LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Conheça os direitos para quem se arrependeu das compras na Black Friday 2021 | Detetive TC

25 de novembro de 2021 17

Atualização (25/11/2021) – RB

Estamos na semana da Black Friday 2021, e como ocorre de costume, muitos consumidores compraram a mais do que o orçamento permitia ou não tiveram a satisfação esperada com o produto adquirido e acabaram se arrependendo do negócio.

Após abordar dicas para evitar cair em fraudes, a coluna Detetive TudoCelular foi atrás dos direitos que o consumidor possui quando não quer mais a mercadoria comprada. Confira a seguir:

Direito do arrependimento

O direito do arrependimento permite que o consumidor solicite o cancelamento e a devolução dos valores pagos, em até sete dias, sem precisar justificar o ato. Ele está previsto no artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor.

Art. 49. O consumidor pode desistir do contrato, no prazo de 7 dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação de fornecimento de produtos e serviços ocorrer fora do estabelecimento comercial, especialmente por telefone ou a domicílio.

Apesar de estar previsto na lei, é recomendado que o cliente peça um protocolo de atendimento, a fim de formalizar o pedido. Caso haja algum problema, é por meio do código gerado que a pessoa poderá ir atrás dos seus direitos, ou procurar entidades responsáveis para atendê-lo, como o Procon ou o portal Consumidor.gov.br.

Compras em lojas virtuais

Nos casos em que a compra foi realizada por meio de lojas virtuais, os sete dias corridos para o prazo de arrependimento são contados a partir da entrega. A varejista é a responsável pelo recolhimento da mercadoria e por estornar o dinheiro.

O direito é válido para aquisições online devido ao fato de o consumidor não conseguir checar o produto pessoalmente. No entanto, as lojas possuem políticas próprias de devolução, por isso o usuário deverá ficar atento às distinções de forma individual.

Compras em estabelecimentos físicos

Em situações nas quais a compra é feita em lojas físicas, o CDC não prevê a proteção nessa categoria, uma vez que o cliente já teve contato com o produto no próprio dia. No entanto, é necessário que o consumidor saiba quais são as políticas de cada varejista.

Geralmente, o estabelecimento informa no ato da aquisição os requisitos para troca ou devolução. Caso não diga, é importante você se informar quais são as vantagens oferecidas nesse ponto pelo local.

Defeitos e atrasos

Se o produto chegar com algum defeito ou avaria, o Código de Defesa do Consumidor prevê um prazo de 30 dias, para queixas de não-duráveis – como roupas ou cosméticos –, e de 90 dias, nos casos de duráveis – tais quais eletrônicos e smartphones. A reclamação pode ser feita com a loja ou diretamente para o fabricante.

Já nas situações em que a entrega está atrasada, ou seja, passou do prazo estipulado pela varejista, o cliente tem a opção de cancelar a chegada e pedir a devolução do dinheiro pago.

Você chegou a fazer alguma compra no período e se arrependeu posteriormente? Conte a sua história para a gente!


17

Comentários

Conheça os direitos para quem se arrependeu das compras na Black Friday 2021 | Detetive TC
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas