LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Comparativo de fotos noturnas: Pixel 4 XL vs iPhone 11 Pro Max vs Galaxy Note 10 Plus

01 de novembro de 2019 75

A tecnologia nas câmeras dos smartphones tem evoluído bastante nos últimos anos, com os fabricantes adotando, além de sensores cada vez mais poderosos para captura de imagens, técnicas como a inteligência artificial para auxiliar no resultado final.

Falando especificamente de fotografia noturna é onde vemos que, atualmente, ainda há muito a ser melhorado. Algumas empresas já começaram a investir em recursos como o Modo Noturno, presente em diversos aparelhos das mais variadas marcas, mas será que eles realmente são o suficiente?

Visando responder essa pergunta o site PhoneArena pegou três dos smartphones mais conceituados atualmente para fotos noturnas – o Google Pixel 4 XL, iPhone 11 Pro Max (review aqui) e Galaxy Note 10 Plus (review aqui) – os colocou lado a lado em uma batalha fotográfica em condições de iluminação não tão favoráveis.

A seguir você confere como cada um deles se saiu, com e sem o uso do Modo Noturno.

75.1 x 160.4 x 8.2 mm
6.3 polegadas - 3040x1440 px
77.8 x 158 x 8.1 mm
6.5 polegadas - 2688x1242 px
77.2 x 162.3 x 7.9 mm
6.8 polegadas - 3040x1440 px
Ir para página de comparação
Cena 1

Sem Modo Noturno

Com Modo Noturno

Crop em detalhes

A primeira cena é um excelente exemplo de uma situação em que o Modo Noturno faz um grande diferencial. Como podemos ver, existem luzes por perto, ou seja, tudo estava bastante escuro.

O recurso, quando ativado, adota uma exposição mais longa que permite a entrada de mais luz, trazendo à foto cores e detalhes que seriam impossíveis de ver sem ele ativo.

Aqui, ao que tudo indica, a imagem do Pixel foi a melhor, vendo que ela traz mais profundidade na cor – o iPhone poderia levar o segundo lugar, por oferecer uma maior quantidade de detalhes (porém, o tom amarelado foi um contra notável).

Quando analisando o crop, as diferenças ficam claras; O Pixel e o iPhone têm, comparado ao Note 10 Plus, uma maior quantidade detalhes. Nesse caso, poderíamos até dizer que o iPhone trouxe ainda mais detalhes finos para a cena; seja como for, o Note 10 Plus acabou em último lugar, vendo que sua foto não está tão nítida quanto a dos concorrentes.

Cena 2

Sem Modo Noturno

Com Modo Noturno

Crop em detalhes

Na cena dois, novamente o Galaxy Note 10 não faz um bom trabalho quando capturando fotos à noite – os outros dois rivais conseguem imagens interessantes e recheadas de detalhes.

Mais uma vez o iPhone gerou uma imagem com tom amarelado, mostrando o balanço de branco "errado" para a foto. Aqui o Pixel mostrou-se superior em relação às cores, que possivelmente aproximam-se mais daquelas na vida real.

Quando analisando os detalhes de perto é possível ver que o Pixel e o iPhone, mais uma vez, trazem uma quantidade de informações similares; o smartphone da maçã talvez fique um pouco à frente, mais uma vez. De qualquer forma, o phablet da Samsung continua em último nessa rodada.

Cena 3

Sem Modo Noturno

Com Modo Noturno

Crop em detalhes

Novamente, podemos notar os benefícios do Modo Noturno na experiência fotográfica: temos mais luz, mais cores, e uma imagem geral com melhor qualidade.

O iPhone continua a mostrar a caraterística nuance amarelada nas imagens – o que muitas pessoas podem não gostar – já o Pixel, mais uma vez, parece trazer as cores mais adequadas. O Galaxy Note 10 Plus também fez um bom trabalho, mas quando comparado aos rivais, infelizmente não tem como ele ficar em primeiro.

Já nos detalhes do crop, enquanto o do aparelho da Samsung fica parecendo uma pintura a óleo, os outros entregam um resultado satisfatório.

Cena 4

Sem Modo Noturno

Com Modo Noturno

Crop em detalhes

Temos aqui mais um exemplo de como o Modo Noturno pode aprimorar as imagens, e aqui, vale ressaltar que no iPhone esse recurso é ativado automaticamente, o que é uma vantagem notável, vendo que, muitas vezes, o usuário acaba esquecendo de ativá-lo nos rivais e acaba perdendo um momento importante.

Nos detalhes aproximados notamos que o iPhone foi capaz de reter bastante informações, porém, ao mesmo tempo, notamos a presença de bastante ruído no céu – no Pixel, por exemplo, esse problema já não aparece.

O Note 10 também faz um bom trabalho, porém, comparado aos concorrentes ele continua na rabeira.

Cena 5

Sem Modo Noturno

Com Modo Noturno

Crop em detalhes

Curiosamente, nessa foto podemos ver que a ativação do Modo Noturno não fez muita diferença – as supostas melhorias trazidas por ele não são tão perceptíveis; isso é basicamente o que acontece quando na imagem há uma fonte de luz (muitas vezes pode nem ser necessário ativar o recurso).

Aqui reiteramos o quão importante é que ele ative automaticamente no iPhone, vendo que ao ativá-lo sem ter a certeza de que ele é ou não necessário, o usuário pode acabar até mesmo prejudicando a experiência fotográfica em uma cena que dispensa esse artifício.

Olhando de perto, o Galaxy está, novamente, atrás dos smartphones do Google e da Apple. Dessa vez, parece que o iPhone conseguiu fazer um trabalho melhor do que o Pixel – mas o tom amarelado, mais uma vez, é algo que não pode passar despercebido.

Cena 6

Sem Modo Noturno

Com Modo Noturno

Crop em detalhes

Dessa vez é possível notar que o Modo Noturno não fez diferença no caso Pixel, porém, funcionou muito bem para seus rivais.

O iPhone e seu característico tom amarelado continuam a incomodar aqueles que não estão acostumados com essa característica.

Apesar das cores do Pixel e do Note 10 Plus serem mais próximas da realidade, este último deixou a desejar um pouco nos detalhes finos, especialmente quando analisamos o crop de perto.

Conclusão

Nesse comparativo o Google Pixel 4 XL mostrou-se superior a seus concorrentes, ficando notavelmente à frente do iPhone, especialmente por causa de problemas no smartphone da Apple como, por exemplo, a coloração amarelada e algumas vezes os ruídos.

O iPhone 11 Pro Max ganha merecidamente o segundo lugar, especialmente por sua habilidade de ativar e desativar o Modo Noturno de forma automática, garantindo ao usuário sempre a melhor experiência fotográfica possível quando em ambientes com pouca luz. É claro que a Apple ainda precisa ajudar um pouco esse balanço de branco que puxa pro amarelo e que pode incomodar muitos usuários.

O Note 10 Plus, apesar de ter ficado em último lutar, não é um aparelho que deixa a desejar em fotografia noturna – o problema é que ele foi comparado com dois outros modelos que se saem muito bem nesse tipo de cenário. A Samsung precisa trabalhar mais nos detalhes finos, além disso, quando utilizando o Modo Noturno os donos do modelo precisam esperar muito tempo para capturar uma foto, doravante, precisam ficar imóveis para que a mesma acabe não saindo borrada.

Qual foi seu smartphone preferido nos resultados acima? Compartilhe sua opinião com o TudoCelular através do espaço abaixo destinado a comentários.

(atualizado em 07 de dezembro de 2019, às 21:13)

75

Comentários

Comparativo de fotos noturnas: Pixel 4 XL vs iPhone 11 Pro Max vs Galaxy Note 10 Plus
Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Novembro 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular