LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Sony restringe conteúdo sexual em jogos de PlayStation 4 e irrita desenvolvedores

17 de abril de 2019 8

Pouco depois de ter detalhes do PlayStation 5 vazados, como Ray-tracing e 8K, a Sony está restringindo globalmente o conteúdo sexual nos jogos para PlayStation. A medida acontece por conta de pressão do movimento feminista, que questiona a representação sexualizada de personagens femininas em jogos e chegaram às fabricantes, que pediram mudanças.

O ato da Sony irritou desenvolvedores de jogos, apesar de refletir as preocupações norteamericanas sobre a forma com que mulheres são retratadas em jogos. De acordo com o Wall Street Journal, que ouviu uma série de executivos de estúdios produtores de jogo nos EUA, Europa e Japão, a criatividade será prejudicada.

Disseram ainda que esse tipo de conteúdo era elogiado anteriormente pela Sony, que enxergava nesse tipo de representação como parte importante da estratégia de negócios do PlayStation. Reclamaram também que, com a nova política, eles não recebem mais atenção da Sony e foram orientados a procurar outras plataformas se insistirem nesse tipo de política. Outros executivos relatam a falta de critérios da Sony sobre o assunto.

Outro lado

A postura da Sony a diferencia de outros fabricantes de hardware e jogos, que permitem a aparição de mulheres sexualizadas desde que o game tenha classificação etária indicativa determinada por alguma agência regulatória.

Há ainda a preocupação com o fato de críticas contra conteúdo sexualmente explícito vendido em apenas algumas mercados prejudique a reputação global da fabricante. Executivos da Sony lembraram que o Japão é mais tolerante a esse tipo de prática.


O Wall Street Journal ouviu uma porta-voz da Sony, que, sem detalhar ou informar quando entrará em vigor, confirmou que a empresa determinou as novas diretrizes "para que os criadores possam oferecer conteúdo apropriado" e para que os jogos não interfiram negativamente no crescimento e o desenvolvimento dos jovens.

Rebatendo as críticas de desenvolvedores, funcionários da Sony disseram que a política foi introduzida de forma repentina, na esteira do movimento #MeToo, que teve impacto social grande, que impulsionou a decisão da empresa. Graças a essa movimentação, mulheres denunciaram em massa casos de assédio sexual, principalmente no ambiente de trabalho. Elas ganharam repercussão mundial em 2017 e 2018, quando atrizes de Hollywood começaram a falar abertamente sobre o assunto.

Outras plataformas

Geralmente, as empresas que desenvolvem jogos para o PlayStation 4, Xbox, da Microsoft, ou Switch, da Nintendo, assinam um contrato com a companhia que regulamenta a receita e permite que a empresa bloqueie jogos que não gostar. A Nintendo informou que não limitam conteúdo sexual, mas exige dos desenvolvedores a obtenção da classificação indicativa junto às autoridades, e a Microsoft não comentou o assunto.

O PlayStation 4 é o videogame mais utilizado no mundo, com mais de 94 milhões de unidades vendidas. De acordo com a Sony, o console em rendeu cerca de US$ 11 bilhões à empresa em 2018, vendas que ajudaram a impulsionar a recuperação da companhia nos últimos cinco anos.


8

Comentários

Sony restringe conteúdo sexual em jogos de PlayStation 4 e irrita desenvolvedores
Android

Melhores smartphones: TOP 5 do TudoCelular para você | Maio 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular