LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Mais impostos? Google e Netflix não são tributados corretamente no Brasil, diz Guedes

05 de agosto de 2020 82

Durante audiência na comissão da Reforma Tributária do Congresso Nacional, o ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que o Brasil não cobra impostos de forma correta dos serviços de OTT (Over The Top). Entre eles, foram citados o Google e a Netflix.

De acordo com a visão de Guedes, esse é um assunto – e um novo tributo – que acompanharia a inovação tecnológica, mas não teria nenhuma relação com a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Imagens: Reprodução

Apesar de não ter dado um prazo para a conversa tomar um rumo mais concreto, o ministro ainda disse que o “imposto digital” será debatido no futuro.

“O imposto digital é uma coisa para nós conversarmos à frente. Mas é claro que a economia é cada vez mais digital. Netflix, Google, todo mundo vem aqui, o brasileiro usa o serviço. São muito bem recebidos, são belíssimas inovações tecnológicas, mas ainda não conseguimos tributar corretamente.”


Paulo Guedes

Ministro da Economia

No entendimento de Paulo Guedes, uma possível alíquota de 0,2% desejada pelo governo para pagamentos eletrônicos não afetaria os mais pobres, pois é “o rico quem mais faz transação”.

“Parece que há muita gente que não quer deixar as digitais em suas transações, escondidos atrás do pobre. Se você pegar o pobre que ganha R$ 200 de Bolsa Família e falar que há imposto de 0,2%, são R$ 0,40. Qualquer aumento que você der no Bolsa Família de R$10, R$20, R$30 já tirou [o imposto]. O rico é quem mais faz transação, é quem mais consome serviço digital, serviço de saúde, serviço de educação, lancha, barco, caviar, e está isento, se escondendo atrás do pobre.”

Vale lembrar: esta não é a primeira vez que o ministro cogita tributar empresas de tecnologia. No final do ano passado, Guedes já estudava a criação de impostos para transações bancárias digitais. Por outro lado, a proposta de reforma tributária entregue por ele também aumentaria a arrecadação de operadoras.

E aí, você concorda com Paulo Guedes que os impostos não são cobrados corretamente de Google e Netflix? Interaja conosco!


82

Comentários

Mais impostos? Google e Netflix não são tributados corretamente no Brasil, diz Guedes
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 135.793 mortes em 4.495.183 casos confirmados | Relatório diário

LG

Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Agosto 2020

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review