LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Nvidia pode ter vendido US$175 milhões em GPUs RTX 3000 para criptomineração

27 de novembro de 2020 4

A Nvidia estreou sua nova família GeForce RTX 3000 em setembro, causando ótimas impressões na crítica e em usuários graças ao poder da arquitetura Ampere. Entre 30% e 70% mais rápidas que suas antecessoras, a RTX 3070, a RTX 3080 e a RTX 3090 conseguiram recuperar o baixo ganho de performance da arquitetura Turing e da família RTX 2000, superando-as com folga.

No entanto, as novas GPUs da Nvidia enfrentam um sério problema desde que chegaram ao mercado: a falta de estoque. Afetada pela pandemia, e até mesmo por possíveis problemas na fabricação dos chips, a companhia não foi capaz de atender a alta demanda, enfrentando indisponibilidade das placas em praticamente todos os mercados em que atua. Diante disso, a Nvidia emitiu um comunicado em que confirma que os problemas de disponibilidade devem perdurar até o início de 2021.

Agora, de acordo com os analistas das agências RBC Capital Markets e Barron's, a falta de estoque pode na verdade ter mais um fator não discutido. Os especialistas estimaram que mais de US$175 milhões em GPUs RTX 3000 foram vendidos diretamente para criptomineração de Ethereum, ao invés de fabricantes parceiras.


Curiosamente, as vendas para criptomineração são inclusas no relatório da empresa para divisão de games, que registrou lucro de US$2,27 bilhões em seu último trimestre fiscal. Se retirarmos os ganhos registrados pelos analistas, a receita ainda se mantém na casa dos US$2,1 bilhões, o que mostra que a criptomineração não representa grande número nas vendas totais da empresa.

Ainda assim, US$175 milhões é um valor significativo, e sua participação na falta de estoque é clara, devendo representar uma boa parcela das placas fabricadas que deixaram de atender aos jogadores para servir como hardware de mineração. Infelizmente, como aponta o site WCCFTech, a alta demanda desse setor não deve passar tão cedo, especialmente com rumores da chegada do Ethereum V2.0.

A influência da criptomineração no mercado de GPUs não chega a ser uma surpresa, e já chegou a acontecer anteriormente. Rumores recentes já indicavam que veríamos esse segmento do mercado influenciar preços e disponibilidade novamente, o que parece estar se concretizando de fato.


4

Comentários

Nvidia pode ter vendido US$175 milhões em GPUs RTX 3000 para criptomineração
  • E novamente a grana falou mais alto.

      • Este simples fato por si só, faz com q o preço da cripto moeda encareça bastante, já que quanto mais se mineira a moeda digital, mais ela encarece, por causa da sua natureza propositadamente deflacionaria.

          • É apenas uma bolha, eu minerava em 2016 até 2018, e tive que vender tudo depois pois o valor despencou em 2018 , se tornou insustentável , pois sofreu efeito de bolha , vai crescendo, crescendo até que o mercado desaba e muitos vendem para depois recomprar mais barato, as chamadas baleias controlam o mercado , conseguem se quiser manter o valor baixo da moeda para depois ir recomprando mais barato pois muitos desistem de ficar esperando o valor subir novamente.

          Android

          Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

          Android

          Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020

          Android

          O melhor celular para comprar de presente no Natal 2020

          Especiais

          Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas