LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Deu o troco! OPPO ultrapassa Apple no mercado de celulares da América Latina; iPhone cresce na China

02 de dezembro de 2021 40

Atualização (02/12/2021) por LL

A Counterpoint Research acaba de revelar um novo relatório que mostra que a Apple perdeu espaço no mercado de celulares na América Latina, sendo ultrapassada pela OPPO no número total vendas.

O mercado global de smartphones vendeu 342 milhões de unidades no terceiro trimestre de 2021. A Maçã foi responsável por 48 milhões, registrando um aumento de 15% em comparação com o mesmo período no ano passado, uma movimentação fortemente impulsionada pelo lançamento da série iPhone 13.

No entanto, embora tenha ganhado espaço no mercado chinês de smartphones durante o mês de outubro, a Maçã não está nem entre as cinco marcas que mais comercializaram smartphones no continente latino-americano durante o terceiro trimestre deste ano.


A fabricante mais popular na América Latina continua sendo a Samsung. Na comparação entre o segundo e o terceiro trimestre de 2021, a marca sul-coreana registrou apenas uma pequena redução de 37% para 36% na fatia do mercado de smartphones.

Em segundo lugar fica a Motorola, que cresceu de 22% para 23% no mesmo período. Na sequência vem a Xiaomi, que aparece na terceira colocação, com 10% das vendas de smartphones no continente.

Como já era esperado, o mercado mais importante para a Apple é a América do Norte, onde a companhia tem total domínio com 48% dos smartphones vendidos no período registrado.

Na Europa, mesmo com um decréscimo de um ponto percentual (de 21% para 20%) na parcela de vendas entre o segundo e o terceiro trimestre, a Apple ganhou uma posição e alcançou o segundo lugar, ficando atrás apenas da Samsung.


A causa deste desempenho da Maçã no velho continente é a queda brusca da Xiaomi, que fortemente afetada pela crise de componentes saiu da liderança para o terceiro lugar (redução de 27% para 19%). A marca chinesa também perdeu espaço na Ásia, onde o primeiro lugar foi garantido pela vivo.

A nível global, a Samsung segue na liderança com 20% das vendas. A Apple figura em segundo lugar com 14%, seguida pela Xiaomi (13%), vivo e OPPO (10%). A realme, que conquistou 5% do mercado, ganhou destaque por comercializar mais de 16,2 milhões de unidades, um recorde registrado em plena crise de semicondutores.

O que você achou dos resultados do mercado de celulares deste terceiro trimestre de 2021? Conte nos comentários!

Tanto no mercado europeu de smartphones 5G quanto a nível global, a Xiaomi ultrapassou a Apple em vendas. Porém, durante o mês de outubro, os Apple iPhones se provaram muito populares em todo o mundo — mesmo na China, território das populares fabricantes OPPO, vivo e Huawei.

Embora a Honor tenha superado não somente a Xiaomi como também a Apple no mercado chinês de celulares na metade deste ano, um novo relatório da Counterpoint Research acaba de revelar que, ao menos durante o mês de outubro, a Maçã cresceu na China.

As vendas da Apple na China cresceram 46% em outubro se comparadas ao registro do mês de setembro.

O relatório aponta que a Apple dominou 22% do mercado de smartphones chinês durante outubro de 2021. A vivo deteve 20%, sendo seguida pela OPPO, que registrou uma fatia de 18% das vendas. A Huawei, que vem sofrendo sérios impactos negativos na produção de celulares devido às sanções impostas pelos Estados Unidos, ficou para trás com apenas 8%.

O crescimento da Apple em relação às demais marcas chinesas surpreende principalmente porque fabricantes como Xiaomi, vivo e OPPO entregam smartphones com quase a mesma qualidade de construção e câmera que os iPhones, porém pela metade do preço. Esta é a primeira vez desde dezembro de 2015 que a Maçã emerge no mercado chinês.

Esta façanha da Apple sem dúvidas só foi possível graças à série iPhone 13. As vendas da marca na China cresceram 46% em outubro se comparadas ao registro do mês de setembro. Com crescente demanda, a nova linha foi lançada há pouco tempo e rapidamente acumulou 2 milhões de pedidos na China.

Qual a sua opinião sobre o crescimento da Apple no mercado chinês? Conte nos comentários!


40

Comentários

Deu o troco! OPPO ultrapassa Apple no mercado de celulares da América Latina; iPhone cresce na China
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas