LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Desequilíbrio na Play Store e App Store: 1% dos desenvolvedores leva maior parte dos lucros

24 de novembro de 2019 17

Dados recém-divulgados pela firma de análise de mercado SensorTower mostram o preocupante cenário que continua a existir nas lojas de aplicativos das maiores plataformas móveis do mercado, o iOS e o Android.

Em seu mais novo relatório, que cobre o terceiro trimestre de 2019, a empresa detalhou os lucros e o número de downloads para dispositivos móveis em uma espécie de análise global, incluindo a App Store e a Google Play Store.

Contando as duas lojas existem cerca de 792.000 desenvolvedores, e desses, apenas 1% foi responsável por pelo menos 80% dos downloadsdos 29,6 bilhões de downloads o Facebook levou 23,6 bilhões.

Quando falamos dado número de instalações, enquanto a média (os 99% restantes) de desenvolvedores consegue 7.650 instalações individuais, o Facebook levou nada menos do que 682 milhões.

Já falando de receita, o cenário é ainda mais desesperador: estamos falando de US$ 22 bilhões que foram distribuídos de forma desigual entre inúmeros desenvolvedores, com 1% deles levando US$20,5 bilhões enquanto os outros em média tirando US$ 9.900.

Na parte dos jogos a mesma tendência é observada, com 1% dos desenvolvedores levando para casa 82% dos downloads e 95% da receita – ou seja, podemos constatar que a App Store e a Play Store nada mais são do que duas grandes oligarquias, onde o poder está na mão de uma minoria.

O pior de tudo é que, como podemos ver nos gráficos acima, isso vem acontecendo desde 2014 e, mesmo assim, as empresas responsáveis pela App Store (Apple) e pela Google Play Store (Google) não conseguiram equilibrar os números.


17

Comentários

Desequilíbrio na Play Store e App Store: 1% dos desenvolvedores leva maior parte dos lucros
  • Não acredito que essa narrativa de desigualdade chegou até sobre as lojas de aplicativos. É óbvio que vai ser desigual, e ainda bem, pois isso significa que existem aplicativos melhores que outros, serviços mais procurados que outros, que o dinheiro está sendo empregado onde há mais retorno. Querem Comunismo até nisso? Querem que o dinheiro seja distribuído igualmente para pequenas e grandes empresas de aplicativos?
    Que vergonha que me dá de ler isso.

      • Oligarquias? Distribuição desigual? Então a solução é distribuir a grana de forma igual entre os desenvolvedores, é? kkkk Facebook nem precisa comentários da magnitude em tamanho que é a empresa. Se isso é bom ou ruim, é outro papo.

        Dai eu, desenvolvedor amador, lanço um app (seja jogo, seja o que mer**da) for, e sou vítima porque meu app não consegue nem fazer cócegas em alguns gigantes, muito menos na receita?

        Posso estar errado, mas cheira a papo comunista essa matéria, se os desenvolvedores observarem as regras a plataforma está lá, pronta para receber novidades e o termômetro são os consumidores. Porque será que facebook é um dos pouquissimos que abocanham a maior fatia do bolo? talvez porque simplesmente é absoluta regra qualquer pessoa NOVA usuária de Smartphone irá baixar o facebook ou seus derivados: Whastapp, Instagram, Messenger.

        Se eu concordo com essa "desigualdade", não sou ninguém, quem concorda ou não são TODOS os consumidores que consomem tais apps que são simplesmente regra em qualquer celular.

          • Nem lembro da última vez que apareceu update para algum app da Apple aqui no ipad.
            Só para os outros.

              • Não dá pra comparar participação no mercado entre um desenvolvedor de calculadora científica e um desenvolvedor de jogos. Cada um tem seu nicho e seu lucro é proporcional ao ao interesse do público.

                  • Acho que algo neste calculo está errado. O Facebook não responsável nem de longe por 80% dos donwloads

                      • Note que não estamos falando de um app singular e sim de um desenvolvedor. Facebook não oferece apenas o app dele, tem também o Messenger, Instagram, WhatsApp e vários outros.

                          • facebook whats app e instagram, os apps mais usados atualmente

                              • Eu sei,mais a reportagem oculta o fato que essa lojas não contabilizam donwloads feitos na mesma conta associada a aquele dispositivos e nem paga quando ocorre isso. Exemplo: Se uma pessoa baixar um app 3 vezes usando a mesma conta, o Google ou Apple só pagam e contabiliza pelo 1° download.

                              • Olha que engraçado. Em 2013 trabalhei em uma empresa de desenvolvimento de Apps. Naquela época, os apps da empresa retinha 8% de retorno na Play e 6% na Apple. Na loja da MS eles não tinham apps, mas o retorno seria de 30% de acordo com o responsável. Como não era minha área, nunca entendi porque não colocaram seus apps na loja da MS.

                                • Equilíbrio aonde? Os jogos que fazem sucessos são de grandes estúdios... Natural eles terem receitas estratosféricas...

                                    • Isso torna o cenário muito menos atrativo para novos desenvolvedores, gerando uma homogeneidade nos jogos. Um jogo com a cara de outro, sempre a mesma coisa.

                                        • O problema não são eles serem lançados são os usuários consumirem e ainda por cima pagarem em compras in app...enriquecendo mais ainda e fomentando os app caça níqueis, com mecânicas que só fazem o pentelho estourar o cartão do papai/mamãe.

                                            • homogeneidade no jogos. hahahahahhahaha.

                                              Onde que o cenário se torna menos atrativo, não existe limitação das plataformas Android e iOS para criatividade, se você tem uma ideia para um jogo, basta fazê-lo e lança-lo.

                                              A infinidade de jogos que existem hoje é fruto do mercado atrativo e as grandes empresas do setor se esforçam para fazer o que o CONSUMIDOR quer e se você não achou um jogo adequado, há outras formas de diversão no mundo.

                                                • qual solução? Governo criar cota obrigatória? a cada um APP famoso tem de baixar 5 de baixa renda?Mercado livre é assim.

                                                  daqui a pouco vão fazer mimimi sobre celulares Top que dominam o mundo, Xiaomi, iphone etc..

                                                  -Lei num tal: determina que a cada um Top vendido, 5 fracos e baratos deverão ser comprado, estados deverão dar subsídios a marcas menos famosas, consumidores deverão se cadastrar nos orgãos para ter acesso ao Bolsa celular menos famoso"

                                                    • Concordo. Matéria mais mimizenta essa. O autor chegou ao absurdo de falar OLIGARQUIAS, pqp. Parei depois dessa dele. Falta cérebro e senso de realidade. Deve ser mais um que ama um Estado-mãe.

                                                  Android

                                                  Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Dezembro 2019

                                                  Especiais

                                                  Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

                                                  Android

                                                  TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

                                                  Android

                                                  TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular