LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: Samsung pode encurtar vendas dos Galaxy S10 e Note 10 para se manter lucrativa

03 de agosto de 2020 11

Toda a indústria - e não apenas ela - sofre com os efeitos da pandemia do novo coronavírus. As fabricantes, por exemplo, têm dificuldades para o abastecimento de insumos, por causa das restrições marítimas e áreas que afetam importações e exportações.

Não só isso: se já existe um grande problema na cadeia produtiva, na outra ponta a situação se mostra igualmente delicada, com a população enfrentando uma forte onda de desemprego que desestimula o consumo.

Graças a isso, na reunião em que divulgou os resultados financeiros do seu segundo trimestre financeiro, a Samsung mostrou algumas ideias do que poderá fazer caso os números não melhorem no futuro.

A companhia até trouxe uma perspectiva positiva aos acionistas dizendo que conseguiu otimizar os custos de produção dos seus produtos e que enxugou o orçamento de marketing, porém, destacou aos executivos que poderá ir além para manter números considerados saudáveis ao longo de 2020.


Não se sabe com exatidão o que a empresa pode ter sugerido, mas segundo o SamMobile - munido de fontes - uma das ideias envolveria encurtar o período de vida das linhas Galaxy S10 e Note 10.

Mas calma: eles sairiam mais cedo do mercado, mas ainda teriam o mesmo suporte típico (duas grandes atualizações de sistema e até três anos de patches de segurança). E o que a Samsung ganharia fazendo isso? Bem, quando uma nova geração é lançada, a antiga tende a ser comercializada por preços menores. Com isso, a sul-coreana gasta os mesmos valores para produzir aparelhos que no ano passado davam mais retorno.

A decisão de certo chamaria atenção, afinal, por alguns anos a Samsung chegou a oferecer até três gerações de uma mesma linha em sua cadeia de comércio oficial.


Tirá-los de circulação jogaria o consumidor para as opções mais caras, que chegam com as linhas Galaxy S20, Note 20, Z Flip 5G e Z Fold 2. Com apenas estes no mercado, a fabricante aumentaria sua margem de lucro, ao passo em que os modelos mais antigos só poderiam ser achados em varejistas (nos EUA, até 90% das vendas são diretas por fabricantes ou operadoras).

Claro, essa medida drástica seria adotada se a situação se desenvolvesse de maneira igualmente drástica. Mas como a própria Samsung pontuou na reunião virtual com acionistas, medidas já foram tomadas para que o crescimento dos números seja observado nos próximos relatórios, mesmo que de maneira mais suave.

Vale lembrar, na quarta-feira acontece o Galaxy Unpacked, no qual descobriremos, enfim, os próximos planos da companhia para o mercado.

E você, o que acha dessa possível estratégia da Samsung para manter as receitas? Conte para a gente nos comentários!

(atualizado em 20 de setembro de 2020, às 15:20)

11

Comentários

Coronavírus: Samsung pode encurtar vendas dos Galaxy S10 e Note 10 para se manter lucrativa
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 135.793 mortes em 4.495.183 casos confirmados | Relatório diário

LG

Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Agosto 2020

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review