LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Nokia prevê gargalo na capacidade de rede da fibra óptica e projeta novo modelo comercial

28 de setembro de 2022 0

O CTO da Nokia na América Latina, Wilson Cardoso, prevê a chegada de um grande gargalo tecnológico em 2025, quando, estima, a Lei de Moore chegará ao ápice. Isso deve levar a um novo modelo comercial para a rede de fibra óptica.

Em entrevista ao site TeleSíntese, Cardoso disse que a indústria tecnológica global já atingiu o limite da miniaturização, com a produção de transístores de 1 nanômetro, que devem entrar em produção na escala comercial em 2025.

Wilson Cardoso, CTO da Nokia na América Latina. Foto: Reprodução/TeleSíntese

Com isso, toda a indústria de telecomunicações, informática e quem mais precisar crescer em receitas vendendo mais capacidade de processamento e velocidade, precisará se adaptar. E isso também vai impactar sobre as redes de fibra.

Para contextualizar, a chamada "Lei de Moore" trata da relação entre tamanho, capacidade de processamento e custo de produção de chips. Segundo ela, a indústria consegue dobrar a quantidade de transistores em um mesmo chip a cada dois ou mais anos.


“Então será preciso rever a arquitetura da rede para um novo modelo”, chamou a atenção o executivo, durante o evento Furukawa Summit 2022, que é realizado em Atibaia (SP).

Ainda segundo Cardoso, não há uma resposta definida para o futuro, mas a Nokia acredita que a alternativa deve ser a ampliação da capilaridade das redes de fibra óptica e distribuir o processamento de dados ao longo de sua extensão.

O executivo aponta ainda que as redes ópticas vão acabar convergindo, com as neutras e operadoras que hoje têm infraestrutura própria, integrando suas linhas entre si, criando uma rede única por onde passa o tráfego de todas.

“Isso acontece por enquanto só no Reino Unido, que é o país com maior penetração de fibra óptica da Europa. A Ofcom [regulador local] determinou incentivos ao compartilhamento de fibra. A remuneração no caso se dá com base no investimento, e não no uso da rede”, explicou ao site TeleSíntese.


0

Comentários

Nokia prevê gargalo na capacidade de rede da fibra óptica e projeta novo modelo comercial
Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Asus

ASUS lança novo celular gamer ROG Phone 5s e 5s Pro no Brasil; confira os preços

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas