LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Samsung e Motorola interrompem produção de celulares no Brasil por conta do novo coronavírus

14 de fevereiro de 2020 21

Atualização (14/02/2020 às 19h50)

Em nota oficial a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) revelou que uma sondagem realizada no início deste mês apontou que 52% das empresas fabricantes do setor eletroeletrônico "já apresentavam problemas no recebimento de materiais, componentes e insumos provenientes da China"

"Essa situação foi observada principalmente entre as fabricantes de produtos de Tecnologia da Informação (celulares, computadores, entre outros). A pesquisa foi realizada no dia 05 de fevereiro de 2020, com a participação de cerca de 50 indústrias das diversas áreas do setor eletroeletrônico.

O atual desabastecimento de componentes e insumos é consequência da paralisação de algumas fábricas na China decorrente da epidemia de coronavírus que está ocorrendo naquele país.

No levantamento publicado pela Abinee na semana passada, em 6 de fevereiro, foi dito que, caso a situação continue, "22% das empresas pesquisadas sinalizam eventuais paralisações na produção nas próximas semanas, visto que a falta de materiais, componentes e insumos oriundos da China dificulta a continuidade da fabricação de bens do setor eletroeletrônico."

E até mesmo as empresas entrevistadas que não foram afetadas pelo problema até agora afirmaram que se o abastecimento não se normalizar dentro dos próximos 20 dias "será muito difícil conseguir manter o mesmo ritmo de atividade nos próximos meses."

“Estamos muito preocupados com os impactos na produção do setor e continuamos avaliando a situação de perto”, afirma o presidente executivo da Abinee, Humberto Barbato.

Como lembra o próprio levantamento da associação, a China é a principal origem das importações de componentes do Brasil, totalizando US$ 7,5 bilhões em 2019, representando 42% do total.

Matéria original

A fabricação de smartphones da Motorola e Samsung é interrompida no Brasil pela falta de componentes vindos da China devido ao surto do novo Coronavírus (Covid-19). O site Convergência Digital revela que Samsung e a Flextronics, empresa que fabrica os smartphones da Motorola no Brasil, foram obrigadas que reduzir a linha de montagem em suas fábricas pois não há componentes necessários para produzir aparelhos.

Este problema está sendo ocasionado por conta do novo coronavírus, que até esta quinta-feira já registra mais de 63 mil casos em toda a China e resulta em mais de 1,3 mil mortes no país. Por conta da facilidade de transmissão entre pessoas, o governo chinês colocou dezenas de cidades em quarentena, impossibilitando que componentes fabricados em locais importantes como na província de Wuhan sejam exportados.

De acordo com o presidente do sindicato dos metalúrgicos de Jaguariúna, José Francisco Salvino, "a Flextronics decidiu dar férias coletivas por 10 dias, a partir desta segunda-feira [dia 17 de fevereiro]", por conta disso, 80% da força de trabalho da montadora será afetada. O número representa 2,2 mil trabalhadores. Salvino explica que, segundo a empresa, "foi preciso tomar essa decisão por conta da falta de componentes, que não estão saindo da China por conta do vírus."

Coronavirus já começa a afetar produção de smartphones no Brasil.

Assim como na Flextronics, a Samsung também precisou interromper a linha de produção de seus smartphones nas fábricas brasileiras durante esta semana. De quarta-feira (12) até esta sexta (14), aproximadamente 2,5 mil precisaram deixar de trabalhar por conta da falta de materiais para fabricação e montagem de produtos.

O presidente do sindicado dos metalúrgicos de Campinas e Região, Sidalino Orsi Junior, se diz preocupado com a situação: "isso ainda vai longe. Emboora o vírus não tenha chegado aqui, as consequências já vieram."

O Brasil ainda não possui casos confirmados do novo coronavírus, com número de suspeitos reduzido agora para seis. Testes realizados no grupo de brasileiros repatriados da China descartou a presença do coronavírus ainda esta semana.

O TudoCelular entrou em contato com as assessorias da Motorola Brasil e Samsung Brasil para saber qual o posicionamento das empresas sobre o assunto, mas até o momento de conclusão desta matéria não houve resposta.


21

Comentários

Samsung e Motorola interrompem produção de celulares no Brasil por conta do novo coronavírus
Samsung

Mais nada a esconder! Manual de usuário do Galaxy Watch 3 confirma todos os detalhes

Tech

Coronavírus: Brasil chega a 92.475 mortes em 2.662.485 casos confirmados | Relatório diário

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta