LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

LG G7 ThinQ deixa a desejar em desempenho e bateria para outros flagships

30 de setembro de 2018 69

LG G7 ThinQ chegou buscando levantar a posição da marca coreana no mercado de smartphones top de linha, agora com um lançamento que renova a linha anterior apostando em uma plataforma verdadeiramente atual, Snapdragon 845. A tela subiu de 5,7 para 6,1 polegadas, graças ao uso do notch para ampliar o aproveitamento frontal. Mas falando em bateria, tivemos uma redução de 3300mAh para 3000mAh, ficando a dúvida no ar quanto ao impacto na autonomia.

Autonomia

Buscando saber como o LG G7 realmente se sai em autonomia, realizamos um teste simulando um uso mais real com o aparelho durante todo o dia seguindo a metodologia abaixo:

  • 6 minutos de navegação no site do Tudo Celular usando o Chrome, vídeos no YouTube, vídeo no MX Player, streaming no Spotify, músicas no PowerAMP, WhatsApp e jogos;
  • 4 minutos de chamadas via 3G;
  • 2 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps.
  • Foram repetidos vários ciclos com intervalos de 30 minutos até esgotar totalmente a bateria do aparelho. Desta forma, tivemos uma ideia mais precisa da real autonomia.

Após 14 horas e 16 minutos o LG G7 descarregou, encerrando o teste de bateria.

  • O smartphone completou um total de 14 horas e 16 minutos de uso, com 6 horas e 55 minutos de tela ligada durante o teste.
  • Realizamos 10 ciclos completos de testes, que incluíram:
  • 60 minutos de navegação no Chrome;
  • 300 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp (música offline), MXPlayer (vídeo) e YouTube (60 minutos cada);
  • 60 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Candy Crush, Modern Combat 5, Injustice e Asphalt 8);
  • 60 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (20 minutos cada);
  • 40 minutos de chamadas de voz conectado às redes móveis;
  • O app que mais consumiu bateria foi o Youtube.
Desempenho

Para o teste de velocidade na prática abrimos 12 aplicativos para ver quanto tempo o G7 leva para carregar tudo, incluindo alguns pré-instalados, como o cronometro usado para medir o tempo, câmera, galeria e configurações. Entre outros que foram baixados da Play Store, incluindo Netflix, Spotify, WhatsApp, Facebook e os jogos Pokémon Go e Asphalt 8.

A pesada interface da LG, unida a pouca RAM ("apenas" 4 GB), tornam o G7 mais lento que seus rivais para abrir todos os apps, além de impedir de segurar operações em segundo plano, fazendo com que ele leve mais tempo que muito dispositivo intermediário e até alguns básicos – o que é algo totalmente inaceitável. Foram 59 segundos na primeira volta e mais 1 minuto na segunda, totalizando 2 minutos, quase o dobro que rivais como o Galaxy S9 Plus e Note 8.

Benchmarks

Se em uso real o G7 deixa a desejar para os rivais, em benchmarks, pelo menos, ele consegue o mesmo nível de pontuação, chegando a 256 mil pontos no AnTuTu – o que o coloca ligeiramente abaixo do Galaxy S9 e Xperia XZ2, por exemplo.
Já no GeekBench, o modelo da LG supera por pouco os rivais da Samsung e Sony.

Em benchmarks gráficos tivemos resultados mistos. O G7 conseguiu pontuação maior em testes mais antigos, enquanto em ferramentas que exigem mais do processador gráfico do aparelho, vimos resultados abaixo dos rivais da Samsung, Sony e Apple.

Jogos

O LG G7 tem poder de fogo de sobra para rodar jogos com o melhor desempenho possível, mas não é isso que vemos aqui.
Em títulos travados para não passar de 30 fps, tivemos esta média com o Asphalt 8 e Injustice 2. Curiosamente, Vainglory, que roda a 60 fps em muitos aparelhos, aqui ficou travado nos 30.

Modern Combat 5 também apresentou resultado decepcionante, ficando com média de 41 fps. Isso não chega atrapalhar a jogatina, mas não entrega a mesma fluidez vista em jogos mais leves como Clash Royale e Subway Surfers.

No PUBG Mobile tivemos um bom desempenho com a configuração padrão. Para quem está viciado neste jogo, não terá nenhum problema aqui no smartphone da LG.

Jogo FPS CPU GPU Memória
Asphalt 8 29 3% - 563 MB
Clash Royale 59 2% - 380 MB
Injustice 2 30 3% - 647 MB
Modern Combat 5 41 7% - 574 MB
PUBG Mobile 30 10% - 732 MB
Subway Surfers 60 3% - 250 MB
Vainglory 30 1% - 446 MB

Para quem é viciado em jogar no celular, o G7 rende em média 5 horas longe da tomada. Em jogos mais pesados, como o PUBG Mobile, a autonomia cai para menos de 4 horas.

GameBench

Desenvolvedor: GameBench Ltd

Preço: grátis - oferece compras no app

Tamanho: Depende do dispositivo

Conclusão

Poderíamos dizer que houve uma boa evolução no quesito autonomia no G7, se comparamos com o antecessor, já que mesmo tendo uma tela maior e com menos mAh, o novo top de linha conseguiu um resultado melhor, além de igualar o resultado do rival Galaxy S9 Plus, mesmo com bateria consideravelmente menor.

Mas é claro que esse resultado está longe do que a maioria dos usuários almeja, tanto que a Samsung abriu mão de alguns aspectos de design para lançar o novo Galaxy Note 9 com uma bateria muito maior. Quanto ao G7, só podemos afirmar que para usos básicos é possível ir até o final do dia sem recorrer a tomadas, mas se puxar um pouco mais, então é melhor ter powerbank ou tomada por perto.

Já no quesito desempenho o Android do G7 precisa de melhor otimização por parte da LG. O seu novo flagship foi mais lento em nosso teste de velocidade comparado aos rivais e também ao G6. Não apenas isso, mas há muitos celulares mais baratos que conseguiram segurar os aplicativos abertos na RAM em nosso teste.

O aparelho também não empolga em jogos, apresentando fluidez inferior ao de modelos intermediários, até mesmo da própria LG. Em bateria vemos resultados mistos. Em alguns testes o G7 superior seu antecessor, mas em muitos a autonomia deixa a desejar para os rivais da Samsung e Sony.

No geral o G7 é um bom aparelho top de linha, mas há opções do mercado que oferecem melhor desempenho e autonomia de bateria. De qualquer forma, é sempre bom conferir ofertas do aparelho na descrição do vídeo, o que pode ser uma boa compra dependendo do valor pago.

Transmissão encerrada!

19/8/2018 - 21.18

Obrigado por sua companhia e até o próximo teste de bateria.

19/8/2018 - 21.18

LG G7 acabou de desligar. Atualizaremos a pauta com os dados deste teste e em breve com o vídeo incluindo a parte do desempenho.

19/8/2018 - 20.57

E finalmente, com 5% de carga restante, voltamos para ver quanto tempo de tela e no total o G7 garantirá de autonomia em nosso teste.

19/8/2018 - 20.28

Final do décimo ciclo. Temos 6% de carga que talvez ajudem o G7 a alcançar as 7h de tela, mas não devemos ir muito além disso.

19/8/2018 - 20.27
19/8/2018 - 19.35

Com 15% restante, estamos entrando no décimo ciclo com o LG G7.

19/8/2018 - 19.05

Nono ciclo fechado com 16% de carga restante, já somamos 6h de tela e provavelmente teremos apenas mais um ciclo.

19/8/2018 - 19.04
19/8/2018 - 18.23

Nós já tivemos o intervalo após oitavo ciclo e agora estamos entrando no nono, iniciado com 24%.

19/8/2018 - 17.54
19/8/2018 - 16.49

Ainda com 35% estamos iniciando o oitavo ciclo.

19/8/2018 - 16.22

E o sétimo ciclo está fechado, agora restando 35% de carga.

19/8/2018 - 16.21
19/8/2018 - 15.29

E agora estamos no sétimo ciclo, iniciado com 45%.

19/8/2018 - 14.56

Sexto ciclo encerrado com 46% de carga restante. Temos agora 4h de tela e o Youtube continua como vilão do consumo.

19/8/2018 - 14.55
19/8/2018 - 14.03

Já estamos iniciando o sexto ciclo, agora com 55% de carga.

19/8/2018 - 13.36

Chegamos a quase metade do teste de bateria do G7. Com 57% de carga fechamos o quinto ciclo somando mais de 3h de tela após 6h30 longe da tomada. Será que ele chega aos 11 ciclos?

19/8/2018 - 13.33
19/8/2018 - 12.40

E já estamos no quinto ciclo, ainda com 67%.

19/8/2018 - 12.03

Após o quarto ciclo, parece que já temos um padrão, entre 9% e 10% de consumo por ciclo. Provavelmente ficaremos em 10 ciclos, mas mudanças na temperatura do chip podem mudar o quadro ao longo do dia, veremos.

19/8/2018 - 12.01
19/8/2018 - 11.09

Agora com 76% de bateria, iniciamos o quarto ciclo.

19/8/2018 - 10.40

Com quase 2 horas de tela, fechamos o terceiro ciclo tendo ainda 77% de carga no G7.

19/8/2018 - 10.39
19/8/2018 - 09.55

Já estamos no terceiro ciclo há alguns minutos.

19/8/2018 - 09.19

Fechamos o segundo ciclo com 86% de carga restante, algo mais realista que a primeira parcial. No terceiro ou quarto ciclo teremos uma ideia mais precisa sobre o quanto esperar de autonomia do LG G7. Até agora, Youtube é o grande vilão energético.

19/8/2018 - 09.17
19/8/2018 - 08.23

Iniciando o segundo ciclo agora, com 95% de carga.

19/8/2018 - 07.55

Primeiro ciclo encerrado com 96% de carga ainda, mas é preciso observar que demorou um pouco para o sistema cair dos 100%, podendo ter ocorrido algum erro nessa conta inicial. Vamos agora para o primeiro intervalo de 30 minutos.

19/8/2018 - 07.53
19/8/2018 - 07.02

LG G7 desconectado da tomada e teste iniciado. Façam suas apostas, quantos ciclos (com tempo total e de tela) ele renderá?

19/8/2018 - 07.00
19/8/2018 - 06.58

Bom dia! Já estamos a postos com o LG G7 totalmente carregado para iniciar o teste de bateria.

O LG G7 ThinQ está disponível na Extra por R$ 2.849. O custo-benefício é bom e esse é o melhor modelo nessa faixa de preço. Para ver as outras 9 ofertas clique aqui.
(atualizado em 24 de março de 2019, às 02:56)

69

Comentários

LG G7 ThinQ deixa a desejar em desempenho e bateria para outros flagships
Android

Melhores smartphones: TOP 10 do TudoCelular para você | Março 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular