LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Medo? Nokia e Ericsson não reagem a banimento da Huawei nos EUA

02 de janeiro de 2019 6

Após o governo dos Estados Unidos aumentar a pressão para que a Huawei deixe de operar no mercado de telecomunicações do país, diversos analistas acreditavam que outras empresas como Nokia e Ericsson iriam se aproveitar da situação. No entanto, não é o que está acontecendo.

Isso porque fontes do The Wall Street Journal apontam que diversas operadoras estão reclamando que as concorrentes da chinesa estão demorando para se mover. Com isso, já existem até temores sobre uma possível escassez de equipamentos avançados como os oferecidos pela Huawei.

Além disso, para piorar a situação, a Nokia e a Ericsson podem enfrentar outra gigante em breve. De acordo com alguns analistas, a Samsung está se apressando para vender mais equipamentos de telecomunicações nos EUA e assim suprir a demanda aberta com a saída forçada da Huawei.


Outro componente que impede uma maior reação de Nokia e Ericsson é o medo. Isso porque há um temor generalizado de que a China acabe retaliando as empresas caso elas "se aproveitem demais da situação". Por isso, tudo vem sendo administrado com muito cuidado.

Com isso, as empresas tendem a reagir com cautela até mesmo em outros mercados onde a Huawei também foi impedida de atuar como na Austrália, França e Nova Zelândia. Desta forma, ao que tudo indica, levará algum tempo para que a chinesa deixe de ser a líder mundial em equipamentos de telecomunicações.

Por outro lado, as próprias operadoras europeias alegam que migrar da Huawei para outra empresa pode ser algo muito difícil e até mesmo caro. Isso porque a chinesa sempre oferece produtos avançados antes da concorrência, algo que pode atrasar a chegada do 5G em países como o Reino Unido.

Com a publicação da reportagem, a Huawei respondeu afirmando que não possui ligações com o governo chinês e que a companhia "pertence aos seus funcionários". Já a Nokia informou que a empresa está vendendo soluções para o 5G em diversos países e que possui capacidade para o aumento da demanda.

A Ericsson também comentou que no momento está focada na competitividade oferecendo equipamentos com um bom custo-benefício. No entanto, nenhuma das empresas quiseram se manifestar sobre a Huawei sob o medo de perder os cerca de 30% de mercado que a China ofereceu para elas em um acordo com a União Europeia.

(atualizado em 25 de março de 2019, às 01:54)

6

Comentários

Medo? Nokia e Ericsson não reagem a banimento da Huawei nos EUA
Android

Melhores smartphones: TOP 10 do TudoCelular para você | Março 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular