LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Age of Empires IV une nostalgia com novidades para melhorar franquia | Análise / Review

25 de outubro de 2021 6

Age of Empires IV se trata da sequência da franquia de estratégia em tempo real (RTS), com desenvolvimento pela Xbox Game Studios, com motor Essence Engine. Ele chegará aos PCs após 16 anos do seu antecessor, Age of Empires III: The Asian Dynasties.

Ele será lançado no dia 28 de outubro deste ano, mas o TudoCelular já teve acesso antecipado a ele e detalha as principais características do jogo da Microsoft a você nesta análise completa.

História

Age of Empires IV é situado em um passado que vai desde a Era das Trevas até o Renascimento, quando você precisará viver uma série de eventos históricos e decidir o decorrer deles no game. Cada ação do jogador poderá mudar o rumo da história.

Dentro dessas grandes batalhas já vividas pelo mundo, estão os confrontos de Joana d’Arc contra os ingleses e as tropas de Gengis Khan na batalha para conquistar a Ásia. Para isso, você precisará liderar suas tropas e expandir a cidade a fim de preparar o exército na hora de atacar os oponentes e manter a sociedade sustentável.

Uma das características positivas aqui é a presença de localização completa para os brasileiros, com direito a legendas e dublagem em português. Contudo, os sons das civilizações respeitam os idiomas nativos delas – ponto positivo para aumentar a imersão.

Jogabilidade

Apesar de termos elementos melhorados em relação ao III, a mecânica aqui se assemelha mais ao Age of Empires II – considerado por muitos o melhor título da franquia. Entre os retornos nostálgicos que podemos citar, estão as conversões de unidades por monges, a presença da pedra entre os recursos disponíveis e a necessidade de locais de descarte.

Ao todo, serão oito civilizações possíveis, das quais quatro o público já está familiarizado. São os casos dos ingleses, mongóis, chineses e indianos – estes últimos agora são considerados como o Sultanato de Déli.

O progresso tem quatro campanhas, de 35 missões cada. Todas levam você a uma viagem no tempo e exploram ao máximo a sua capacidade de montar estratégias e construir uma civilização forte.

Em muitos momentos, será necessário criar aldeões para explorar os arredores do mapa. Em outros, os batedores serão essenciais na descoberta de minas de ouro e outras regiões do mapa, a fim de expandir o seu mundo. Isso sem contar os momentos em que você precisará partir para o ataque e conquistar novos territórios.

Gráficos

Os gráficos foram bem aprimorados e agora trazem mais detalhes visuais. Em uma construção, por exemplo, não aparece mais um aldeão batendo na terra até aparecer uma casa. As etapas são mais graduais e menos artificiais, o que gera uma experiência agradável e permite saber o andamento do processo só de ver o momento da obra.

Também precisamos destacar a beleza de elementos simples do jogo, desde jardins até estradas, com detalhes de arte que mostram como cada unidade e edifício foram trabalhados com grande cuidado.


Um problema encontrado aqui ocorreu com o zoom e a movimentação dentro do mapa. No primeiro caso, as aproximações podem não ser o ideal para cada situação, principalmente quando você precisa chegar mais próximo do trecho da cena retratada.

Já no segundo, o deslocamento usando apenas o mouse pode trazer problemas, pela sensibilidade de mudança da visão. Nas setas do teclado, há uma melhora, mas ainda carece de um ajuste mais fino, para permitir um enquadramento onde o jogador desejar.

Considerações finais

O game consegue combinar o melhor estilo já lançado na franquia, ao mudar o desenvolvimento aplicado no III, e uma qualidade de imagem que surpreende de maneira positiva. Isso sem contar a dublagem em português, sem tirar as vozes nos idiomas nativos dos personagens, para melhorar a imersão.

Todo esse conjunto torna este jogo um sucessor natural de Age of Empires II, mas com gráficos atualizados e muito melhorados, bem como uma experiência que se encaixa em tecnologias avançadas de mobilidade e motor.

A história também permite uma viagem no tempo e dá o contexto correto a cada uma das aventuras, com boa ambientação em cada um dos mundos.

Escolhas de históriasJogabilidade nostálgicaLocalização em PT-BR
Limitações gráficasPreço
História

Confrontos históricos foram bem escolhidos para contextualizar este jogo.

Jogabilidade

Retorno da mecânica presente em Age of Empires II, considerado o melhor da franquia até então.

Gráficos

Apesar dos elementos visuais bonitos, alguns pontos deixam a desejar.

Trilha Sonora

O som se destaca principalmente por duas características: a dublagem em português; e a manutenção dos sons nativos de cada povo, para situar as civilizações.

Imersão

A possibilidade de viver os momentos históricos do passado, com a ambientação por meio dos sons, gera imersão satisfatória ao game.

Nota Total

Age of Empires retoma o que a franquia tem de melhor e aprimora por meio de elementos que as tecnologias atuais permitem.

Vale a pena?

Age of Empires IV será lançado no próximo dia 28 de outubro, para computadores – via Steam ou Microsoft Store –, e integrará a lista do Xbox Game Pass para PC. Nas duas plataformas, ele está disponível pelo preço de R$ 200.

A nossa recomendação para curtir este título é contar com uma assinatura do Game Pass da Microsoft, que dará uma série de outros jogos adicionais no pacote.

Quais são as suas expectativas para o novo jogo da franquia Age of Empires? Diga para a gente!

*Agradecemos à assessoria de “Age of Empires IV” por ceder uma cópia antecipada do jogo ao TudoCelular para este review!


6

Comentários

Age of Empires IV une nostalgia com novidades para melhorar franquia | Análise / Review
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas