LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Apple muda regras da App Store para permitir Google Stadia e Project xCloud, mas com ressalvas

11 de setembro de 2020 16

Um dos principais diferenciais, e por vezes obstáculos, do iOS é sua restrita política relacionada à presença de determinados aplicativos e serviços em sua App Store. Apesar da crítica de alguns usuários e entusiastas, as regras complexas da Apple nunca chegaram a causar sérios problemas a desenvolvedores até recentemente, com a chegada de serviços como o Google Stadia e o Project xCloud da Microsoft, agora Xbox Game Streaming.

Devido à sua natureza de oferecer múltiplos games através de um único aplicativo, as plataformas online da Google e da Microsoft foram impedidas de operar no iOS. Isso gerou grande comoção, especialmente por parte da gigante de Redmond, que criticou duramente as políticas da Maçã, apontando que tais restrições não afetam apenas as empresas, como também os consumidores.

Serviços como o Xbox Game Streaming poderão operar no iOS, desde que ofereçam cada jogo em aplicativos individuais.

Diante da grande polêmica que vem enfrentando com as medidas judiciais da Epic Games, e críticas de diversos desenvolvedores, parece que a Apple finalmente decidiu ceder à pressão e acaba de anunciar mudanças nas políticas da App Store, de modo a permitir que o Xbox Game Streaming e o Google Stadia enfim possam ser disponibilizados aos usuários de iPhones. Ou quase isso.

Conforme explica na nova seção 3.1.2 (a) da lista de políticas da App Store, a Apple passará a aceitar que plataformas de streaming de jogos operem em seu sistema, desde que cada jogo incluído no serviço seja um aplicativo separado. Os desenvolvedores podem ter um app central para gerenciar a assinatura e indicar os jogos, no entanto, e até mesmo disponibilizar a assinatura externamente.

Em comunicado, a Microsoft expressou seu descontentamento com as novas medidas, reforçando seu compromisso com os jogadores.

Outras regras foram mantidas, com a gigante de Cupertino ainda sendo a responsável por aprovar atualizações, e com as transações em aplicativos sendo gerenciadas pelo sistema de pagamentos da Apple. Diante da mudança, a Microsoft emitiu um comunicado ao site The Verge mostrando ainda estar insatisfeita com as novas medidas:

Isso continua sendo uma má experiência para os consumidores. Gamers querem acessar diretamente um jogo de seu catálogo, e não querem ser forçados a baixar mais de 100 apps para jogar games individuais da nuvem. Estamos comprometidos a colocar os gamers no centro de tudo o que fazemos, e providenciar uma grande experiência é o principal ponto dessa missão.

Não se sabe se a Microsoft cederá às novas regras para trazer seu serviço ao iOS. Até o momento, a Google também não se pronunciou sobre o assunto. Paralelo a isso, a Maçã também atualizou alguns pontos de suas políticas relacionadas à aplicativos pagos, que não precisam mais implementar de maneira obrigatória compras internas, abriu a possiblidade de uso de outros sistemas de pagamentos em aplicativos que oferecem experiências entre duas pessoas, como aulas remotas, explicou o funcionamento dos App Clips, anunciados com o iOS 14, e regras para aplicativos de empréstimo, que deverão explicitar claramente suas taxas.

E você leitor? O que achou das mudanças da Apple? Conte pra gente nos comentários!


16

Comentários

Apple muda regras da App Store para permitir Google Stadia e Project xCloud, mas com ressalvas
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 135.793 mortes em 4.495.183 casos confirmados | Relatório diário

LG

Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Agosto 2020

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review