LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Samsung busca proibir uso de telas que violam suas patentes em assistências técnicas

24 de janeiro de 2023 2

A Samsung está trabalhando com a Comissão de Comércio Internacional (ITC) dos Estados Unidos para barrar o uso de telas que violam suas patentes em assistências técnicas. A fabricante sul-coreana pediu uma investigação para analisar compras ilegais de painéis OLED que estariam utilizando, sem autorização, sua tecnologia AMOLED.

De acordo com a empresa, algumas fabricantes estão produzindo telas que infringem suas patentes para servirem como peças de reposição mais baratas para celulares e tablets. Esses componentes estariam circulando entre as companhias independentes de assistência técnica que não compram os painéis originais da Samsung.

AMOLED é utilizado em vários celulares da Samsung, Xiaomi e outras marcas (Imagem: TudoCelular.com)

A MobileSentrix, Injured Gadgets e DFW Cellphone & Parts são alguns dos nomes citados na denúncia da Samsung. Essas empresas fornecem serviços de manutenção de celulares e estão no radar das autoridades que investigarão a suposta importação de hardware que infringe a propriedade intelectual da gigante asiática.

Executar uma ação contra materiais que estejam violando suas patentes é direito garantido à Samsung, mas apesar disso, defensores do reparo acessível criticaram a fabricante por supostamente dificultar o acesso à manutenção de dispositivos.

Louis Rossmann, especialista em reparo e fundador do Rossmann Group, afirma que essa investigação poderia “disparar um tiro letal em toda a indústria de reparos”, caso a ITC decida a favor da Samsung. Isso porque a companhia seria capaz de impedir a entrada de grandes volumes de componentes não autorizados ao país.

A investigação foi anunciada pelas autoridades de mercado em 4 de janeiro sob as condições da seção 337 da Tariff Act de 1930, lei tarifária protecionista dos Estados Unidos. Com esses termos, a ITC poderá analisar se a importação de determinados produtos afetaria uma empresa — no caso, a Samsung — que opera no país, incluindo a violação de patentes.

A Samsung possui laços estreitos com o iFixit, empresa que também defende o acesso facilitado a peças de reparo, mas costuma oferecer peças originais da fabricante ou unidades que não infringem patentes. A loja disponibiliza componentes como telas, baterias e sensores de câmeras para celulares, tablets e notebooks da sul-coreana.

Veja mais!

O Samsung Galaxy S22 está disponível na Girafa por R$ 3.548 e na Magazine Luiza por R$ 3.999. O custo-benefício é bom e esse é o melhor modelo nessa faixa de preço. Para ver as outras 134 ofertas clique aqui.
(atualizado em 01 de fevereiro de 2023, às 04:42)

2

Comentários

Samsung busca proibir uso de telas que violam suas patentes em assistências técnicas
  • Se a tela do meu S10+ porventura quebrar, eu vou recorrer à mais barata SIM! Tá louco, cara! Pagar 1.130 numa tela sendo que posso achar por 700 em fornecedores independentes?

    Vão sonhando.

      • Comprar original é lindo...mas é totalmente fora da realidade com preços abusivos das peças originais... eu comprei um celular em 2018 com bateria removível...quando fui ver o preço da original em 2021 era 1/3 o valor do dispositivo inteiro. Não compensava.

          Android

          Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

          Android

          Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

          Economia e mercado

          Motorola lança primeira conta digital do mundo integrada a um smartphone

          Asus

          ASUS lança novo celular gamer ROG Phone 5s e 5s Pro no Brasil; confira os preços