LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Comparativo em tamanho real: Google Pixel 6 e 6 Pro vs antecessores

19 de outubro de 2021 2

O Google lançou oficialmente a nova geração de seus celulares nesta terça-feira (19) após múltiplos vazamentos. O Pixel 6 e Pixel 6 Pro tiveram suas especificações finalmente confirmadas em evento oficial e, conforme a big tech divulga, este é o maior salto tecnológico já representado por um smartphone da família Pixel.

O maior destaque desses aparelhos é o Google Tensor, o primeiro chipset personalizado dedicado ao público consumidor da empresa, ostentando uma arquitetura de núcleos distinta que promete trazer excelente desempenho e alta eficiência de energia. Além disso, os modelos sairão da caixa executando o Android 12.

O Google Pixel 6 sucederá ao Pixel 5 com avanços expressivos em termos de tela, hardware, bateria e funções exclusivas da plataforma. O Pixel 6 Pro, por sua vez, é um sucessor indireto do Pixel 5a, versão lançada recentemente com poucas melhorias.

O TudoCelular elaborou um comparativo que detalha todas as mudanças da nova geração contra os modelos antecessores. Confira abaixo!

74.8 x 158.6 x 8.9 mm
6.4 polegadas - 2400x1080 px
75.9 x 163.9 x 8.9 mm
6.7 polegadas - 3120x1440 px
70.4 x 144.7 x 8.1 mm
6 polegadas - 2340x1080 px
73.7 x 154.9 x 7.6 mm
6.34 polegadas - 2400x1080 px
Ir para página de comparação
Tela e design

O Google Pixel 6 mantém a tela OLED com taxa de atualização de 90 Hz do Pixel 5. A Gorilla Glass Victus é uma tecnologia de última geração que garante proteger o display dos novos celulares com maior confiabilidade em relação ao vidro Gorilla Glass 6 dos antecessores.

O novo top de linha traz as características mais avançadas que uma tela pode oferecer no mercado atual. Com um grande display LTPO AMOLED de 6,71 polegadas e taxa de atualização de 120 Hz, o Google Pixel 6 Pro dispensa comparações com o tímido painel OLED de 6,34 polegadas com taxa de atualização de 60 Hz do Pixel 5a.

Distinto e com maior variedade de cores, o design da nova geração traz mais elementos premium que o Google Pixel 5. O conjunto de câmeras abrigados em um módulo retangular que atravessa o dispositivo e divide a traseira em duas metades é uma característica inédita. O leitor de digitais desapareceu no ambiente externo e passou a ser oculto sob o display.

Os novos modelos seguem certificados com IP68, atestando sua resistência à água e poeira. O corpo de vidro, substituindo a traseira em alumínio do Google Pixel 5, tenta camuflar o peso aumentado para até 210 gramas no Google Pixel 6 Pro.

Hardware

O Google Tensor é uma plataforma única de design complexo. A CPU é composta por dois núcleos ARM Cortex-X1 — frequentemente tratados como “Super Core” ou “super núcleo”, devido ao seu alto desempenho — operando a até 3,0 GHz; dois núcleos ARM Cortex-A76; e quatro núcleos Cortex-A55. A GPU é a ARM Mali-G78.

O poderoso chipset também integra unidades de processamento neural (TPU) para administrar tarefas do sistema com inteligência artificial, além do chip Titan M2, dedicado à segurança baseada em hardware.

Com tais especificações, é dispensável comparar esse sistema ao Qualcomm Snapdragon 765G do Google Pixel 5 e 5a. O processador intermediário possui núcleos personalizados Kryo 475 Prime que operam a até 2,4 GHz. Todos os modelos contam com a conectividade 5G.

O Google Pixel 6 continua oferecendo a configuração de memória com 8 GB de RAM, mas seu armazenamento máximo foi expandido para 256 GB. O Pixel 6 Pro vai além e utiliza 12 GB de RAM — o dobro do Pixel 5a — e até 512 GB de armazenamento.

A bateria da nova geração dos celulares também é um fator vantajoso ao aumentar sua capacidade para 4.614 mAh no Pixel 6 e respeitáveis 5.000 mAh no Pixel 6 Pro. Os celulares contam com carregamento rápido de 30 watts, mas o acessório não será incluso na caixa.

Câmeras

Os celulares da família Pixel costumam oferecer bom desempenho fotográfico em todas as suas versões, e a nova geração aproveita a expertise de vários anos para prometer a melhor qualidade em fotos e vídeos já observada em um modelo da linha.

As câmeras principais do Pixel 6 e Pixel 6 Pro são baseadas no sensor Samsung GN1 de 50 MP que capta até 150% mais luz em comparação ao Pixel 5. Com isso, imagens capturas em ambientes pouco iluminados apresentarão nível elevado de detalhes. Ainda, há uma câmera grande-angular com sensor de 12 MP e campo de visão de 114º.

O Google Pixel 6 Pro estreia uma câmera teleobjetiva que permite zoom óptico de até 4x com sensor Sony IMX586 de 48 MP, chegando ao zoom total de 20x com o modo Super Res Zoom. Recursos como a estabilização óptica, foco automático por detecção de fases e gravações de vídeo em até 4K a 60 FPS foram mantidos.

As câmeras frontais de todos os modelos são abrigadas em um orifício — na geração anterior, era localizado no canto superior esquerdo da tela; na nova geração, o furo está no centro superior. A maior resolução pertence ao Google Pixel 6 Pro, com 12 MP, mas sua abertura de lente não é tão vantajosa quanto os sensores de 8 MP dos antecessores com f/2.2.

Cabe destacar que o chipset Tensor desempenha um papel fundamental no pós-processamento de imagens capturadas pelos sensores do Pixel 6 e Pixel 6 Pro. Ferramentas baseadas em inteligência artificial prometem trazer mais definição e recursos que aprimoram a experiência de uso dessas lentes.

Conclusão

O Google Pixel deixou de ser um celular avançado com hardware intermediário para assumir formas totalmente comparáveis a rivais como o iPhone 13 Pro, comercializado com preços a partir de US$ 1.099 (~R$ 6.149); e o Galaxy S21 Ultra, por US$ 1.199 (~R$ 6.708).

O preço de lançamento sugerido para o modelo high-end, o Google Pixel 6 Pro, é de US$ 899 (~R$ 5.030), expressivamente inferior aos rivais da Apple e Samsung. Sua versão mais acessível, o Google Pixel 6, será vendida por US$ 599 (~R$ 3.350), o mesmo valor de lançamento de um intermediário premium, como o Galaxy A71.

O que você achou da nova geração do Google Pixel? Vale o preço? Comente sua opinião!

  • O Google Pixel 5a ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.
  • O Google Pixel 6 ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.
  • O Google Pixel 6 Pro ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.
  • O Google Pixel 5 está disponível na Amazon por R$ 5.959.
(atualizado em 23 de janeiro de 2022, às 12:34)

2

Comentários

Comparativo em tamanho real: Google Pixel 6 e 6 Pro vs antecessores
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas