LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Sem eSIM! Rumores sugerem que Google Pixel 4 pode ter suporte a dois chips

10 de fevereiro de 2019 4

De um lado, cada vez mais informações surgem indicando a chegada de variantes intermediária do Google Pixel 3 e do Google Pixel 3 XL, que podem se chamar Google Pixel 3 Lite e Google Pixel 3 Lite XL e teriam ainda os apelidos "Sargo" e "Bonito". Mas quem acha que a Google não está trabalhando em seu próximo flagship, achou errado.

As primeiras informações sobre o Google Pixel 4 começam a surgir, e elas indicam que a próxima estrela do evento Made by Google terá suporte a dual SIM. Vazamentos anteriores mostraram o Google testando um dispositivo com Snapdragon 855, 6GB de RAM e Android Q. A informação veio da plataforma Gerrit, um software livre para revisão de códigos fonte.

Ela sugere que o o Google está adicionando novas linhas de código na estrutura e no serviço de telefonia para determinar se um dispositivo tem suporte de hardware para recursos multiSIM. Porém, a informação que dá título ao texto veio de um comentário dentro do fórum.

O Google Pixel 2 e o Google Pixel 3 suportam de certa forma o dual SIM, mas estão limitados a um slot SIM normal combinado com um eSIM. Esses SIMs incorporados, ou SIMs embutidos no dispositivo não permitem o uso da rede SIM física e da rede eSIM ao mesmo tempo. O Pixel suporta dual SIM, mas em modo de espera único (DSSS), ou seja, mesmo se você tiver dois cartões SIM, não será possível receber chamadas ou SMS no slot SIM inativo.


Smartphones como o iPhone e alguns Android suportam o Dual SIM Dual Standby (DSDS), que permite ao segundo SIM receber chamadas ou SMS desde que o slot principal do SIM não esteja sendo utilizado com o mesmo objetivo. Por fim, existe o suporte Dual Active Dual SIM (DSDA), que permite que os dois slots SIM sejam utilizados simultaneamente para ligações, dados e SMS.

Os comentários no Gerrit sugerem a descoberta de linhas de código que serão usadas para "diferenciar dispositivos que suportam o modo dual SIM, permitindo aqueles que não o fazem, mesmo que possam ler dois ou mais Cartões SIM". Para isso, desenvolvedores escreveram uma função que permite retornar um booleano , um valor que se torna verdadeiro no caso em que " é possível usar vários cartões SIM simultaneamente para se registrar na rede.

É essa a função que antecipa os recursos de dual SIM dos novos Pixels . A documentação associada ao seu commit sugere que " o valor booleano é necessário para diferenciar o Pixel 2018 (que suporta dois sims, mas de forma limitada) do Pixel 2019 (que terá funcionalidade dual SIM)".


4

Comentários

Sem eSIM! Rumores sugerem que Google Pixel 4 pode ter suporte a dois chips
Android

Melhores smartphones: TOP 10 do TudoCelular para você | Janeiro 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular