LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Mercado de celulares registra "pior desempenho da década" com queda de 11%; Samsung e Apple lideram

18 de janeiro de 2023 8

O mercado global de celulares encerrou o último ano com uma queda significativa nos envios em comparação a 2021. Dados de pesquisa da Canalys divulgados na terça-feira (17) apontam que o segmento encolheu 17% no 4º trimestre e 11% em todo o ano de 2022, fenômeno que os especialistas chamam de “pior desempenho do mercado em uma década”.

Em 2021, o volume foi de 1,35 bilhão de unidades vendidas. Esse número caiu para menos de 1,2 bilhão em 2022, mas apesar da redução, algumas fabricantes conseguiram ampliar sua receita. A Samsung foi a empresa que mais vendeu celulares em 2022, aumentando seu market share de 20% para 22%. A Apple é vice, crescendo de 17% para 19%.

(Imagens: Canalys)

A maioria das fabricantes não foi capaz de ampliar seus negócios em meio às dificuldades econômicas que assolaram o último ano. A Xiaomi, em 3º lugar, teve sua participação de mercado de 14% em 2021 diminuída para 13% em 2022. OPPO e vivo, duas das maiores fabricantes da China, caíram de 11% e 10%, respectivamente, para 9%.

“Os fornecedores de celulares tiveram dificuldades no ambiente macroeconômico ao longo de 2022”, disse Runar Bjørhovde, analista de pesquisa da Canalys, destacando que o último trimestre representou o pior índice em uma década. “O segmento está altamente cauteloso em aumentar o estoque, contribuindo para baixas remessas no 4º trimestre.”

(Imagem: Canalys)

Falando especificamente no 4º trimestre, a Apple liderou as vendas com 25% de market share graças ao lançamento do iPhone 14 e iPhone 14 Pro. Embora os modelos de entrada tenham apresentado baixa demanda, a empresa conquistou bons resultados com os celulares mais caros de seu portfólio. A Samsung ficou em 2º lugar com 20% de participação.

Especialistas do Canalys acreditam que as fabricantes “irão abordar este ano com cautela, priorizando a lucratividade e protegendo a participação de mercado”, prevendo que haverá um crescimento estável e discreto no mercado de celulares em 2023.

“Embora as pressões inflacionárias diminuam gradualmente, os efeitos dos aumentos de taxas de juros, as desacelerações econômicas e um mercado de trabalho cada vez mais difícil [são fatores que] limitarão o potencial do segmento”, disse o analista Le Xuan Chiew.

Veja mais!

(atualizado em 08 de fevereiro de 2023, às 06:48)

8

Comentários

Mercado de celulares registra "pior desempenho da década" com queda de 11%; Samsung e Apple lideram
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Economia e mercado

Motorola lança primeira conta digital do mundo integrada a um smartphone

Asus

ASUS lança novo celular gamer ROG Phone 5s e 5s Pro no Brasil; confira os preços