Decisão abre as portas para que a Claro converta uma multa em ampliação de cobertura 4G em localidades predominantemente do Norte e Nordeste