LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Chega de mensalidades! Microsoft confirma que Pacote Office 2021 vai ser de pagamento único

24 de setembro de 2020 73

A Microsoft está se preparando para realizar o lançamento de diversos software atualizados para o ano que vem. Porém, a empresa de Bill Gates surpreendeu o público ao informar que estaria realizando uma mudança na forma de pagamento pelo Pacote Office 2021 (Microsoft 365).

A partir de agora vai ser possível adquirir o conjunto de programas focados em produtividade de alta popularidade por meio de pagamento único, permitindo que as mensalidades sejam extintas, uma novidade bem interessante para esta nova fase que a empresa está implementando.

Esta não é a primeira vez que o mercado de softwares passa por essa modificação, já que a Apple já realiza esse formato de comercialização por padrão, um exemplo prático disso é o programa de edição de vídeos Final Cut, que acaba saindo mais barato do que a mensalidade do Adobe Premiere.

Mas, no caso da Microsoft, essa novidade pode ser ainda mais bem-vinda, já que os programas presentes no pacote são, praticamente, insubstituíveis para a maioria dos usuários Windows. E em conjunto com essa mudança na forma de cobrança, a marca pode conseguir uma gama maior de clientes ao redor do mundo, já que muitos recorrem a pirataria por não quererem ficar presos em mensalidades.

Na publicação feita no blog da empresa, ficou claro que o lançamento da suíte de softwares vai ser realizado no segundo semestre de 2021, em conjunto com outros programas, como Exchange Server, SharePoint Server, Skype for Business Server e Project Server, que também ganharão novas versões.

A Microsoft ainda não revelou qual vai ser o valor dessa cota única do Pacote Office 20201, mas, levando em conta a quantidade de programas no conjunto, não se deve esperar algo com um valor tão acessível quanto a chave de licença do Windows, por exemplo.

E aí, caro leitor, curtiu a novidade? Diga a sua opinião nos comentários!


73

Comentários

Chega de mensalidades! Microsoft confirma que Pacote Office 2021 vai ser de pagamento único
  • Acho que sou um dos poucos que paga por uma licença do Office (realidade financeira do Brasil) depois dessa até me animou seriamente ja estava pensando em manter a minha licença de 2010 e migrar para os OpenOffice de vez. Cobrar mensalidade é roubo da Microsoft!

      • Para uso por mais de dois anos, melhor e mais barato a licença vitalícia. Já tenho muitas outras menslaidades para pagar...

          • como tu paga isso??

              • Prefiro minha assinatura mesmo, 29,90 por mês com direito a 6 usuários com todos os programas e ainda um tera de espaço no one drive para cada 1 dos 6 usuários. Só fazer a conta da menos de 5,00 por mês pra cada um compartilhando, R$ 60,00 por ano.

                • O software é caro porque é pirateado ou é pirateado porque é caro!?
                  Fica aí o dilema da Tostines pra repensarem sua opinião

                    • É caro devido ao câmbio do dólar e os impostos brasileiros. O Office custava quase um salário mínimo numa época que a grande maioria dos usuários só usavam Word e Power point. Hoje os usuários estão mais experientes com os demais apps do suíte e o valor está mais baixo, então hoje só usa crack quem não tem respeito pelo trabalho dos outros.

                      • Pois é, eu sempre usei o craqueado e resolvi comprar uma licença, um amigo me apontou um site www.shoppingdaskeys.com.br, comprei pela bagatela de 129.90 as licenças do Windows 10 Pro e Office 2019, deu tanto certo que comprei pro meu notebook, porém ao formatar o meu PC, ao instalar o bendito pacote Office 2019 EUA que vem a mensagem dizendo que não poderia ativa lo (com a chave que comprei). Ou seja, a do Windows ficou de boas e as duas do Office foram pro saco e não sei porque diabos isso ocorreu. Aí achei uma linha de comando na Net e agora o Office está funcionando perfeitamente.

                          • Isso ocorreu pelo fato de que TODAS que comprou não deviam ser vendidas. Não eram oficiais para venda. Provavelmente alguma empresa que pegou essas referidas chaves e as revendeu pra você. Hoje o Office %u201Ccom linhas de comando%u201D está tão pirata quanto os outros piratas mesmo.

                              • Não eram originais?

                                • Eu adquiro todo ano meu Microsoft Office 365 pelo valor de 59,90~79,90 comprando na Black Friday no site da Magazine Luiza. Melhor coisa que fiz, tenho o um pacote super funcional pra mim e original por um preço ótimo! Eu sou universitária e estagiária e uso bastante.

                                  • Infelizmente a licença Microsoft de seus produtos é muito cara, facilitando assim a pirataria, deveriam rever o preço de seus produtos para o patamar do poder aquisitivo do brasileiro. Só assim todos sairiam ganhando.

                                      • Sempre usei office pirata e nunca tive problema. Pau no ânus de quem compra o original.

                                          • Libreoffice é um lixo! Fico travado nele. Mas o valor datMicrosoft também é coisa de maluco pra um psís como o lBrasil. Tudo é difícil.

