LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Mourão afirma que o Brasil vai manter a parceria com Huawei

21 de maio de 2019 54

O Brasil tem se mostrado um país bastante receptivo para multinacionais chinesas este ano, tanto que isso repercutiu diretamente na volta de fabricantes como a Huawei e Xiaomi para o país, que são empresas altamente atrativas para o público brasileiro, principalmente na divisão mobile que tem ganho bastante espaço nos últimos anos, mesmo quando a aquisição só era possível via importação.

Com as recentes polêmica envolvendo o governo dos Estados Unidos, a Huawei e a China como um todo, a maior curiosidade na política externa gira em torno de saber qual a posição do país tupiniquim em relação a isso tudo. Nesta terça-feira (21), o vice-presidente Hamilton Mourão disse que a gigante da tecnologia é vista com bons olhos pelo Brasil

A afirmativa foi feita durante a visita do braço direito do presidente Jair Bolsonaro a Pequim, na China, onde ele respondeu a uma série de perguntas feitas em relação ao comportamento do Brasil diante dos escândalos de espionagem expostos por Donald Trump em relação ao país asiático. Quando perguntado sobre o fato da empresa estar atuando dentro do nosso país, Mourão foi bem sucinto e categórico ao expor a sua opinião.

“A Huawei está estabelecida no Brasil e vai fazer mais investimentos. Na semana passada, recebi representantes da Huawei em meu gabinete em Brasília. Me apresentaram planos de expansão no país”, disse Mourão.

Não é a primeira vez que o Brasil mostra bastante interesse em manter a parceria entre o Brasil e a Huawei, pois o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, afirmou que não havia motivos para a nossa nação realizar um boicote à empresa, assim como os EUA já fizeram e motivaram diversas empresas de tecnologia a realizarem tal ação, afetando até mesmo o fornecimento de updates do sistema operacional Android em aparelhos Huawei.

O vice-presidente sabe da importância da empresa para o Brasil, principalmente quando o país for realizar a migração do 4G para o 5G, que está prevista para ocorrer em 2021. A reafirmação da parceria vai deixar esse processo muito mais simples por já ter a tecnologia necessária ao seu dispor graças a fabricante chinesa.

"Nessa questão de tecnologia e inovação a gente tem que adotar um dispositivo de expectativa. Quando as coisas ficam polarizadas como estão, você tem que ter flexibilidade. Não pode se atirar para um lado só de uma hora para a outra, mas tem que raciocinar com calma e aguardar o desfecho”, reforçou Mourão à Folha.

Ainda não dá para ter noção das consequências dessa decisão a médio e longo prazo no que diz respeito à relação entre os Estados Unidos e o Brasil, mas a decisão de manter parceria com a Huawei pode ser a melhor alternativa para alcançar o equilíbrio econômico e tecnológico que o país vem buscando.

E aí, caro leitor, o que você acha desse posicionamento do Brasil em relação à Huawei? Diga para a gente nos comentários!


54

Comentários

Mourão afirma que o Brasil vai manter a parceria com Huawei
Android

Melhores smartphones: TOP 5 do TudoCelular para você | Junho 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular