LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Apple segue com dificuldades no projeto elétrico do AirPower, que poderá ser redesenhado

17 de setembro de 2018 7

O AirPower foi anunciado no evento que oficializou o iPhone X em 2017. Ele era a aposta da Apple para contornar o grande atraso da companhia no mercado do carregamento sem fio de eletrônicos, e de fato, sua proposta de reabastecer o tanque de iPhones, AirPods e Apple Watches simultaneamente em um mesmo aparelho parecia compensar o delay.

Porém, não só a gigante de Cupertino entrou tarde nessa competição, como prometeu algo que aparentemente não pode entregar.

Apesar de ter sido anunciado para 2018, já vimos que o iPhone X foi descontinuado, conhecemos seus três sucessores, e ainda nada do AirPower. É de se imaginar que problemas no seu desenvolvimento atrapalham qualquer tipo de cronograma que a Apple tenha planejado, mas agora alguns analistas de mercado afirmam que tipo de imprevistos são esses.


A maior falha do atual projeto que a empresa testa para o dispositivo tem relação com o seu sistema multi-células: enquanto produtos de carregamento por indução do mercado saem com uma ou duas células, a solução da Maçã trabalha com no mínimo 16, podendo chegar a 24. O empecilho mora aí: elas não funcionam como deveriam pois o trabalho de ativação de unidades específicas para cada tipo de iGadget superaquece o AirPower, e impede a alimentação dos aparelhos colocados nele.

Basicamente, ele foi anunciado sem que a equipe de Tim Cook tivesse obtido sucesso em implementar esse sistema, que convenhamos, soa realmente complexo. Afinal, iPhones, Apple Watches, e AirPods requerem - cada um - uma transferência de energia específica. Por indução, e todos na mesma "tábua", então, esse desafio soa enorme.

Essa questão é uma pedra tão grande no sapato da empresa que a página dedicada ao produto saiu do ar, e são muitas as apostas do mercado de que ele será redesenhado, possivelmente cortando alguns dos seus recursos.

Essa foi uma das poucas vezes em que a gigante de Cupertino trocou as mãos pelos pés: a empresa tem uma política de ser extremamente discreta e só falar oficialmente sobre produtos quando eles estão basicamente finalizados, o que claramente não foi o caso aqui.


O AirPower significaria uma típica decisão Apple: uma aposta em uma tecnologia que a Maçã não foi exatamente pioneira, mas a aliança dela com uma maior praticidade em relação à outras soluções do mercado criando um produto chamativo e robusto.

Vale lembrar, porém, o fracasso (até então) desse projeto não afetou a imagem dela: os iPhones alçaram a companhia ao patamar de gigante com valor trilionário de mercado, com expectativas ainda mais altas para o próximo trimestre fiscal.

E você, acredita que o aparelho ainda poderá ser lançado em seus termos originais do futuro? Conte para a gente nos comentários!


7

Comentários

Apple segue com dificuldades no projeto elétrico do AirPower, que poderá ser redesenhado
Android

Melhores smartphones: TOP 5 do TudoCelular para você | Junho 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular