LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Xiaomi e Oppo podem ocupar lugar da Huawei no mercado de smartphones da Europa

28 de março de 2020 58

Como sabemos, a guerra comercial entre China e Estados Unidos ainda continua ativa em meio a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Como consequência direta, a Huawei anunciou nesta semana os novos integrantes da família P40, mas sem os serviços e aplicativos do Google.

A empresa até tenta criar uma plataforma alternativa para substituir as opções da gigante das buscas, mas isso não tem conseguido convencer os consumidores europeus. Por isso, análises mais recentes indicam que a Huawei deve perder espaço no velho continente para duas chinesas: Oppo e Xiaomi.

Por mais que a Huawei não tenha muito destaque na América do Norte ou no Brasil, a companhia é a segunda maior fabricante de smartphones do mundo. Esse título foi alcançado com a liderança absoluta do mercado chinês e um ótimo desempenho na Europa, principalmente na Alemanha e Reino Unido.


Como o Google ainda não conseguiu uma licença especial para negociar com a Huawei e o governo Trump prepara novas medidas para sufocar a empresa, tudo indica que o desempenho da linha P40 deve ficar muito abaixo do esperado no ocidente. Claro que a empresa pode ser salva pelo mercado chinês.

Mesmo assim, ao perder a sua influência no ocidente, a marca acaba sendo diminuída a uma "empresa regional". A situação pode piorar ainda mais com uma possível nova sanção dos Estados Unidos. Isso porque o país pode dificultar o fornecimento de chips da TSMC para a chinesa.

O resultado prático dessa medida será uma paralisação na produção de processadores Kirin. Ou seja, o mercado de chipsets pode perder uma ótima opção. Além disso, como a Samsung tem diminuído o foco na família Exynos, a Qualcomm será a maior beneficiada e deve "nadar de braçada" no segmento.

Por enquanto, não sabemos como o mercado europeu irá reagir aos novos P40. De toda forma, o futuro da Huawei depende do bom desempenho dos aparelhos. Paralelo a isso, essa é a oportunidade para a Xiaomi ultrapassar a sua compatriota. No entanto, tudo pode mudar caso o governo Trump resolva interferir nisso também.

Você acredita que a Huawei vai perder mercado para a Xiaomi? A família P40 terá um bom desempenho na Europa? Conte para nós a sua expectativa aqui nos comentários.


58

Comentários

Xiaomi e Oppo podem ocupar lugar da Huawei no mercado de smartphones da Europa
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 16.118 mortes em 241.080 casos confirmados | Relatório diário da Covid-19

Samsung

Dividindo com a TSMC! Samsung fabricará GPUs básicas de 7 nanômetros para a Nvidia

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Maio 2020

Tech

De Peste Antonina à Covid-19: pandemias que abalaram o mundo | Detetive TudoCelular