike Tyson volta aos ringues para enfrentar o ex-youtuber e atual boxeador profissional Logan Paul no Texas. A transmissão será feita com exclusividade pela Netflix.

Veja também

Whindersson vem de uma derrota para o também youtuber Kenny “King Kenny” Ojuederie durante o torneio High Stakes, protagonizado exclusivamente por influenciadores da internet. Entretanto, essa não será a primeira vez que o comediante do Piaui deixa a esfera “youtuber” para enfrentar um lutador profissional: em janeiro de 2022, Whindersson enfrentou – e perdeu – para Acelino “Popó” Freitas, na primeira edição do Fight Music Show.

O anúncio foi feito pela Most Valuable Productions via X (ex-Twitter): a empresa de promoção de eventos esportivos foi fundada pelo próprio Jake Paul, que lutará no evento principal.

Hoje, a marca representa vários atletas de peso do boxe. Além, obviamente, do próprio Paul, a MVP também negocia as lutas das irmãs Amanda e Cindy Serrano – Amanda, que é a campeã absoluta (quando um boxeador detém todos os cinturões da categoria) dos pesos pena, também lutará no evento em uma revanche contra Katie Taylor.

Tyson x Paul já é recordista histórico de bilheteria

O talento de Jake Paul para o boxe tem sido alvo de questionamentos por todos os lados, com fãs, comentaristas e até outros atletas duvidando de sua capacidade dentro das quatro cordas do ringue. Entretanto, ninguém conseguiu negar o talento que o ex-youtuber de 27 anos tem para, como diz a expressão, “vender seu peixe”.

Embora ninguém possa confirmar isso – já que Paul não toca nesse assunto – a história é a de que a MVP Promotions nasceu simplesmente porque nenhum promotor do esporte quis dar ao jovem uma chance de lutar. De lá para cá, no entanto, ele conseguiu executar inúmeras lutas de alto calibre: seu irmão mais velho, Logan, enfrentou Floyd Mayweather (tido por muitos como o maior de todos na atualidade, e sexto atleta mais bem pago antes de sua aposentadoria) em junho de 2021.

O próprio Jake lutou, sob a bandeira de sua empresa, com o entusiasta do boxe e maior campeão peso-médio do UFC, Anderson Silva; e isso sem contar outras duas ou três lutas com as irmãs Serrano. A primeira luta entre Amanda e Katie Taylor, aliás, fechou todas as cadeiras do Madison Square Garden, um dos mais prestigiados centros de eventos esportivos do mundo.

E agora, todos os olhos do esporte – para melhor ou para pior – estão voltados para o evento de 20 de julho: realizado em Arlington, uma região de peso histórico para os norte-americanos, o card principal da ocasião será fechado por Jake Paul versus Mike Tyson, que sobe aos ringues novamente aos 57 anos.

Apenas por essa luta, o evento já quebrou recordes de bilheteria: segundo o Sports Business Journal, até o último dia 17, cerca de 35 mil ingressos já haviam sido vendidos, gerando uma receita de aproximadamente US$ 10 milhões (R$ 51,15 milhões).

Ao contrário de outros eventos em outras plataformas, no entanto, a luta não terá um modelo de pay per view com valor unitário – a Netflix assegurou todos os direitos de transmissão sozinha, apenas para seus assinantes, sinalizando uma expansão para o setor de transmissão esportiva ao vivo: a empresa também tem acordos com a NFL e a WWE – alguns avaliados em mais de US$ 5 bilhões (R$ 25,58 bilhões).

E então? Com base em tudo isso, acha que Whindersson leva a melhor? E será que Jake Paul surpreenderá o mundo e vai derrubar “o” Mike Tyson? Conte para nós o que você acha nos comentários!


2

Comentários

Whindersson Nunes volta ao boxe em luta transmitida pela Netflix
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos