Quase um ano após o vazamento da complexa "bíblia" de moderação do Facebook, a empresa revelou ao público as diretrizes internas sobre o que é proibido publicar na rede social.