LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Agronegócio: Vivo Empresas leva 4G e IoT para principal produtora de bioenergia do país

06 de julho de 2020 0

Depois de anunciar seus novos produtos em IoT para escritórios e comércio, a Vivo Empresas – braço corporativo da operadora – anunciou um projeto queq levará 4G e Internet das Coisas para mais de 88 mil hectares da Fazenda Guanabara, da UISA, que é uma das principais produtoras de bioenergia no país, localizadas no estado de Mato Grosso.

Segundo a operadora, a infraestrutura de conexão, além da rede 4G, inclui as redes Narrow Band IoT (NB-IoT) e Long Term Evolution for Machines (LTE-M), específicas para suportar todas as aplicações em IoT do projeto. Enquanto a primeira responde melhor por dispositivos estáticos, como sensores de clima, incidência solar, a segunda tem melhor performance em aplicações que precisam de mais mobilidade, como telemetria de maquinários agrícolas.

A Vivo terá a responsabilidade de manter a infraestrutura física do projeto, ocmo construção de torres, fornecimento de equipamentos eletrônicos para a prestação do serviço móvel e os mais de 300 dispositivos IoT. Assim, a UISA terá produção digitalizada e mais eficiente, e essa digitalização trará tomadas de decisão mais rápida.

Hoje o campo está automatizado, mas não temos os dados em tempo real. Contamos com o Sugar (assistente virtual) onde podemos consultar nossa produtividade. Todo o nosso setor de Corte, Colheita e Transporte (CCT) é automático através de sensores e software, toda coleta de ponto e produção automática conta com o apoio de Inteligência Artificial e Machine Learning, mas no final do dia, esbarramos em comunicação. Não conseguimos estar online o tempo todo e assim, não tiramos proveito 100% das nossas automações”.

Rodrigo Gonçalves, gerente executivo de TI da UISA


Segundo a UISA, principal obstáculo a ser mitigado pela implantação da rede 4G no campo é a velocidade da informação. A parceria entre a UISA e a Vivo quebra uma barreira que há muito tempo afeta o agronegócio brasileiro.

A conectividade é a base para trazer mais inteligência ao agronegócio. Priorizamos levar às empresas, como é o caso da UISA, um amplo ecossistema de inovação ao agronegócio, que além da conectividade embarca soluções inteligentes e relevantes, que de fato ajudam a resolver os desafios da digitalização do campo. Todos os projetos são integrados em plataformas exclusivas de gestão, com foco no aumento da produtividade com menor custo operacional e otimização de recursos".

Diego Aguiar, head de IoT, Big Data e Inovação B2B da Vivo.


0

Comentários

Agronegócio: Vivo Empresas leva 4G e IoT para principal produtora de bioenergia do país
LG

Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

Tech

Coronavírus: Brasil chega a 99.572 mortes em 2.962.442 casos confirmados | Relatório diário

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta