LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Funcionários de fábrica da Samsung no Brasil ameaçam greve por causa do coronavírus

26 de março de 2020 3

Seguindo as orientações de saúde dos governos estaduais, a Samsung anunciou nesta semana a paralisação da sua produção na fábrica de Manaus (AM). Além disso, a fabricante também colocou funcionários de outras áreas em regime de home office.

De acordo com a empresa, a medida busca conter a pandemia do coronavírus (Covid-19) ao reduzir o contato social. No entanto, os funcionários da empresa em Campinas cogitam entrar em greve. O Mobile Time relata que o Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região busca um acordo com a companhia.

Segundo o presidente da organização, Sidalino orsi, a Samsung ofereceu sete dias de pausa da operação na fábrica. Contudo, o período é insuficiente, uma vez que a curva de contaminação no Brasil ainda está em crescimento.


O presidente do sindicado também comparou a situação da Samsung com a da fábrica da Honda de Campinas. A empresa deu férias coletivas de 20 dias com possibilidade de extensão por mais 20 dias. Orsi comentou:

A Samsung de Manaus deu sete dias de licença remunerada. Isso não adianta nada. As licenças ou férias têm que ser prolongadas. Dez, 15, 20 dias não resolve com essa doença. Tem que ser 30 dias, mas avaliando sempre os próximos 30 dias, pois ainda não está no pico da doença. É uma pauta que estamos entregando aos setores patronais

A Samsung se manifestou e disse ao Mobile Time que está acompanhando a situação e "tomando todas as medias necessárias para a proteção de nossos colaboradores".

LG e Motorola

A situação da LG é mais tranquila. Isso porque a empresa fechou um acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté (Sindmetau) para ceder férias coletivas para seus funcionários do grupo de risco por um período de dez dias. O restante da equipe continua trabalhando, mas com "medidas de precaução".

Já a A Flextronics, que fabrica smartphones da Motorola no Brasil, informou que os profissionais do grupo de risco estão em home office. Os demais funcionários continuam produzindo, mas em escala reduzida na cidade de Jaguariúna (SP).


3

Comentários

Funcionários de fábrica da Samsung no Brasil ameaçam greve por causa do coronavírus
  • Tem que fazer igual a Xiaomi. Fabricar na China. Para que gerar emprego no Brasil. Importante e a pessoa comprar barato, e não gerando emprego no Brasil. E isso Xiaomista ??

    • A alternativa seria essa. Todos deveriam se unir e fazer.
      Quero ver se a indústria funciona sem funcionários.
      Não há necessidade de demissões, como tem empresas fazendo por aí.
      Explica a situação, tenta ver algo com "governantes". *Mas sair demitindo, usando a desculpa de não poder pagar? Desumano.
      *NÃO estou me referindo a empresa citada na matéria, mas falando de forma geral.

        Tech

        Coronavírus: Brasil chega a 241 mortes em 6.836 casos confirmados | Relatório diário da Covid-19

        Economia e mercado

        Coronavírus: como diferenciar doenças como resfriados, rinite e mais da COVID-19

        Android

        Top 10! Melhor aplicativo ou canal de saúde para se exercitar em casa | Guia do TudoCelular

        Android

        Coronavírus: saiba como se comunicar com familiares e amigos durante a quarentena