LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Intel se desculpa por carta sobre trabalho forçado em Xinjiang

24 de dezembro de 2021 0

A Intel está experienciando em primeira mão os desafios de agradar seu país de origem, os Estados Unidos, e a China. O New York Times relata que a Intel pediu desculpas publicamente por redes sociais chinesas após enviar uma carta para fornecedores chineses de que não usaria mão-de-obra e produtos da província de Xinjiang.

A companhia disse que honraria as sanções americanas contra a província e não se envolveria em questões de política local, como a imprensa nacionalista sugeria. O comunicado causou uma reação forte no país e há ameaça de multas e outras punições a Intel pelo governo chinês.

As sanções foram aplicadas pelos Estados Unidos após amplos relatos que o governo chinês estava reprimindo a minoria muçulmana uigur em Xinjiang. Muitos acusam a China de utilizar trabalho forçado, campos de internamento e vigilância constante. No entanto, o país negou essas acusações.

O problema é que a Intel pode ter tido papel fundamental nessas violações. Seus chips podem ter sido utilizados em computação avançada para espionagem e nos sistemas de monitoramento da polícia, mesmo com sanções que impediam a China de utilizar tecnologia americana.

A companhia afirma desconhecer que a China utilizava seu hardware para estes fins.

O problema também é vivido por outras companhias gigantes de tecnologia americanas como a Apple, que mantém operações no país. As empresas precisam respeitar as sanções dos Estados Unidos e abraçam normas de direitos civis e humanos, mas correm o risco de perder um grande mercado se forem contra as leis da China.

A Intel não chegará a ser expulsa do país, mas encontrará dificuldades para dar prosseguimento a seus negócios em solo chinês.


0

Comentários

Intel se desculpa por carta sobre trabalho forçado em Xinjiang
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos