LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Com Xbox Series X, Microsoft deixa de oferecer alguns dos principais diferenciais do Xbox One

23 de março de 2020 48

A Microsoft já confirmou que, apesar da pandemia da Covid-19, o lançamento do seu novo e poderoso console está confirmado para 2020 durante as festas de fim de ano, sugerindo que o Xbox Series X possa chegar entre os outubro e dezembro.

Com poder de sobra em relação à geração anterior, o console de nova geração vai oferecer 12 TFLOPs de processamento gráfico, poderoso chipset desenvolvido em parceria com a AMD, armazenamento em SSD NVMe de alta velocidade e promessas de jogos em 4K podendo chegar a reprodução de mídia em 8K.

Não resta dúvidas que o Xbox Series X será espetacular, mas isso também nos leva a comparar naturalmente com o primeiro console da Microsoft para a atual geração, o Xbox One lançado em 2013 com um grande foco em conteúdo multimídia e uma grande questão: quais são as diferenças?

Tampa traseira do Xbox Series X mostra apenas uma porta HDMI para saída de vídeo e falta de saída óptica de áudio.

O que o Xbox Series X vai perder em relação ao Xbox One?

Quando a Microsoft apresentou a visão da tampa traseira do console de próxima geração com apenas um conector HDMI para saída de áudio e vídeo, ficou claro que a empresa não vai apostar nos recursos de TV que foi um grande destaque do Xbox One.

Anunciado em 2013, o primeiro Xbox One trouxe o OneGuide, uma interface dentro do próprio console que permitia ao usuário conectar um HDMI da TV a cabo para o console e, dessa forma, controlar os canais e a própria televisão com o próprio Xbox. A ferramenta foi mantida no Xbox One S e One X, mas não teremos este diferencial presente nos futuros modelos da empresa.

Com a remoção da porta de entrada HDMI, é muito provável que o já citado OneGuide desapareça também do sistema, tornando os Xbox completamente focados em jogos e menos em experiência multimídia.

Outro diferencial deixado de lado fica para o receptor infravermelho presente em todos os Xbox One e que permite ao usuário controlar a navegação do console pelos acessórios de mídia da Microsoft como o Controle Remoto Xbox.

Mais uma mudança fica para a saída óptica de áudio (S/PDIF) mesmo após vazamentos terem mostrado o conector presente no Xbox Series X. Curiosamente, a empresa não vai implementá-lo no design final e isso fará com que acessórios dedicados de áudio fiquem sem suporte, mesmo com a ênfase da Microsoft em seu sistema de áudio 3D.

Slot de armazenamento com 1 TB dedicado para o Xbox Series X.

O que o Xbox Series X pode perder em relação ao Xbox One?

Ainda não é possível cravar com total certeza que a Microsoft vai desistir de vez do Kinect, mas é bem provável que o avançado sistema de reconhecimento facial e corporal seja deixado de lado com o Series X. O Kinect foi uma grande promessa do Xbox 360 e chegou ao Xbox One com jogos que exploravam bem a funcionalidade e com foco imenso em comandos de voz, mas isso tudo foi esquecido e deixado de lado já no lançamento dos novos Xbox One S e One X. Com isso, a menos que um novo Kinect seja lançado com suporte para conector USB-A, é provável que não vejamos o sistema nos próximos Xbox.

E também é muito provável que a Microsoft meio que acabe com o armazenamento USB para jogos, ou mais ou menos. Já sabemos que os novos Xbox vão oferecer retrocompatibilidade total dos jogos da atual e vasta biblioteca do Xbox One, e é muito provável que se você tenha um HD externo ele seja utilizado também nos novos Xbox.

Entretanto, a diferença vai ficar para os jogos exclusivos do Xbox Series X e seus outros modelos, que devem ficar abrigados ou no armazenamento interno do console ou na expansão de armazenamento externa (imagem acima) desenvolvido pela Microsoft em parceria com a Seagate.

Com maior velocidade de leitura, escrita e transferência de arquivos e dados, a necessidade obrigatória para o SSD interno e a expansão da Seagate fica clara devido às altas velocidades que podem ser atingidas em comparação com outros SSDs e HDs disponíveis no mercado.

Novo controle apresenta mudanças sutis em contraste com o console completamente reformulado.

Como foi dito no começo, o Xbox Series X representará um enorme ganho de performance e desempenho em relação aos atuais Xbox One graças ao seu conjunto com processador AMD Zen 2 de oito núcleos com até 3,8 GHz, GPU Radeon RDNA 2 de 1,82 GHz com 12 TFLOPs e 52 CUs (unidades de computação), além do muito falado armazenamento interno em SSD NVMe personalizado de 1 TB com taxa de transferência de 2,4 GHz (original) ou 4,8 GHz (compactado) e os slot de 1 TB da Seagate.

Com a adição de tecnologias exclusivas para a próxima geração como ray tracing, som 3D, melhoria em textura e menor tempo de renderização, é esperável que mudanças sejam feitas, embora às vezes pareçam um retrocesso.

O Xbox Series X será o primeiro console da nova família da Microsoft e vai ser apresentado pela empresa no fim de 2020, próximo ao Natal e Ano-Novo. Preço, data oficial e mercados de venda ainda não foram revelados.


48

Comentários

Com Xbox Series X, Microsoft deixa de oferecer alguns dos principais diferenciais do Xbox One
  • Traduzindo, não vai perder nada q sintamos falta né, Xbox é p jogar. %uD83D%uDE12

      • Desceram o cacete no xbox na epoca do one pq focaram demais em funcionalidades e q aquilo era um video game, agora q trouxeram um video game falam q vai perder funcionalidade, narrativa sempre contra o xbox , sempre.ENTRADA HDMI: usada especialmente para tv a cabo, hj até elas já viraram apps e não precisam mais de um boxSAIDA OPTICA : hj a maioria das tvs possuem essa saida, sendo q o usuário liga o xbox por hdmi e a tv se encarrega de levar o som para o device, e mesmo assim a grande maiora dos home theather já possuem o audio reverso pela hdmi oq mata mais ainda a saida optica.RECEPTOR INFRA : Pra q? controle bluetooh hj é padrão.Kinect: ele foi removido até mesmo do oneS, otima ferramenta mas ninguém usava, vida q segue. Nada impede de relançar uma versão usb, inclusive tem uma para o azure.

          • Vontade de falar mal viu, só concordo com a parte do Kinect, por mim era pra ter suporte e novos jogos, só não precisaria ser obrigatório.
            -Entrada HDMI IN quase ninguém usa;
            -Infravermelho, maioria das TVs mais novas controla o Xbox pelo HDMI e quem tem aquele controle.
            -Saída de áudio óptica, ruim pra quem já tem fones que usam essa tecnologia, se não existem vias com qualidade superior, HDMI por exemplo (eARC).
            -Quanto ao uso do HD externo, novos jogos vão usar recursos dessa velocidade maior do SSD, assim com no PS5, apesar que nisso a Sony se saí melhor pois vai poder ser usado SSD de terceiros.

            • Pra mim o importante agora é que os mesmos jogos lançados pro xbox series ....tambem continuem saindo para xbox one s.
              Pois vai demora conseguir comprar um console desses que com certeza vai ser bem caro.

              • Acho que a USB-C com seus 2,5GB/s é pouco para o todo poderoso Xbox Series X, por isso que precisaram inventar um conector proprietário

                  • Pau no seu cu se tu não gosta otário

                      • O que muita gente não percebe é que esta disposta de qual é o console melhor não faz sentido. Percebam que as duas empresas a Sony e a Microsoft lucram muito mais com está guerrinha e tem gente perdendo os cabelos com qual é o melhor. É tudo uma estratégia, não sejam tolos. Cada um vai se divertir com o que preferir comprar, o PS4 da show em exclusivos e o Xbox da show em hardware. Eu recomendo não compararem e sim aproveitarem, o teu não é melhor que o do outro, porque o melhor é não ser tolo e se divertir, sai na frente quem deixa estas besteiras de lado e aproveita a diversão. Ah eu tenho o console mais poderoso do mundo!! percebam como isso é infantil. Deixem de ser gado. Pensem nisso!

                        • Muita gente apegada a jogos exclusivos enquanto eu não gosto nem dessa palavra. Espero que no futuro eu possa jogar qualquer game sem precisar ter um monte de console na minha estante!

                            • Provável que num futuro próximo os consolas deixem de existir, assim tornando o acesso aos jogos diferente do que conhecemos agora, tudo indica que este caminho está muito próximo.

                                • Muito inteligente. Se um console não em jogo exclusivo, eu vou comprar esse console por qual motivo? Por isso que Xbox One está em terceiro lugar no mercado, até mesmo o Switch que foi lançado depois e é mais fraco já vendeu mais. Adivinha? Exclusivos da Nintendo.

                                • Eu ainda tenho dúvidas se os jogos já comprados no Xbox one vão funcionar, ou se simplesmente estarão disponíveis para compra.
                                  Uso e gosto do Kinect, mas ele pode ser substituído pelo emparelhamento de um smartphone com o console. Dedicar um conector e uma interface com compo e trs dedicados já não faz mais sentido.

                                  • A única coisa que falta pra Microsoft eh focar em jogos exclusivos melhores tipo. Need for speed Porsche,que tinham de tirar carteira,provas desafios

                                    • Saída de áudio óptica acho necessário. Eu por exemplo, uso um sistema de som da Panasonic que ligo entre ele e a TV, aí desse modo, qualquer equipamento ligado à TV sai no som de forma digital sem interferência. Da mesma forma, eu poderia ligar no próprio XBOX e no som, mas uso na TV por comodidade. Se não houvesse essas saída, ficaria no cabo P2, que diga-se de passagem é uma qualidade exdruxula.

                                      • Sim, tem, o ps5 com clock de gpu variável (overclock)

                                          • Ou seja, tirou o que ninguém usa e foco na porra da jogabilidade. Se eles correrem atras de exclusivos decentes, ai não tem pra ninguém. Mas se fizer um monstro desse pra rodar Halo e Gears, ai meu amigo....pode decretar falência. Ninguém aguenta mais essas duas franquias de merda...

                                            • Confesso que gosto dessas funcionalidades no xbox one x eu gosto muito do fato de ele ter a tv integrada nele com o guia atualizado, de usar um só controle multimidia pro xbox e controlar todos os aparelhos da sala, inclusive ar condicionado com a alexa, gosto de usar o netflix e amazon nele ja q a minha tv n oferece o amazon video, gosto de mudar pra tv sem ter q pegar outro controle, gosto de usar o controle de voz dele pelo kinect e gostava muito quando dava pra controlar com as maos, tudo que eu preciso na sala é um controle multimidia do xbox e o controle de jogos e pronto, isso pra mim é um dos pontos mais fortes do xbox, eu gosto de mostrar pras visitas q tem PS q alem de o meu one x rodar a 4K 60 fps ele tem coisas q n tem no PS e q é muito comodo no dia a dia, e vai perder isso no series x, e isso me deixou meio chateado com o novo console, um dos motivos pra eu n comprar ele no lançamento, só quando eu tiver uma tv 8k msm e quando ele lançar jogos só pra ele e que n tenham no one x.

                                                • A parte boa da porta HDMI traseira é que vc podia ter um Switch por exemplo conectado e jogar os jogos com upscaling pra 4K

                                                    • Pse isso Tambem é muito Positivo do Xbox one, caso n use tv a cabo, pode conectar um console no outro ou pc pra jogar emulador de jogos classicos enfim o q vc quiser desde q tenha hdmi, enfim o xbox one é one msm é toda a sua sala em um console e alem disso tem o one x que é o console mais poderoso a venda até agora ent vc pode jogar em 4K 60 Fps, ent é um console focado em games sim e muito focado, mas da a opção de usar ele como midia e tudo mais q vc quiser, e o series x vai tirar esse mimo digamos da plataforma, vai ser SÓ pra jogos (o que é bom demais, mas tirar coisas pra quem ja ta acostumado incomoda um pouco por um tempo, eu mesmo fiquei sem xbox por um tempo e fiquei doido de ter q pegar um controle pra ligar a tv outro pra mudar o canal da tv a cabo, outro pra jogar e outro pra aumentar o som, sendo q no one só precisa de um pra jogar e outro pra midia, ou se quiser pode usar o pra jogar pra tudo)

                                                    • A saída de audio óptico é inútil com Dolby Atmos. Tenho uma sound bar da LG com este recurso e só funciona com HDMI 2.x. Por isto ela tá abandonando, tá virando tecnologia legada...

                                                        • Que materiazinha de sonysta heim?! XBSX não tá perdendo nada...

                                                          • Não é perda. E a pouca usabilidade e é muito mais sensato você desligar o console para ver TV e economizar energia caso você ainda não use o proprio Xbox para serviços de streaming como Netflix, Yotube, Amazon Prime, Hulu, Globo Play, HBO Go, Crackl, Telecine Play e tantos outros somando a queda de usuário da TV por assinatura, não somente no Brasil como no mundo.

                                                            Kinect é uma grande porcaria, capado e disfuncional.

                                                            Se pudesse pedir algo seria ter microfones no próprio controle com cancelamento de ruido.

                                                              • Afinal, cadê a perda real? Não vi nada de perda e sim mudança. Tirar algo não é necessariamente uma perda. Seria perda se todos usassem o itens mencionados, como não é o caso, não tem perda, mas sim, mudança.

                                                                  • Única coisa que me faria falta atualmente é a saída óptica de áudio. O resto é dispensável.

                                                                      • Tem nada não pq agora e o console mais poderoso e detalhe ele não está com BOOST , e OVERCLOCADO igual o ps5 meu amigo imagina só o tanto que esse treco vai esquentar pqp .

                                                                          • Não tem overclock retardado. Mas a Sony que tem mais experiência em hardware sabe que não é legal deixar o clock no máximo o tempo todo, pra que deixar no máximo quando vc está jogando um jogo mais fraco? Não é overclock é frequência variavel., Vai estudar hardware antes de falar merda.
                                                                            E outra coisa dizer que o console é mais poderoso por um número pouca coisa maior de teraflops é o mesmo que julgar uma camera só pelos megapixels.
                                                                            A velocidade em dobro do SSD e a GPU com clock mais alto, além da ram de 16 GB Flash D-Ram DDR6 superior a da geladeira jogável, faram do PS5 o console mais rápido do mundo.
                                                                            E tem mais, o que mais esquenta uma GPU são os Buffers de entrada sobrecarregados por conta do clock baixo, principalmente quando se tem mais tflops.

                                                                              • Console não tem overclock

                                                                                • Que eu saiba o que faz mais esquentar é deixar os clocks sempre no máximo o tempo todo, imagine só o gasto de energia elétrica na hora de fazer um Download , assistir um vídeo , tudo no máximo puxando energia direto, a redução dos clocks é fundamental para consumo elétrico mais baixo, na época que minerava eu deixava os clocks no máximo no pc ligado 24 horas por dia e as placas mineravam de boa, sendo que elas são do mesmo estilo do ps5, eu não consigo entender porque achar vantagem da Microsoft deixar clocks fixos?? Acho loucura isso é mentira deles pois isso vai gerar um gasto de energia enorme para tarefas básicas

                                                                                • Matéria tipicamente Sonysta, os recursos que disseram que irá perder, são recursos pouquíssimos utilizados pelos players, não vão perder nada, só ganhar, a Sony já está começando a injetar dinheiro nos portais, para disseminar notícias compradas, na tentativa de fazer a cabeça dos desinformados, já viram que o console deles é inferior, estão se borrando, afinal sem o PS a Sony já teria falido, ridícula essa reportagem.

                                                                                  • "Perder" features que ninguém quis na última geração, e virar um videogame de verdade

                                                                                      Economia e mercado

                                                                                      Coronavírus: como diferenciar doenças como resfriados, rinite e mais da COVID-19

                                                                                      Android

                                                                                      Top 10! Melhor aplicativo ou canal de saúde para se exercitar em casa | Guia do TudoCelular

                                                                                      Android

                                                                                      Coronavírus: saiba como se comunicar com familiares e amigos durante a quarentena

                                                                                      Curiosidade

                                                                                      Saiba higienizar o celular para reduzir chances de contaminação por coronavírus