                                              • LibreOffice e Thunderbird mandaram um abraço!

                                                  • Cansei de estar pagando pelo office de Bil Gates e fui pro open office que é de graça e não me arrependo

                                                    • Sim, muito bom... O StarOffice.
                                                      Você só tem que ter instalado em seu computador o Microsoft DOS 6.22...

                                                        • Tem alguma alternativa mais em conta do Microsoft Project? Tipo o Microsoft 365 com os programas do pacote office.

                                                            • A chamada licença perpétua sempre existiu - só não era divulgada corretamente

                                                              • OFFICE 20201?? %uD83D%uDE2E

                                                                  • Tem a versão personal a R$ 129/00 no Magazine Luiza e versão Home nas Lojas Americanas por R$ 219,00.

                                                                      • Sai do outlook a anos e não me arrependo. O thunderbird resolveu 100% minhas necessidades, integração com google então a agenda e contatos todos sincronizados.

                                                                          • O enfoque da notícia está errado. O office de pagamento único sempre existiu, mas ele só licença pra uma máquina, fica pra sempre na versão daquele ano e não inclui as vantagens do office 360 (agora Microsoft 360), que tem crédito no Skype, 1 tb de espaço no one drive, instalação em até 5 dispositivos e 6 contas (se for o family), além de alguns outros benefícios. O Microsoft 365 não terá assinatura vitalícia até onde sei.

                                                                              • Uso o Softmaker Office há 2 anos, pagando por volta de 60 reais por ano, com direito a uso em até 5 máquinas e me atende muito bem. Super compatível com o Office da Microsoft e muito fácil de usar..

                                                                                  • Tem sim. Eu comprei o Microsoft Office Home & Student 2019 original (que vem com Word, Excel e PowerPoint) há 1 ano na loja da própria Microsoft: https://www.microsoft.com/pt-br/microsoft-365/p/office-home-student-2019/cfq7ttc0k7c8?activetab=pivot%3aoverviewtab

                                                                                    Porém, a versão Professional que é vendida em outras lojas (principalmente marketplace e ML) é pirateada, haja vista que não está à venda para o consumidor final, tratando-se de uma licença corporativa que não poderia ser vendida separadamente.

                                                                                      • Acho que tem boi na linha. Eu pago a mensalidade de R$29,99 e divido em 6 contas/pessoas da família. Na prática estou usando a suite original por apenas R$4,99/mês, um valor justo e honesto na minha opinião. Usei muito pirata na antiguidade dos primórdios da vida antes de ter esta opção, mas dava muita dor de cabeça. Qdo. chegou essa opção, optei por ela e aconselho a usarem. Se quiserem, pode pagar em uma tacada só com desconto anual.

                                                                                          • Normalmente pego anual e divido por 6, da uns 34/ano e é um valor bem justo pq além do pct office tem o 1TB no OneDrive. Acho q todos no primórdios da internet usavam crackeado.... igual na epoca do ps2/ps1 era muito mais muito raro mesmo v alguem com jogo original.

                                                                                            • A MS poderia fazer o pacote só com os 3 mais utilizados, o Word, Excel e PowerPoint, muita gente compraria com o maior prazer, não precisaria de onedrive e as outras coisas....

                                                                                              • Metade do mundo usa Office crackeado, outros 40% não devem ter comprado versões mais recentes e 10% deve ter adquirido.Uso a suíte do Google, que me atende bem. Pirataria não dá pra mim. Posso não ser um exemplo de ser humano, mas tem coisas que violam qq principio.

                                                                                                • comprei o pacote office em 2013. foi pesado na época, mas até hoje me serve bem e eu não precisei pagar mais nada

                                                                                                  • Mas você já não pode comprar a licença daquela versão específica? Só não vai atualizar e nem incluir espaço no OneDrive e Outlook como no Office 365, se não me engano.

                                                                                                      • Pago isso há 5 anos. É tenso esses R$299 de uma paulada só. Será bem vindo

                                                                                                        • Não sei que notícia vocês estão divulgando. Não vejo nenhuma mudança! O Office 2019 é comercializado atualmente com pagamento único e também pela assinatura do Microsoft 365. A cada 3 anos tem um Office novo e, novamente, será ofertado por meio de um pagamento único e também por meio de assinatura. Me digam: que modificação a Microsoft fez se o Office 2021 já estava sendo esperado e o meio de adquirir é a mesma coisa?
                                                                                                          Quer comprar o Office sem assinatura? Sempre foi possível. Compre aqui:
                                                                                                          https://www.microsoft.com/pt-br/microsoft-365/p/office-home-student-2019/cfq7ttc0k7c8?activetab=pivot%3aoverviewtab

                                                                                                            • Eu também não entendi. Para mim sempre teve essa forma de pagamento único. Só sai mais caro. Nem vi vantagem. No de assinatura, eu ainda tenho direito as atualizações de suporte / melhorias, espaço no Onedrive e outros softwares que normalmente não vem no pacote único.

                                                                                                              • Gente.... é só a versão 2021 do OFFICE. Assim, como atualmente já existe o Office 2019.A assinatura do Microsoft 365 (antes Office 365) continua normalmente, e inclui até do Office sempre atualizado (versão 2019/2021 e futuras) outros serviços como espaço extra no OneDrive e maior integração do mesmo com aplicativos do Office.

                                                                                                                  • Mas eu comprei uma licença vitalícia este ano. Tinham mais opções além da assinatura

                                                                                                                    • LibreOffice>>>>>>>>

                                                                                                                      • Perceberam que estavam perdendo dinheiro, só empresas pagam mensalidades, a população em geral em sua grande maioria (90%) aderiu outros softwares mais baratos ou até gratuitos que entregam a mesma coisa, como é o caso do LibreOffice, e outros que existem no mercado, a bem da verdade todos estão correndo de assinaturas/mensalidades

                                                                                                                          • Perdendo dinheiro? O office 365 é juno com o Azure as divisões que mais crescem em receita trimestral, antes de falar meda vai pesquisar primeiro

                                                                                                                              • Porque estão mudando então ? Será que o mercado está oferecendo os mesmo produtos por valores menores ou até gratuitos ? Vivemos em um planeta capitalista, quem oferece mais chora menos, a Microsoft não iria mudar algo que está indo bem, em time que tá ganhando não se mexe, a não ser que a concorrência esteja te engolindo (Google, com drive, documentos, forms, apresentações, meet, etc)

                                                                                                                                  • Não estão mudando nada. Continua a mesma coisa de hoje: assinatura e pagamento único.

                                                                                                                                      • Grandes empresas pensam no futuro. Outra coisa, como traçam metas, pode ser que não tenha vendido na proporção q era esperada, mas isso não significa fracasso.
                                                                                                                                        Vamos lembrar que a Microsoft sempre buscou oferecer alternativas mais baratas ao usuário comum (e até de graça pra estudantes). É uma política deles que foi abandonada recentemente com essas "assinaturas" e podem querer voltar.

                                                                                                                                    • "... praticamente insubstituíveis" o meu ovo. Das ferramentas de trabalho mais populares da Microsoft (Excel, Word, PowerPoint, Outlook) a única ferramenta que não dá pra substituir por uma gratuita e que funciona tão bem quanto é o Outlook.

                                                                                                                                        • Existe o Thunderbird que é tão bom quanto, ou se bobear até melhor.

                                                                                                                                            • Excel é insubstituível mesmo, infelizmente. Os outros têm opções ótimas que dispensam o office, a menos que a pessoa use recursos mais avançados que só existem no office.

                                                                                                                                                • Concordo, o outlook é facilmente substituído pelo Gmail que oferece 15gb gratuitos no drive, ao contrário do Ondrive que só oferece 5gb gratuitos, Word, Excel, e Powerpoint são substituíveis por programas gratuitos e tão bons quanto, LibreOffice, FreeOffice, OpenOffice, etc...
                                                                                                                                                  Eu inclusive uso o LibreOffice que salva em .docx e é tão bom quanto o Word além de ser gratuito

                                                                                                                                                    • Tenho 32GB disponíveis em duas contas e possuo Office Home Student 2013.

                                                                                                                                                        • Nenhum desses programas são tão bons quanto o Microsoft Office. Além disso, abrir programas com extensão docx neles não é 100% compatível. Tente gerar um arquivo do Word com tabelas, sumário, imagens e depois abra nesses concorrentes, e vice-versa. No caso do Excel é pior ainda, as fórmulas são perdidas. Seria muito bom se fosse verdade, mas essa compatibilidade é parcial. Por isso, empresas e instituições do governo que antes usavam o OpenOffice (e outros) voltaram a ser clientes da Microsoft.

                                                                                                                                                            • O Free Office funciona perfeitamente. Pra um escritório onde não tem nada de complexo, onde uma planilha é meramente pra organizar melhor uma lista ou algo do tipo, não há essas incompatibilidades citadas. As empresas e instituições do governo que voltaram a ser clientes Microsoft ou Google foi pela facilidade de usabilidade e gestão pela nuvem, além da possibilidade de integração com o active directory. Continuo dizendo: pra uma empresa com 20 funcionários, o Free Office só não atende 100% pela falta de um "Free Outlook".

                                                                                                                                                                • O que eu conheço que tem maior compatibilidade é o WPS Office. Vou procurar saber mais sobre o Free Office. Embora eu considere o MS Office o melhor, reconheço que muitas pessoas não precisam dele, pois o uso básico.

                                                                                                                                                                  • Para o basico LIBREOFFICE é suficiente, mas qndo as coisas começa a ficar complexa ai q o bicho pega

                                                                                                                                                              Tech

                                                                                                                                                              Coronavírus: Brasil chega a 156.469 mortes em 5.352.935 casos confirmados | Relatório diário

                                                                                                                                                              Android

                                                                                                                                                              Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Setembro 2020

                                                                                                                                                              Apple

                                                                                                                                                              Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

                                                                                                                                                              Tech

                                                                                                                                                              De Peste Antonina à Covid-19: pandemias que abalaram o mundo | Detetive TudoCelular