LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Crise de chips força Canon a ensinar clientes como passar pelo sistema antipirataria das impressoras

14 de janeiro de 2022 24

Atualização (14/01/2022) com nota da Canon - LR

Conforme noticiamos na última segunda-feira, 10, a Canon vem enfrentando problemas na produção de cartuchos originais para suas impressoras devido à escassez de semicondutores, problema que afeta não somente esse segmento de mercado, mas também a produção de smartphones, portáteis e automóveis.

De acordo com a fabricante, devido ao problema a marca irá suspender o uso de chips em seus cartuchos de impressão, componente usado para que a impressora consiga identificar se a peça de reposição é genuína ou paralela, bem como informar o status da capacidade da tinta.

A ausência do semicondutor faz com que as impressoras a laser não reconheçam os cartuchos originais da Canon, problema que pode ser solucionado passando pelo sistema DRM, tecnologia que garante que o equipamento não irá funcionar com componentes que não sejam originais.

Cartucho de impressão.(Imagem: Reprodução/Pixabay).

Outras fabricantes de impressoras também contam com um sistema de identificação para garantir a legitimidade de seus cartuchos, por isso não seria uma surpresa se concorrentes da Canon também anunciassem a interrupção temporária no uso de semicondutores em seus toners de impressão.

Segundo a empresa, a restrição deve ser cancelada assim que o mercado global de eletrônicos voltar a ter uma oferta suficiente para atender a produção de forma satisfatória e sem intercorrências.

A medida para solucionar a incompatibilidade do equipamento com cartuchos sem chips faz parte do compromisso da marca em atenuar os impactos da crise de hardware em seus clientes, garantindo uma prestação de serviço eficiente e de qualidade.

Para garantir um fornecimento contínuo e confiável de consumíveis, decidimos fornecer consumíveis sem componentes semicondutores até que o fornecimento normal seja restabelecido.

Não há impacto negativo na qualidade de impressão ao usar consumíveis sem componentes eletrônicos, mas certas funções adicionais como a detecção do nível de toner pode ser prejudicada.", informou a Canon.

Em nota enviada ao TudoCelular a empresa destaca seu compromisso com os clientes e afirma que:

Devido à escassez global contínua de componentes semicondutores, a Canon está atualmente enfrentando desafios na aquisição de componentes eletrônicos específicos que são usados em nossos produtos consumíveis para nossas impressoras multifuncionais (MFP).

Esses componentes desempenham funções como detectar os níveis restantes de toner.

Para garantir que você desfrute de um fornecimento contínuo e confiável de consumíveis, optamos por fornecer produtos consumíveis sem o componente semicondutor até que o fornecimento normal seja retomado.

Embora não haja impacto negativo na qualidade de impressão ao usar consumíveis sem componentes eletrônicos, certas funções auxiliares, como a capacidade de detectar níveis de toner, podem ser afetadas."

No ano passado, muito se falou sobre a crise dos componentes e como ela tem afetado diversos setores da indústria, resultando principalmente na falta de alguns produtos nas lojas e em aumentos de preço. Embora muitos executivos estejam confiantes de que a situação deve melhorar em breve, outros se mostraram mais céticos e preveem um futuro mais conturbado.

Esta semana, a crise atingiu um novo patamar, afetando até mesmo cartuchos de impressora Canon, o que pode acabar afetando diversos processos importantes ao redor do mundo.

Embora muitas empresas estejam tentando adotar uma iniciativa mais sustentável, optando por documentações digitais e reduzindo ao mínimo o uso de documentos impressos, muitas ainda trabalham da forma tradicional, enquanto existem casos em que a impressão é imprescindível.

A Canon é uma das principais fabricantes de impressoras do mundo, com muitas empresas usando esse maquinário em seu cotidiano, mas parece que a crise dos componentes também trará mudanças para esse processo tão simples.

Esta semana, a empresa anunciou através de um post de suporte que a escassez global de chips mudou a forma que a Canon fabrica seus cartuchos de toner. A empresa optou por seguir uma fabricação sem chip no momento, como uma media paliativa para assegurar a produção para suas impressoras e outros dispositivos multitarefas. Os toners sem chips estarão em circulação a partir de fevereiro, mas Canon espera voltar ao método tradicional de fabricação no futuro.

Foto: reprodução

A escassez global de semicondutores está impactando o suprimento de muitos dispositivos eletrônicos e alguns acessórios. Os acessórios impactados incluem os cartuchos de toner para as impressoras profissionais Canon e dispositivos multitarefas.



Para garantir que os consumidores não percam uma impressão, a Canon inovou para garantir o abastecimento de cartuchos de toner e começou a fabricar cartuchos sem chip. Embora tenhamos algumas mudanças mínimas, mas inevitáveis para os consumidores, você ainda poderá imprimir normalmente.

O chip do toner é responsável por determinar se o cartucho é genuíno, servindo para alertar os usuários sobre o nível do toner e outras coisas, mas o novo cartucho sem chips não deve afetar o uso das impressoras.

Quais outros setores você acha que essa crise ainda vai afetar.


24

Comentários

Crise de chips força Canon a ensinar clientes como passar pelo sistema antipirataria das impressoras
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas