LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Correção de bug faz o Google Chrome voltar a consumir mais memória RAM

13 de julho de 2018 38

O Google Chrome já tem um histórico no que diz respeito a consumo de memória RAM. Porém, algumas atualizações recentes já haviam ajudado a corrigir esse problema, ou pelo menos reduzir. De acordo com uma notícia divulgada pela própria empresa em seu blog oficial, o navegador vai voltar a usufruir do componente das nossas máquinas por conta de uma correção de bug.

A ferramente Site Isolation, que foi implementada com o lançamento do Chrome 67 para Windows, macOS, ChromeOS e Linux, será responsável por essa mudança. Esse componente foi aplicado aos navegadores para evitar futuros ataque do Spectre, tornando os nossos dados e a usabilidade mais seguros.

O que é Spectre

No início de janeiro, pesquisadores encontraram uma falha nos processadores Intel fabricados ao longo dessa última década, trazendo a necessidade de um redesign nos principais sistemas do mercado (Windows, macOS e Linux), podendo tornar as CPUs 30% mais lentas, mas com maior segurança.

O Google Project Zero intitulou esses ataques de Spectre (que recebeu uma outra variação em maio) e Meltdown. Apesar de ser um pouco complicado de entender no início, esse tipo de ameaça usa os próprios recursos da memória das CPUs para atrapalhar o processamento de dados.

Apesar de não serem nocivos para a máquina de modo geral, em navegadores web executam códigos em Javascript em diversos sites, com o objetivo de roubar as informações para criar ainda mais caos na internet.

Site Isolation

Os principais navegadores do mercado atenderam ao pedido do Google e implementaram ferramentas para suavizar a atividade do Spectre, incluindo a redução da granularidade do cronômetro e a alteração de seus compiladores JavaScript para tornar os ataques menos propensos a serem bem-sucedidos.

Porém o Site Isolation tem mais “poder de fogo” para evitar que dados venham a ser roubados no mesmo que ocorra um ataque Spectre. Esse formato de segurança realiza uma mudança na arquitetura do navegador, fazendo o Chrome, por exemplo, limitar o processo de renderização de documentos em um único site.

Essa estrutura nova ajudará o navegador a confiar mais que o sistema operacional o protegerá de futuros ataques, trazendo fluidez para a integração dos softwares. O consumidor final não tem como identificar isso de cara, pois tudo funcionará nos bastidores

Apesar de todas as vantagens que esse processo trará para a segurança dos nossos dados, principalmente quem usa o computador como ferramenta de trabalho, tudo indica que o Site Isolation trará de volta o aumento no consumo de memória do navegador, algo que já havia sido bem reduzido.

“O Site Isolation faz com que o Chrome crie mais processos de renderização, o que vem com trocas de desempenho: pelo lado positivo, cada processo de renderização é mais curto, e possui menos contenção internamente, mas há uma sobrecarga de entre 10% e 13% de memória total em cargas de trabalho reais por conta do grande número de processos”, explica Charlie Reis, engenheiro de software da Google.

Mesmo com essa pequena desvantagem, saber que os navegadores ficarão mais seguros, faz até os usuários mais reclamões ficarem tranquilizados, levando em conta a justificativa para tal consumo.

E você, caro leitor, o que achou dessa novidade? Será que só sentiremos um aumento de 10% a 13%? Responda aí nos comentários!


38

Comentários

Correção de bug faz o Google Chrome voltar a consumir mais memória RAM
Android

Se o Brasil for hexa... o TudoCelular vai sortear um smartphone!

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor desempenho | Guia do TudoCelular