LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Xiaomi quer a liderança do mercado europeu e deve construir nova fábrica inteligente

15 de outubro de 2020 3

Apesar da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) ter reduzido a demanda por smartphones, a Xiaomi tem conseguido manter seu ritmo de vendas graças a uma estratégia que combina dois fatores: bom custo-benefício e lançamento de diversos smartphones para conquistar "espaço na prateleira".

No entanto, a gigante chinesa ainda enfrenta alguns gargalos de produção. Por isso, em busca de resolver esse problema, a Xiaomi está planejando construir uma nova fábrica "de próxima geração" totalmente automatizada e sem qualquer supervisão humana.

De acordo com informações do ChinaDaily, a nova unidade deve produzir cerca de 10 milhões de smartphones todos os anos, sendo que essa será a segunda unidade da chinesa que segue o formato inteligente e baseado no 5G.


Comentando o assunto, o CEO da Xiaomi, Lei Jun, disse que a construção da nova fábrica foi pensada após a primeira unidade completar seis meses de operação sem qualquer problema.

Construída em Pequim, a instalação abriga uma linha de produção autônoma que produz mais de 1 milhão de smartphones premium por ano.

No entanto, quando questionado sobre onde a nova fábrica será edificada, Jun preferiu permanecer em silêncio. Mesmo assim, o executivo garante que as fábricas inteligentes são o futuro do mercado:

Com a China enfrentando um ambiente de negócios internacionais complicado, a manufatura inteligente é o caminho a seguir. Por meio da inovação independente, a Xiaomi espera popularizar os robôs industriais e reduzir os custos de fabricação para um décimo do nível atual.

Em busca de viabilizar o novo projeto, a Xiaomi montou um fundo de investimento que reúne 70 empresas. A intenção é desenvolver e construir máquinas para as novas fábricas inteligentes. Além disso, Jun prevê que a Xiaomi alcance a liderança do mercado europeu dentro dos próximos anos:

a Xiaomi continuará a expandir sua presença nos mercados internacionais. Pretendemos ganhar a liderança no mercado europeu nos próximos três a cinco anos e em países mais desenvolvidos no futuro. Por isso, precisamos de escala de produção.


3

Comentários

Xiaomi quer a liderança do mercado europeu e deve construir nova fábrica inteligente
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 157.397 mortes em 5.409.854 casos confirmados | Relatório diário

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Setembro 2020

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

Tech

De Peste Antonina à Covid-19: pandemias que abalaram o mundo | Detetive TudoCelular