LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Dolutegravir: Fiocruz começa a distribuir para o SUS antirretroviral usado no tratamento do HIV/Aids

11 de março de 2022 3

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) iniciou nesta semana a distribuição para o Sistema Único de Saúde (SUS) do medicamento Dolutegravir de 50mg, um dos antirretrovirais mais usados no mundo atualmente no tratamento do HIV/Aids.

De acordo com a Fiocruz, vão ser encaminhadas ao SUS em 2022 mais de 64,5 milhões de unidades farmacêuticas do medicamento. A instituição recebeu a primeira remessa em fevereiro, com total de 16,5 milhões de comprimidos.


O medicamento foi introduzido no SUS em 2016, e distribuído a mais de 300 mil pacientes, beneficiando aqueles que ainda não iniciaram o tratamento com outros antirretrovirais ou apresentaram resistência às formulações anteriores.

Ainda segundo a instituição, a iniciativa é fruto de uma parceria firmada em julho de 2020 entre o Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos/Fiocruz) e as farmacêuticas GSK e ViiV Healthcare.

Processo de produção

No comunicado de anúncio, a Fiocruz destacou ainda que a internalização da tecnologia do Dolutegravir se dará por meio de transferência reversa: começa pela etapa final e, aos poucos, a instituição vai absorvendo as demais etapas do processo.

Após esse período, o Instituto passa a produzir gradualmente a demanda. Ao final da transferência, toda a produção vai ser executada no Complexo Tecnológico de Medicamentos (CTM) de Farmanguinhos/Fiocruz.

Benefícios da parceria

Por fim, a Fiocruz destacou que o projeto prevê ainda a colaboração para fabricação local de uma combinação deste antirretroviral com a Lamivudina 300mg em dose única diária. A instituição citou também que a parceria vai gerar economia aos cofres públicos.

“Nos próximos dois anos, com a transferência de tecnologia, esperamos já estar produzindo o Dolutegravir dentro da nossa unidade e, no futuro próximo, fabricar a combinação dele com Lamivudina, ou outras combinações que o Ministério da Saúde, por meio do programa de DST/Aids, aprove”, apontou o diretor Jorge Mendonça.


3

Comentários

Dolutegravir: Fiocruz começa a distribuir para o SUS antirretroviral usado no tratamento do HIV/Aids
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos